Últimas notícias:

Loading...

Itália reabre para turistas brasileiros; confira as regras

País europeu é um dos últimos a retirar as medidas restritivas para entrada de brasileiros

Por: Redação

Após quase dois anos fechada, a Itália reabriu nesta terça-feira, 1, suas fronteiras para turistas brasileiros. Para entrar no país europeu, basta apresentar o comprovante de vacinação completo contra a covid-19.

As vacinas aceitas são as Pfizer, Astrazeneca ou Janssen, que são os imunizantes aprovados pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

Itália
Crédito: Anton Aleksenko/iStockItália reabre fronteiras para turistas brasileiros; confira as regras

No entanto, os viajantes brasileiros vacinados com Coronavac e que tenham recebido a dose de reforço da Pfizer ou da AstraZeneca também serão aceitos.

Os comprovantes de vacinação emitidos pelo ConecteSUS ou Poupatempo (caso de São Paulo) também são válidos, desde que estejam em inglês.


#DicaCatraca: lembre-se sempre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel, respeitar o distanciamento social e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado?


Os viajantes brasileiros também deverão preencher o Formulário Digital de Localização de Passageiros (PLF) –em formato digital ou em papel– e apresentar um passe sanitário chamado de “green pass” para entrar em espaços públicos e privados da Itália.

O Ministério da Saúde da Itália também aboliu a necessidade de os viajantes fora da União Europeia de cumprirem quarentena.

Itália Fontana
Crédito: Hocus-focus/iStockA exuberante Fontana di Trevi , em Roma, na Itália

A Itália é o último país europeu a retirar as medidas restritivas para entrada de brasileiros.

Regras para entrada na Itália

Confira abaixo um resumo das regras para entrar na Itália:

  • Formulário Digital de Localização de Passageiros (PLF) em formato digital ou em papel;
  • Certificação verde Covid-19 (certificado de vacinação, certificado de recuperação ou teste molecular ou antigênico negativo) ou outra certificação de vacinação reconhecida como equivalente;
  • Somente no caso de não apresentação de uma das certificações acima será aplicada a medida de quarentena por um período de 5 dias com a obrigação de se submeter a testes moleculares ou antigênicos no final do período.
?>