Últimas notícias:
Loading...

Cafayate tem vinhos veganos e gastronomia requintada

Para chegar de Salta a Cafayate passe pela Ruta 68, uma das estradas mais lindas da Argentina

A pequena cidade de Cafayate, no norte da Argentina, é uma meca para quem ama vinhos. Para chegar até lá, o caminho parte de Salta, onde há voo direto do Brasil, e segue pela icônica Ruta 68, a mais linda do país.

São 180 km dignos de cinema, onde inclusive foi feito um filme indicado ao Oscar.

Quebrada das Conchas na Ruta 68, estrada icônica que liga Salta a Cafayate, no norte da Argentina
Créditos: Andrea Miramontes / @ladobviagem
Quebrada das Conchas na Ruta 68, estrada icônica que liga Salta a Cafayate, no norte da Argentina

São cânions, fendas, montanhas vermelhas que ganham formatos inusitados, especialmente no trecho chamado Quebrada das Conchas.

No entanto, a Ruta 68 é para ser apreciada com calma e várias paradas, como no El Anfiteatro, uma fenda gigante na qual é possível passear.

El Anfiteatro, uma das paradas na estrada, você pode ver o vídeo aqui
Créditos: Andrea Miramontes / @ladobviagem
El Anfiteatro, uma das paradas na estrada, você pode ver o vídeo aqui

Gastronomia, vinhos veganos e de altitude em Cafayate

Come-se muito bem em Cafayate,  cidade cercada por vinícolas e hotéis cinco estrelas.

Aproveite para almoçar no Patios de Cafayate, um hotel de campo luxuoso com restaurante divino. Porem, reserve antes de ir.

Pátios de Cafayate é um dos hotéis 5 estrelas da região
Créditos: Andrea Miramontes/ @ladobviagem
Pátios de Cafayate é um dos hotéis 5 estrelas da região

Como foco em roteiros veganos e vegetarianos, aproveitei a empanada de abóbora e a salada de quinoa, neste post sobre os restaurantes a visitar na região.

Empanadas de abóbora e vinho  Torrontés, no almoço do hotel Patios de Cafayate
Créditos: Andrea Miramontes/ @ladobviagem
Empanadas de abóbora e vinho  Torrontés, no almoço do hotel Patios de Cafayate

Ao lado do hotel está a Vinícola El Esteco, que oferece degustação. Não deixe de provar os vinhos da uva Torrontés, típicos da região. Fica a dica!

Aproveite para conhecer a bodega centenária, que tem um tour entre os tonéis.

Tour pela vinícola El Esteco, em Cafayate
Créditos: Andrea Miramontes/ @ladobviagem
Tour pela vinícola El Esteco, em Cafayate

Já os vinhos de altitude,  elaborados tanto na El Esteco como em várias bodegas da região,  têm características que as tornam únicas, pelo ambiente em que está.

Clima extremamente seco, amplitude térmica, sol e ventos intensos fazem as uvas terem uma quantidade elevada de todos os polifenóis, que combatem os radicais livres no corpo.

Degustação de vinhos El Esteco em Cafayate
Créditos: Andrea Miramontes/ @ladobviagem
Degustação de vinhos El Esteco em Cafayate

Esses vinhos também têm una cor incrível e até mesmo as leveduras indígenas (típicas da região).

Até por causa dessas características, quando a uva chega à adega ela exige um controle mais cuidadoso dos enólogos,  que “domam os vinhos”.

Já os vinhos veganos são aqueles que não usam produtos de origem animal no processo de clarificação. São muito produzidos na região.

Ficou curioso? Você pode entender melhor  vinhos veganos neste post.

Outra opção de passeio em vinícola, é no complexo La Estancia de Cafayate.

Tem restaurante, hotel, campo de golfe, passeio de bicicleta, num local delicioso para se passar o dia.

Depois do café da manhã, aproveitei para fazer um tour de bike entre as plantações de uva.

Bike pelo complexo Estância de Cafayate
Créditos: Andrea Miramontes / @ladobviagem
Bike pelo complexo Estância de Cafayate

Onde ficar em Cafayate?

Além dos citados acima, que também são hotéis, indico mais duas opções, dependendo do tipo de turismo que se busca.

Para conhecer a pequena cidade, e não só as vinícolas ao redor, o ideal é se hospedar no Hotel Asturias, que fica bem no centro, ao lado da praça principal.

Trata-se de um casarão colonial charmoso, bem típico argentino.

Hotel Astúrias é o ideal para quem quer conhecer a cidade e não só as vinícolas
Créditos: Andrea Miramontes / @ladobviagem
Hotel Astúrias é o ideal para quem quer conhecer a cidade e não só as vinícolas

Vizinho ao hotel está uma lojinha especializada em alfajores, de vários sabores.

Há muitos bares também para provar petiscos e cerveja local, como o bar restaurante Guermes 125, para um happy hour delicioso.

Além dos queijos no espeto, abaixo, também provei uma abóbora assada com legumes, muito indicada.

Queijos no espeto são aperitivos do Guermes 125, em Cafayate
Créditos: Andrea Miramontes / @ladobviagem
Queijos no espeto são aperitivos do Guermes 125, em Cafayate

Já quem quer ficar rodeado das plantações de uva, em um 5 estrelas com direito a piscinas, sauna e muito luxo, o ideal é o Grace Hotel.

O turista pode também almoçar no local, que tem empanadas deliciosas, inclusive de milho e queijo, além de sobremesas para salivar, como o pudim com doce de leite.

Pudim com dulce de leche no almoço do Grace Cafayate
Créditos: Andrea Miramontes / @ladobviagem
Pudim com dulce de leche no almoço do Grace Cafayate

Para lugares incríveis siga @ladobivagem no Instagram!

ladobviagem

Em parceria com ladobviagem

Sou Andrea Miramontes, jornalista e viajante profissional no @ladobviagem. Faço roteiros veganos e vegetarianos pelo mundo, JAMAIS divulgo atrações que escravizem animais e caço soluções sustentáveis por onde passo. Meus projetos: Lado B Viagem e Patas ao Alto. Seja muito bem-vindo! Siga os instas @ladobviagem @patasaoalto e @andreamiramontes.real

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Lado B Viagem

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.