Como é visitar Chernobyl? Tudo que você precisa saber

A Bárbara Lins, do blog Descobertas Bárbaras, esteve recentemente em Chernobyl e compartilha algumas dicas de como visitar o local

Por: Redação

É uma das coisas mais surreais que você vai ver na sua vida. Difícil até explicar o que senti e vi nas cerca de sete hora que fiquei dentro da “The Zone”, área restrita depois do acidente nuclear de 1986. Se você quer saber todos os detalhes de como é visitar Chernobyl, achou o lugar!

É perigoso visitar Chernobyl?

Não! Nem um pouco, principalmente se você obedecer as regras. Tá… a gente não obedeceu tudo. Mas não fizemos nada que nosso guia condenasse e saímos ilesos. Para começar, assim que a gente se encontra com os guias da empresa já é alertado sobre todos os riscos da radioatividade.

Crédito: Leandro DiscaciateSe você quer saber todos os detalhes de como é visitar Chernobyl, achou o lugar!

Além disso, o próprio governo fica te monitorando. Você é obrigado a colocar um medidor de radiação no pescoço assim que entra. Ele vai saber ao final do dia o quanto de radiação você absorveu. A gente não teve problema algum.

Algumas empresas que fazem o tour também oferecem, de graça ou por € 15 (R$ 72), um medidor de mão bem mais preciso. É para você ficar medindo qualquer lugar por onde passa, o que dá mais segurança.

Crédito: Leandro DiscaciateVocê é obrigado a colocar um medidor de radiação no pescoço assim que entra

Existem ainda regras básicas! Tem que ir de roupa cobrindo o corpo todo! Blusa de manga (mesmo no calor), calça comprida, meia, tênis ou bota. Daí só sobra a mão e o rosto para caso suba poeira com radiação. Outra regra e não comer ou beber em local fechado. A radiação pode estar no ar, daí você vai engolir! Também não pode sentar em lugar nenhum, nem triscar em nada.

VEJA O PASSO A PASSO PARA PEDIR OU RENOVAR O PASSAPORTE

Como ter autorização para entrar na área restrita

Você só pode visitar Chernobyl com uma empresa. Quer dizer, tem uns doidos que invadem na madrugada… eu tenho um mínimo de bom senso e não tô afim de ser presa na Ucrânia….  Além disso, me expor a radiação sem a menor segurança não me agrada.

Crédito: Leandro DiscaciateVocê só pode visitar Chernobyl com uma empresa.

Hoje nove empresas atuam lá. Não é barato! Os tours de um dia variam de € 80 a € 140 (R$ 372 a R$ 650), se comprados com antecedência. Aqui vai uma dica! Os preços podem subir se a demanda for alta. Compre com, pelo menos, uma semana de antecedência. O Leandro e eu enrolamos um pouco e pagamos € 20 a mais por comprar com três dias de antecedência! Fiquei p da vida…

Eu decidi pela Chernobyl Welcome porque era a que tinha mais reviews positivos e a que levava para mais lugares fora do roteiro básico.  Ela não é a mais barata, € 119  o tour de um dia. Mas valeu a pena! Tanto que depois eu até negociei um cupom de desconto com ela pra colocar aqui no blog!!! Se você quiser ir com desconto pra lá, só colocar o código CHERNOBABI e tem um descontinho para garantir a cerveja na volta! Você paga menos e ajuda com o blog!

Como é o tour para Chernobyl

Todos os tour saem de Kiev, capital da Ucrânia. No nosso caso, a Chernobyl Welcome nos pega no centro da cidade, ao lado do terminal de trem. Fácil fácil de chegar! O ponto de encontro é em frente ao restaurante mais tradicional deles! Fomos numa van bem confortável!

Assim que entramos no carro, recebemos as primeiras instruções e um “jornal” explicando o que aconteceu em Chernobyl. Como a viagem é longa, cerca de 1h30, eles também exibem um documentário na van. Aproveito para orientar que assistam à série “Chernobyl”, da HBO, antes de visitar Chernobyl. A viagem vai ser bem melhor e a série é muuuuito boa!

Assim que a gente chega na “The Zone” área restrita por conta dos perigos da radiação, é preciso passar por vários check points. Vários policiais e militares fazem a segurança lá. Revistam tudo! Checam ingresso, passaporte… olham o carro.

Lá que recebemos o medidor de radiação pro pescoço. O grupo era formado por cinco pessoas! Nós, um francês e dois brasileiros, o André e o Daniel. Os dois super gente boa. Todos recebemos também de graça o medidor mais potente da empresa.

