Últimas notícias:

Loading...

Amsterdã proíbe tours guiados no famoso bairro da Luz Vermelha

Turistas terão ainda que pagar uma taxa de entretenimento

Por: Redação

A prefeitura de Amsterdã declarou guerra o turismo de massa. Depois de remover o famoso letreiro “I Amsterdam” da Museumplein no final do ano passado, agora o alvo e o Red Light District (bairro da Luz Vermelho).

A partir de 1ª de janeiro de 2020, a administração da capital holandesa vai proibir os tours guiados no local. As informações são da Deutsche Welle.

Amsterdã
Crédito: Sborisov/iStockAs novas medidas da prefeitura de Amsterdã entram em vigor a partir de 1ª de janeiro de 2020

A medida, segundo a prefeitura, é para promover o respeito as prostitutas que trabalham na região e pôr fim a problemas causados por turistas.

“Não é mais aceitável ver os trabalhadores do sexo como uma atração turística”, disse o vereador Udo Kock. Segundo ele, os turistas costumam ser inconvenientes, fazem muito barulho e jogam lixo no chão nas ruas da região.

facilite]
8 países para viajar apenas com o seu RG
[/facilite]

A prefeitura também anunciou que vai reduzir de 20 a no máximo 15 pessoas o tamanho de grupos em passeios guiados no centro histórico e proibiu tours na região depois das 19h, incluindo fins de semana.

Amsterdã
Crédito: Minemero/iStockTuristas terão ainda que pagar uma taxa de entretenimento

Turistas terão ainda que pagar uma taxa de entretenimento, mas o valor ainda não foi divulgado.

Atualmente cerca de dez grupos guiados passam por hora na Oudekerksplein, o coração do bairro da Luz Vermelha. Em horários de pico, esse número pode chegar a 48.

Compartilhe: