Últimas notícias:

Loading...

Quatro livros de escritores viajantes negros para ler

Guia Negro listou quatro viajantes negros, que não apenas percorrem cidades, mas dividem seus relatos em obras que inspiram novas pessoas a viajar.

Viver viajando ou ter viagens como estilo de vida está em voga numa geração em que o turismo virou um bem de consumo. O fato é que o mundo está cheio de viajantes e a internet tem vários blogueiros e influenciadores de viagem. Alguns deles também relatam em livros suas aventuras pelo mundo. O racismo estrutural faz com a maior parte desses viajantes e influenciadores sejam brancos. Entre os viajantes escritores de livro a realidade se repete.

O Guia Negro listou quatro viajantes negros, que não apenas percorrem cidades, mas dividem seus relatos em obras que inspiram novas pessoas a viajar. Cada um tem um estilo bem diferente do outro. Confira:

1 – Confissões de viajante (sem grana) – Manoela Ramos

Um mergulho profundo em um mar desconhecido. Quem é que tem coragem¿ Muitas são as que viajam para lugares, mas poucas que viagem para dentro de si. Confissões de viajante é um mergulho para o universo interior de uma menina que saiu em busca do paraíso e o encontrou dentro dela. Manoela foi dos lugares mais bonitos que visitei. A publicitária Manoela Ramos dá dicas e retrata seus dias em uma viagem Brasil adentro em que dá dicas de como viajar com pouco dinheiro. Ela conta como é tratada por ser uma mulher, negra, com rastafari viajando. @escritoraviajante, no Instagram, Manoela lançou também “Em busca do Norte”, que narra sua viagem pela região brasileira. Ambos podem ser pedidos ser adquiridos pelo site.

2 – Dias pela Estrada – Guilherme Soares Dias

Lugares, amores, paisagens, pessoas e sentimentos de uma vida em movimento. Como você retrataria seus dias rodando 25 países nos cinco continentes por um ano¿ Dias pela Estada é a reunião dos textos que Guilherme Soares Dias escreveu durante esse período. Um sabático de um viajante e escritor nato, que tentou fugir da escrita, mas foi provocado por e com ela. O resultado são crônicas passionais, poesias do cotidiano e contos dos caminhos. O jornalista usa de personagens e da poesia para contar o presente. A escrita é companheira e confidente e revela uma faceta pouco conhecida de quem o acompanha pelas redes sociais. O livro pode ser adquirido direto com ele no Instagram.

3 – Pegadas do Dinossauro – Reginaldo Coutinho Oliveira

A narrativa inusitada narra a viagem de Iguape ao Egito feita pelo autor. “Aventura que contou com o mínimo de recurso e preparo, foi um sonho que se realizou pela coragem e convicção. A alma inquieta do jovem de 19 anos queria conhecer o mundo e, por meio, do livro, deseja inspirar novas gerações”, afirma. Nascido em Iguape, em 1968, ativista político ajudou na emancipação de Pacaraima, Roraima. O livro não tem data, mas, provavelmente, Reginaldo foi um dos primeiros escritores negros a publicar sobre viagem. Se hoje em dia é pouco comum ver viajantes negros viajantes ele foi numa época que ninguém fazia. Há ainda o “O Pegadas do Dinossauro 2”, em que conta sobre sua viagem pela América Latina. É possível entrar em contato com o autor pelo blog.

4 – Viaja Comigo – Sophia Costa

A publicação nasceu do desejo da viajante de ter um livro, mas como os tempos são outros e ela gosto de inovação, resolveu propor algo diferente! Sophia percebeu que o que eu queria entregar não era só livro, era um guia: um passeio cheio de histórias e dicas dos lugares por onde passou pra inspirar de uma maneira mais interativa e não-linear. Então, porque não lançar esse livro todinho dentro do Instagram? Daí nasceu o InstaGuia: um perfil fechado no Instagram com conteúdo em formato de texto, imagens, vídeos, podcast e tudo mais que a plataforma pode oferecer! “A ideia é que você explore tudo com calma, indo e voltando, sem obrigações e sem linearidade para ir descobrindo, se inspirando e viajando comigo”, afirma Sophia. Confira mais aqui: https://www.pretaspelomundo.com/viaja-comigo.

Quem conhece mais escritores negres que escrevem sobre viagem, marque aqui.

Guia Negro

Em parceria com Guia Negro

O Guia Negro faz produção independente de conteúdo sobre viagens, cultura negra e afroturismo, retratando pessoas, lugares, movimentos e negócios de pessoas negras.

Compartilhe: