Últimas notícias:

Loading...

Gastronomia natural, orgânica e plant based está em alta pelo mundo

Especialistas em saúde e beleza explicam as vantagens de consumir alimentos orgânicos e naturais

Independentemente da linha de alimentação, vegetariano ou não, todos queremos comer bem e ficar saudável. A aposta em orgânicos e alimentação natural de forma criativa virou tendência, com o perdão do chavão.

Não brigue com os naturebas, pelo contrário, aproveite o excelente momento da gastronomia. A expressão “você é o que come” nunca foi tão comprovada.

As especialistas Andrea Godoy, dermatologista que tem entre seus pacientes modelos famosas, e Patrícia Savoi, médica nutróloga especialista em ayurveda, reforçam que o alimento está diretamente ligado à longevidade e até à beleza

Crédito: Blog/PixabayFrutas e verduras frescas são os itens preferidos dos chefs que mergulharam na gastronomia natural

“A beleza realmente vem de dentro para fora. Somos parte da natureza, por isso, consumir alimentos de boa qualidade melhora sistema imunológico e, assim todo o corpo”, completa Andrea.

A médica é autora de um livro sobre o tema, chamado “Ageless Brazilian Beauty – The Skincare Secrets of Supermodels Revealed” (“Beleza brasileira sem idade – Os segredos revelados dos cuidados da pele de supermodelos”, em português).

Onde comer bem?

Chefs por todo mundo apostam em linhas saudáveis da gastronomia, que geralmente incluem orgânicos, raw food (comida crua) e plant based.

Obviamente que, como vegetariana que sou, busco lugares que têm excelentes opções nessa área e  para veganos.

No Brasil, em vários lugares provei invenções naturais de chefs fantásticos, como nesta viagem a Maceió.

E tudo é criativo. Um exemplo de receitas deliciosas naturais é a gastronomia do Rituaalli, spa, clínica e hotel localizado em Penedo (RJ). O chef aposta no plant based. Isso não impede de ter uma deliciosa feijoada vegana, pudins, sorvetes e mais delícias.

Londres foi uma das minhas descobertas. Indico pelo menos cinco restaurantes imperdíveis, nas linhas plant based, raw food, orgânicos renderem um verdadeiro guia que mostra os melhores lugares para comer bem e natural.

View this post on Instagram

Experiência gastronômica incrível com #sustentabilidade♻️ e delícias de chef veganas e vegetarianas 🌱 . Por favor. Anotem esse restaurante pra quando forem a Londres @lyan.cub ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️ . Confie no chef Doug McMaster e vá de menu degustação. Ele intercala bebidas e pratos cheios de personalidade, como esses tomates marinados com folha de figo, na foto. . 💎champanhe Krug Grande Cuvée com cubo de gelatina abre o jantar, que é sensacional 😋 . O restaurante segue o conceito #zerowaste 👏🏻 que utiliza tudo na cozinha, sem desperdícios . Tudo salvo no stories de 🌱 Londres ☝🏼☝🏼☝🏼 . Ainda apostam nos ingredientes orgânicos e de produtores locais #fairfood ❤️ . @lovegreatbritain #vegan #vegetariano #vegantraveller @lovegreatbritain.br #lovegreatbritainbr #vegantraveller @VisitLondonOfficial #visitlondon #london #vegetariano #vegano @visitlondon #LoveGreatBritain #bestvacations #bestlondon #londonsights #jornalOGlobo #MinhaViagemLivre l #LoveTheWorld #veganworld #luxurylifestylemagazine #bestvacations #IamaTraveler @beautifulmatters #beautifulmatters

A post shared by Andrea Miramontes ∙ Travel ♻️ (@ladobviagem) on

Sem contar o bairro de Camden Town, o mais excêntrico de Londres, que é uma meca de delícias vegetarianas e veganas.

Em muitos lugares dos Estados Unidos, fast food já era. Califórnia  e Flórida são exemplos.

Em recente viagem à Punta Gorda e Fort Myers, dois paraísos com áreas ambientais protegidas, todos os restaurantes que entrei tinham suas opções vegetarianas e veganas.

Mônaco, um dos países mais glamourosos do mundo, entrou nessa linha de cabeça. Quase tudo o que é servido no país vem de produção local e orgânica. É o primeiro país do mundo a ter um restaurante orgânico com uma estrela Michelin, o Elsa.

A população local e até os chefs renomados cultivam veggie gardens, jardins orgânicos com vegetais a serem consumidos, inclusive, nos restaurantes.

Saúde  e beleza

A aposta em orgânicos não é frescura, e todos deveríamos dar mais atenção a isso.  Orgânicos não têm agrotóxicos e mais químicos na produção da comida. De acordo com o Inca (Instituto Nacional do Câncer), alguns químicos podem fazer muito mal ao nosso organismo, inclusive colaborar com o surgimento de câncer.

Patrícia Savoi conta que, ao apostar nos orgânicos, além de excluir essas substâncias, a alimentação mantém vitaminas, minerais e ômega-3.

“A dieta pode afetar poderosamente a longevidade. Nunca é tarde demais para fazer mudanças positivas. Os adultos mais velhos podem fazer mudanças hoje que melhorarão sua saúde”.

A saúde aparece na beleza. Especialista no assunto, a médica Andrea Godoy, indica gastronomia natural aos seus pacientes. “Nutrientes de boa qualidade refletem na pele e cabelo melhores”. Como a médica reforça,  a saúde , fruto também da boa escolha dos alimentos, faz com que a beleza transborde.

Neste link, organizei um glossário da comida saudável para você saber identificar o que é servido em cada restaurante.

ladobviagem

Em parceria com ladobviagem

Andrea Miramontes, jornalista e viajante. Sou vegetariana/vegana e jamais divulgo atrações que escravizem animais. Sustentabilidade e ética no turismo em contato com a fauna são os pilares do meu trabalho. Faço os sites Lado B Viagem e Patas ao Alto. Seja muito bem-vindo!

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Lado B Viagem

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.