Últimas notícias:

Loading...

Inglaterra libera entrada de brasileiros vacinados com Coronavac

Brasileiros ainda seguem proibidos de entrarem na Escócia, País de Gales e a Irlanda do Norte

Por: Redação

A partir do dia 22 de novembro, brasileiros vacinados com Coronavac não precisarão mais cumprir dez dias de quarentena para viajar a Inglaterra.

Os turistas brasileiros já podiam entrar na Inglaterra sem necessidade de quarentena, desde que tivessem totalmente imunizados contra a Covid-19 com as vacinas de Oxford/AstraZeneca, Pfizer, Janssen e Moderna.

Londres Inglaterra coronavac
Crédito: LUNAMARINA/iStockInglaterra libera entrada de turistas brasileiros vacinados com Coronavac

A Coronavac, uma das vacinas mais aplicadas no Brasil, entrou na lista de imunizantes permitidos pelas autoridades britânicas na última segunda-feira, 8. A lista também incluiu as vacinas Sinopharm e a Covaxin.

Os viajantes brasileiros devem apenas apresentar um teste negativo para covid-19 feito 72 horas antes do embarque, além do comprovante de vacinação [em inglês] com ao menos duas semanas desde a última dose.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel, respeitar o distanciamento social e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado?


No aplicativo ConecteSUS, do Ministério da Saúde brasileiro, é possível emitir o documento em inglês ou espanhol. Veja como emitir o documento.

Também é necessário preencher o formulário “Passenger Locator“, para acompanhamento do viajante em caso de infecção.

Coronavac Inglaterra Londres
Crédito: GoranQ/iStockBrasileiros vacinados com Coronavac não precisarão mais cumprir dez dias de quarentena para viajar a Inglaterra

A decisão, no entanto, vale apenas para a Inglaterra. Outros países que integram o Reino Unido têm autonomia para decidir sobre seus visitantes. A Escócia, País de Gales e a Irlanda do Norte mantêm o Brasil em sua “lista vermelha”.

Israel libera entrada de turistas individuais

Israel foi outro país que anunciou uma flexibilização nas regras de entrada de turistas. O país abriu as fronteiras para viajantes internacionais solos totalmente vacinados, incluindo a Coronavac. No entanto, o imunizante não pode ter sido tomado há mais de seis meses.

Além do comprovante de vacinação, os viajantes também deverão apresentar um teste PCR feito no máximo 72 horas antes da partida e fazer um segundo teste na chegada.  Também é preciso preencher a declaração de passageiro ((https://corona.health.gov.il/en/flights/) antes de entrar em Israel.

 Portão de Damasco, entrada para a cidade velha de Jerusalém
Crédito: Noam Chen/Ministério do Turismo de IsraelPortão de Damasco, entrada para a cidade velha de Jerusalém

Turistas que não possuam um certificado digital de vacinação verificável pelo Ministério da Saúde israelense, como é o caso dos brasileiros, devem declarar seu status de vacinação no formulário, preencher um pedido para encurtar o período de isolamento, anexar os documentos requisitados e aguardar o recebimento de um passe verde para o embarque.

Outras medidas obrigatórias são ingressar no país pelo principal aeroporto de Israel (Ben-Gurion) e não ter passado nos últimos 14 dias por um dos países da lista vermelha que indicam altas taxas de infecção (o Brasil não está nesta lista desde o começo de outubro).

Compartilhe: