Conheça o parque que inspirou os cenários do filme ‘Rei Leão’

O Parque Serengeti, na Tanzânia, inspirou a icônica animação da Disney

Por: Redação

Não é preciso ser criança para sorrir, chorar e se emocionar com as aventuras de Simba, Timão e Pumba, em “O Rei Leão”, uma das animações mais aclamadas de todos os tempos.

Produzido pela Disney e lançado em 1994, o desenho logo caiu nas graças do público e foi um verdadeiro sucesso de crítica e arrecadação, garantindo, inclusive, dois Oscars e a maior bilheteria daquele ano.

Crédito: IStockElefantes e girafas nas grandes planícies do Parque Nacional de Serengeti

Hoje, 25 anos após o lançamento original do longa-metragem, Simba e companhia retornam aos cinemas brasileiros, mas desta vez em versão live-action –filmes nos quais os personagens são vividos por atores reais.

Os cenários do novo filme da Disney foram inspirados no Parque Nacional Serengeti.

Crédito: IStockO rei do Parque Serengeti, que fica entre a Tanzânia e o Quênia

Reconhecido como Patrimônio Mundial pela Unesco, o Serengeti está localizado no norte da Tanzânia e a sudoeste do Quênia. O local tem cerca de 13 mil m² e é considerado um dos lugares mais selvagens do mundo.

Crédito: IStockFamília de leões no parque Serengeti

No total, são mais de 35 espécies de grandes mamíferos e cerca de 500 tipos de pássaros. Mas apesar da grande variedade de animais, o destino é marcado como a “terra dos leões”, tal qual é retratado no filme.

Crédito: IStockRebanho de antílopes no Parque Serengeti

O parque também é famoso pelas grandes migrações anuais de gnus e outros herbívoros, que acontecem de maio a junho e, diferentemente do filme, que marca o fenômeno cíclico de forma melancólica, com a morte de Mufasa, o acontecimento é um dos mais belos espetáculos de toda a natureza.

Estima-se que a movimentação mobilize mais de 1 milhão de animais, que seguem em busca de alimento, água e um lugar tranquilo para se reproduzirem longe dos predadores.

Crédito: DivulgaçãoGnus cruzando o rio no Parque Serengeti; cena é conhecida como a grande migração

Outras espécies de animais, como elefantes, rinocerontes, hipopótamos, búfalos, zebras, antílopes, leopardos, guepardos, hienas, macacos e aves de rapina também podem ser avistadas na região. Todas circulando livremente pelas imensas planícies do parque. O nome Serengeti, a propósito, significa justamente isto, “imensas planícies”.

Quem estiver interessado em conhecer o destino, pode consultar a Interpoint & Viagens e Turismo, que oferece roteiros para a Tanzânia de até sete noites com hospedagem no próprio Serengeti e em outros parques e cidades do país, como Arusha, Tarangire e Ngorongoro.

Compartilhe: