Últimas notícias:

Loading...

5 destinos para ver o pôr do sol no Rio Grande do Norte

Estado tem cerca de 300 dias de sol e temperaturas que ultrapassam os 30ºC

O roteiro promete. O Rio Grande do Norte, no cotovelo do Brasil, bem onde o vento faz a curva, tem praias semi desertas, faixas de areia que fazem a gente querer mudar de CEP, e finais de tarde únicos, em todo o Nordeste brasileiro.

Final de tarde na Praia do Farol, em Galinhos

E, devido à proximidade com a Linha do Equador, esse estado do extremo norte do país tem cerca de 300 dias (garantidos) de sol e temperaturas que ultrapassam, sem muito esforço, os 30ºC.

Neste post, reunimos nossos endereços potiguares preferidos para ver finais de tarde no Rio Grande do Norte, em destinos como a capital Natal, São Miguel do Gostoso, Pipa e Galinhos.

Confira destinos

São Miguel do Gostoso

Final de tarde na praia de Tourinhos

Um dos endereços mais cênicos de São Miguel do Gostoso, a 120 km ao norte de Natal, é a praia de Tourinhos, uma faixa de areia em forma de fenda.

Localizada em uma baía com trechos de águas mais abrigadas, a praia é conhecida por suas dunas petrificadas, ao lado direito; e ondas mais fortes, no esquerdo.

Galinhos

Principal destino da Costa Branca, Galinhos tem pouco mais de 2.700 habitantes (incluindo o distrito vizinho de Galos) e parece ter dado as costas para o turismo de massa.

Embora ainda seja um destino bate-e-volta de um dia, a partir de Natal, esse destino a 170 km ao norte da capital é um dos cenários mais rústicos em todo o litoral potiguar.

Uma das atividades turísticas mais famosas por ali são os passeios de charrete até a Praia do Farol para ver o final de tarde.

Tibau do Sul

Final de tarde na lagoa Guaraíras, em Timbau do Sul

A praia mais famosa desse município, ao sul de Natal, atende pelo nome de Pipa, mas a Creperia Marinas é um dos endereços mais concorridos, nos finais de tarde.

Localizada em frente à Lagoa Guaraíras, o deque dessa casa de crepes costuma ficar lotado, quando o sol começa a se pôr.

Dunas do Rosado

Dunas do Rosado, no Rio Grande do Norte

A 250 km de Natal, no extremo norte do estado, essas dunas são consideradas o maior conjunto de dunas do Rio Grande do Norte.

São 10 km² de montanhas coloridas, formadas pelos sedimentos de falésias vizinhas, trazidos pelos ventos constantes.

Ao longo do dia, aquele mar de areia vai ganhando novos tons, de acordo com a incidência de luz. Por isso, procure visitar a atração pela manhã bem cedo e também no final de tarde.

Natal

Seja qual for a sua direção, seguindo os ventos do norte ou do sul, a capital Natal será parada obrigatória em terras potiguares.

Dunas do Morro do Careca, em Ponta Negra, praia urbana de Natal

Embora seja a faixa de areia mais turística da cidade, Ponta Negra também tem finais de tarde que merecem atenção, com o Morro do Careca, ao fundo.

Para preservação da vegetação local, destruída pelo uso excessivo de atividades turísticas, nos anos 90, essas dunas no canto direito da praia se encontram fechadas para visita pública.

Em parceria com Viagem em Pauta

O Viagem em Pauta é o projeto pessoal do jornalista Eduardo Vessoni, profissional que atua com turismo desde 2008 e já colocou os pés em todos os continentes.

Compartilhe:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário viagemempauta

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.