Glaciar Perito Moreno, uma das belezas naturais da Patagônia argentina

Por: Redação | Comunicar erro

Uma cidade pequena com 16 mil habitantes, um centro turístico onde você encontra várias lojas restaurantes. Essa simpática vila às margens do lago Argentino, uma espécie de Campos de Jordão da Patagônia, recebe os visitantes com excelentes hotéis, boa gastronomia e muitas lojinhas para compras de artesanato e roupas de inverno.

Lembrando que a maioria dos comércios não aceita cartão de crédito, as que aceitam tem que passar o cartão de forma manual, se tiver indo para El Calafate ou Ushuaia, esteja preparado para pagar em efectivo (pagamento em dinheiro).

 

A comida típica da região é o Cordeiro Patagônico. Restaurante ótimo delicioso que indico é o restaurante Casimiro Biguá, na Av Libertador Gral, San Martin 963. Restaurante super aconchegante. Outra sugestão prato: Risoto de Cordeiro.

Um dos passeios maravilhosos que não pode deixar de fazer na região é o Parque Nacional Perito Moreno.

Não há como não se impressionar ou não se empolgar com os glaciares. São gigantes, enormes, e podem ser vistos a frente por passarelas, passeios de barco ou até mesmo andando sobre eles (trekking). É um dos passeios mais esperados para quem visita El Calafate. Outro passeio bem legal da região é o trekking sobre o Glaciar Perito Moreno, lá você pode escolher 2 tipos de trekking o mini-trekking e o Big Ice. O mini-trekking leva apenas 1 hora e meia de caminhada e o Big Ice leva cerca de 3hs duração.

O passeio é feito o dia todo, pela manhã o ônibus do passeio, busca no hotel cedo, umas 7hs da manhã já em direção ao parque. Primeiro fizemos o passeio de barco. Saltamos no Puerto Bajo de Las Sombras, onde a navegação vai bem próximo as geleiras do Perito Moreno. Lembrando que o Parque Nacional fica 85 km da cidade de El Calafate. A estrada é linda, vendo o sol nascer, seguindo pela rua 11, é fantástico.

Para quem não sabe, o Parque Nacional Los Glaciares também é Patrimônio Mundial da Unesco. Possui uma área de 724.000 hectares e está localizado no sudoeste de Santa Cruz, na fronteira com o Chile.

Entramos no barco, ouvimos recomendações e logo fomos para o 2º andar, ao ar livre, um frio de 1ºC, vento muito forte, mas com essa vista na nossa frente, não tinha como reclamar. Ficamos um bom tempo, cerca de uma hora em frente ao Glaciar para admirar tirar muitas fotos com a paisagem.

A sensação é tão boa, a medida que vamos chegando próximo as geleiras vamos sentindo a temperatura diminuindo, o frio chegando…

Depois o barco voltou para o porto, pegamos a van, e fomos em direção o Parque Nacional Los Glaciares onde conhecemos as trilhas famosas para chegar bem mais perto das geleiras, em frente as passarelas tem um restaurante do parque, ótimo para quem quer almoçar, comprar biscoitos.

O guia nos avisou 3hs para comer e andar … ok? mas com essa vista penso em almoçar? vamos caminhar … e assim eu fiz, comprei biscoitos agua e bora tirar muitas fotos lindas… No Parque possui três enormes passarelas que levam a diversos mirantes, tudo com muita sinalização, e três horas da para caminhar e tirar bastante fotos tranquilamente no parque.

Toda oportunidade do Perito Moreno deve ser aproveitada, todas as fotos devem ser tiradas, a paisagem é incrível.

O Glaciar está dentro do Parque Nacional Los Glaciares faz parte do campo de gelo azul, é a terceira maior concentração de gelo do mundo perdendo para apenas para a Antartida. Ele tem aproximadamente 30 quilomêtros de comprimento, e o gelo se move de cerca de 2 metros por dia.

Por Rafaella Machado, do blog Viajando Sem Medo

Compartilhe: