Conheça o licor de laranja que só é produzido em Mônaco

Visita à loja e fábrica L'Orangerie, pequena e artesanal, é gratuita e dá direito à degustação

Uma laranja mediterrânea muito azeda, típica de Mônaco, deu origem a um licor que virou vedete no principado.

L’Orangerie é um licor que só tem lá. A visita à loja e fábrica, bem pequena e artesanal, é gratuita e dá direito à degustação.

Séculos atrás, antes de ser sinônimo de luxo, Mônaco, era uma área agrícola.

Uma das plantas típicas que restou na região é essa laranjeira, que dá uma fruta amarga, impossível de ser consumida como fazemos com nossa laranja, mas perfeita para o licor.

Crédito: Andrea Miramontes / Lado B ViagemNa visita à fábrica e loja do licor L’Orangerie, o visitante  pode ver a produção e degustar a iguaria

A fruta é aproveitada na gastronomia e também para fazer a bebida exclusiva. O licor fabricado à mão não tem adição de produtos químicos, corantes e conservantes.

Ao visitar você pode topar com a produção na sua frente. Se quiser levar, um conjunto com três miniaturas custa 18€, enquanto que uma garrafa grande, 28 €.

L’Orangerie é muito refrescante (amo) não muito doce e bom para ser consumido depois das refeições. Pode ser servido com uma pedrinha de gelo.

Também é usado para coquetéis, como o Monaco Spritz. Provei o coquetel no American Bar, quando fui curtir um jazz no principado.

Anote a receita: uma dose do licor de laranja, 3 doses de Prosecco, gelo e raspas de laranja.

Crédito: Andrea Miramontes / Lado B ViagemProvei Monaco Spritz, um dos drinks especiais do principado, no American Bar, veja a receita acima

Além do licor exclusivo, há mais sabores a se provar em Mônaco. Guloseimas típicas podem ser degustadas no mercadão do país, como a pissaladière, a pizza do principado, muito diferente da nossa.

Mais receitas do principado podem ser provados nos restaurantes luxuosos, quase todos orgânicos.

O mundo das comidas vegetarianas e veganas está presente em quase todos os restaurantes mais badalados, em que os chefs, antenados nessa tendência mundial plant based , criaram receitas de dar agua na boca.

Em parceria com ladobviagem

Andrea Miramontes, jornalista, viajante e curiosa. Sou vegetariana e jamais divulgo atrações que escravizem animais :) Faço os sites Lado B Viagem e Patas ao Alto. Seja muito bem-vindo!

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Lado B Viagem

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.