Quais os principais pontos para visitar Cherbonyl

Olha… vamos ser sempre sinceros aqui, né? Teoricamente não é permitido entrar em nenhum prédio. Mas os militares meio que toleram se forem grupos pequenos… por isso quis pagar mais caro um pouquinho. Me despenquei lá do Brasil e vou economizar R$ 150 pra ir num ônibus lotado e não poder entrar em nada??? Eu sou murrinha, confesso. Olha essa viagem pro Deserto do Sahara, onde economizei tudo que podia. Entretanto, desta vez quis um guia que se arriscasse a me levar em tudo e botei a mão no bolso.

Crédito: Leandro DiscaciateAs primeiras fotos que foram tiradas de Pripyat e divulgadas pro mundo foram feitas no ginásio de esportes da cidade

Dito isso, vamos ao pontos mais interessantes. As primeiras fotos que foram tiradas de Pripyat e divulgadas pro mundo foram feitas no ginásio de esportes da cidade. Tanto na quadra de basquete, quanto na piscina. Nossa primeira parada foi lá. Como não é bom ser pego nestes locais, é tudo mega corrido. E nada de falar alto.

Depois seguimos para ver como a natureza pega tudo de volta. A gente vive preocupado com o desmatamento e tudo mais… só que vou te contar uma coisa. Vai chegar num ponto que a gente que vai se dar mal e sumir do mapa. Daí vem a natureza e dá seu jeito. É surreal ver como o estádio sumiu em trinta anos!!!! Até em cima dos prédios está nascendo árvore. Agora dá pra entender aquelas escavações e ruínas antigas… Fica tudo soterrado mesmo.

Em seguida, fizemos um tour pelo antigo café e pelo que era o centro da cidade. Aqui o guia contou que Pripyat era considerada a cidade do futuro!!! Era o Éden Soviético. Tinha tudo de mais moderno no mundo. O primeiro supermercado a ser criado foi lá em 1971!!! Eles também investiam em pesquisas espaciais, em educação diferenciada e estavam abertos a tudo de mais novo que surgisse. Era a única assim. Veja no que deu… tudo engolido pelo mato ou despencando.

Por falar em despencar, vários prédios estão condenados. Colapsando literalmente! Você precisa saber disso antes de visitar Chernobyl. A escola número 1 já tombou em dois pontos. Os prédios são classificados como brancos, seguros, amarelos, que podem ou não cair, e vermelhos, que estão condenados.

Crédito: Leandro DiscaciateVários prédios estão condenados.

Boa parte dos apartamentos está classificado como amarelo. Nós entramos em um deles. Ainda tem móvel e eletrodomésticos por lá. Muita coisa já foi saqueada. Quando as cidades foram evacuadas, disseram para os moradores só pegarem o básico que em três dias eles iriam voltar. Claro que isso nunca aconteceu.

Os pontos mais sombrios de visitação em Chernobyl

Alguns locais mexeram mais comigo. Um deles foi o parquinho. Ver aquela roda gigante monstruosa parada enferrujando, aqueles brinquedos retorcidos, o bate-bate virado e cheios de folhas é meio assustador. Fora que no nosso imaginário tem muito parque de diversão assombrado.

Crédito: Leandro DiscaciateAlguns locais mexeram mais comigo. Um deles foi o parquinho.

Outro ponto que fiquei receosa foi o local do Corpo de Bombeiros. Talvez por ter assistido à série, sei que a boa parte deles morreu de forma agonizante. Além disso, a estrutura lá tá bem ruinzinha, com o piso detonado. Lá é um dos pontos que é preciso muita atenção onde pisa.

Agora, tem um lugar que não tem igual… energia pesada e cenas apocalípticas. O hospital é, sem duvidas, o local mais bizarro. Primeiro por tudo que se passou lá. As primeiras vítimas foram todas atendidas nele. Segundo porque é meio tenebroso ver macas reviradas, berços vazios enfileirados, receituários abandonados.

Crédito: Leandro DiscaciateO hospital é, sem duvidas, o local mais bizarro

E tem mais! Esse é o prédio que tem o subsolo mais condenado, cheio de radiação por conta das roupas dos bombeiros. Entrar lá é vela preta e caixão. Não chegamos nem perto desse local e não recomendo para ninguém que queira visitar Chernobyl.

Até por isso, o hospital é definitivamente um dos locais onde o turista não poderia entrar. Só que nosso guia nos orientou direitinho e fomos. Tudo muito rápido e com cuidado onde pisa. Ninguém poderia falar nada e nem fazer barulho.

Indo até o reator 4 e o escudo antimísseis

Mais pro meio do dia fomos até o Sarcófago. Esse foi o nome dado à estrutura criada pra conter a radiação. Um detalhe interessante. Até dois anos atrás, a estrutura antiga continuava a vazar radiação. Daí construíram uma nova de metal para segurar um pouco mais o que sai de lá.

Crédito: Leandro DiscaciateVocês acreditam que os soviéticos gastaram bilhões pra construir algo que nunca funcionou

Achei curioso que estrutura foi toda montada há alguns quilômetros dali. Depois movida lentamente até chegar lá. Foram duas semanas andando devagarzinho até encaixar a estrutura e fechar ainda mais o reator.

Depois de lá ainda fomos a uma defesa antimísseis enooooorme! Vocês acreditam que os soviéticos gastaram bilhões pra construir algo que nunca funcionou??? O trem é um paredão de ferro gigante. A gente até entrou no telhado de um prédio pra ver ele melhor. Foi incrível!!! Um dos pontos de visitar Chernobyl.

As áreas de infraestrutura para quem visitar Chernobyl

Hoje a “The Zone” tem um raio de 30 quilômetros, sendo 8 quilômetros da área mais perigosa. Por isso, os turistas volta e meia são “convidados” a descer do carro, conferir passaporte e passar por máquinas de detecção de radiação.

Crédito: Leandro DiscaciateO restaurante bandeijão dentro da “The Zone”

Fora isso, não tem muita estrutura pra turista não. Tem uns banheiros químicos horrendos e um restaurante bandeijão. Quem estudou em universidade pública vai se sentir em casa!!!! O almoço está incluído no preço. Você escolhe uma salada, uma sopa e um prato principal. Nem bom, nem ruim…

Tem também algumas lojinhas pra turista levar um souvenir. Tudo caro. São três. Uma na entrada, outra perto do museu e a terceira dentro do restaurante. Como não compro souvenir de lugar nenhum, esqueci de tirar foto…

Quem quiser, pode optar por dormir lá. A cidade abriu recentemente dois hotéis. Pra quem estiver afim e tiver grana pra pegar pelo passeio de dois dias. Ele custa cerca de € 270 (R$ 1.260). A gente quer fazer quando voltar lá!

Crédito: Leandro DiscaciateQuem quiser, pode optar por dormir lá. A cidade abriu recentemente dois hotéis

Só sei que tive uma das experiências mais chocantes da minha vida e super recomendo o passeio. É uma das poucas oportunidades de ver a ação do tempo, o resultados das ações do homem, o que a natureza pode fazer…

Cupom de desconto para visitar Chernobyl

Espero que o relato tenha sido útil! Se você tiver pensando em ir, volto a recomendar a Chernobyl Welcome. Caso queira, segue o código de desconto que pedi pra eles! Você não paga nada a mais e ajuda que mais descobertas sejam feitas aqui no blog!!! Basta colocar CHERNOBABI. Não é muito não, mas já garante uma cerva depois.

Qualquer dúvida, critica ou sugestão coloca nos comentários! É sempre um prazer trocar figurinhas por aqui.

E se liga que os próximos posts vão falar sobre como economizar no Leste Europeu!!!!

Venha para o time dos Descobridores!

Quer saber com antecedência o melhor do blog Descobertas Bárbaras? Se você quiser receber toda semana os melhores eventos fora do roteiro tradicional, descobrir os lugares mais descolados e desvendar todos os atrativos do desse mundão, é só mandar uma mensagem de Whatsapp para (21)  98377-6931 com a palavra QUERO e com SUA CIDADE e salvar nosso número! Se clicar aqui vai também! Mas lembra que tem que salvar o número na sua agenda.

Por Bárbara Lins, do blog Descobertas Bárbaras

1
03:32
Viva Chile: um passeio pela beleza da Cordilheira dos Andes
Está com viagem marcada para Santiago e ainda não faz ideia do que fazer na capital chilena? Então, antes de …
2
05:22
Conheça os brinquedos mais radicais dos parques de Orlando
A Catraca Livre foi para a Flórida, nos Estados Unidos, conhecer os parques mais divertidos da região a convite do …
3
03:24
Vovó deixa presídio e ensina como viajar pelo mundo
"As Melhores Surpresas do Mundo" é  o programa que discute as coisas mais inovadoras e surpreendentes que o mundo oferece. -------------------------------------------------------- DIREÇÃO: …
4
02:25
9 lugares incríveis para visitar de graça em Belo Horizonte
O Circuito Liberdade é um grande complexo cultural localizado em Belo Horizonte. Prédios públicos ganharam novos usos para hospedar arte …
5
01:49
9 lugares com uma vista incrível no Rio de Janeiro para você fotografar
Conheça 9 lugares incríveis e de graça para você curtir as paisagens do Rio de Janeiro e ainda tirar fotos …
6
01:31
O que fazer em caso de bagagem extraviada pela companhia aérea?
Um dos maiores medos de que vai pegar o avião é perder a bagagem. Saiba como proceder em uma situação …
7
01:17
Sky Costanera, o maior observatório da América Latina
O Sky Costanera é considerado o maior observatório da América Latina e fica em Santiago, no Chile. Nele é possível …
8
01:01
Zipflyer: a tirolesa só para quem tem MUITA coragem
A Zipflyer, é considerada a maior tirolesa do mundo e fica localizada em Pokhara, no Nepal. Ela conta com 1850 …