Últimas notícias:

Loading...

Restaurante de SP é eleito 7º melhor do mundo; veja lista

Outros cinco restaurantes brasileiros ficaram no TOP 100 do ‘Oscar da gastronomia’

Por: Redação

O restaurante A Casa do Porco, localizado no centro de São Paulo, foi eleito o sétimo melhor do mundo pela lista “The World’s 50 Best Restaurants“, tradicional ranking anual da revista britânica Restaurant, considerado o “Oscar da gastronomia”.

O anúncio foi feito na noite desta segunda-feira, 18, durante evento em Londres. No ano passado, o restaurante comandado pelo casal de chefs Jefferson e Janaina Rueda havia ficado em 17º lugar e, em 2019, ocupou a 39ª posição. Agora, se tornou o único brasileiro entre os 10 primeiros colocados. Com informações do G1.

O restaurante A Casa do Porco, no centro de SP, foi eleito 7º melhor do mundo; veja lista
Crédito: DivulgaçãoO restaurante A Casa do Porco, no centro de SP, foi eleito 7º melhor do mundo; veja lista

O restaurante carioca Oteque ficou na 47ª posição. O Brasil emplacou quatro restaurantes na lista dos 100 melhores do mundo –três de São Paulo e um do Rio de Janeiro. São eles:  D.O.M – São Paulo (53ª); Evvai – São Paulo (67ª); Lasai – Rio (78ª) e Maní – São Paulo (96ª).

O grande vencedor foi o Geranium, da Dinamarca, que possui três estrelas Michelin e é comandado pelo chef Rasmus Kofoed. O restaurante fica dentro de um estádio de futebol na capital Copenhague.

 Interior do Geranium, em Copenhague, na Dinamarca, eleito o melhor restaurante do mundo
Crédito: DivulgaçãoInterior do Geranium, em Copenhague, na Dinamarca, eleito o melhor restaurante do mundo

O peruano Central, de Virgilio Martínez e sua mulher, Pía León, ficou em segundo lugar no ” World’s 50 Best Restaurants” , seguido pelo Disfrutar, de Barcelona, comandado por Oriol Castro, Mateu Casañas e Eduard Xatruch, que já trabalharam com o estrelado Ferran Adrià.

Os 100 melhores restaurantes do muno

1º – Gerânio (Copenhague – Dinamarca)
2º – Central (Lima – Peru)
3º – Disfrutar (Barcelona – Espanha)
4º – Diverxo (Madri – Espanha)
5º – Pujol (Cidade do México – México)
6º- Asador Etxebarri (Atxondo – Espanha)
7º – A Casa do Porco (São Paulo – Brasil)
8º – Lido 84 (Gardone Riviera – Itália)
9º – Quintonil ( Cidade do México – México)
10º – Le Calandre (Rubano – Itália)
11º – Maido (Lima – Peru)
12 º- Uliassi (Senigallia – Itália)
13º – Steirereck (Viena – Áustria)
14º- Don Julio (Buenos Aires – Argentina)
15 º- Reale (Castel di Sangro – Itália)
16º – Elkano (Getaria – Espanha)
17º- Nobelhart & Schmutzig (Berlim – Alemanha)
18 º- Alchemist (Copenhague – Dinamarca)
19º – Piazza Duomo (Alba – Itália)
20º- Den (Tóquio- Japão)
21º- Mugaritz (San Sebastian – Espanha)
22º- Septime (Paris- França)
23º- The Jane (Antwerp – Bélgica)
24º- The Chairman (Hong Kong – China)
25º – Frantzén (Estocolmo – Suécia)
26º- Restaurant Tim Raue (Berlim – Alemanha)
27º- Hof Van Clev( iKruishoutem – Bélgica)
28º- Le Clarence (Paris – França)
29º – St. Hubertus (San Cassiano – Itália)
30° – Florilège (Tóquio – Japão)
31° – Arpège (Paris – França)
32° – Mayta (Lima – Peru)
33° – Atomix (Nova York – Estados Unidos)
34° – Hiša Franko (Kobarid – Eslovênia)
35° – The Clove Club (Londres – Inglaterra)
36° – Odette (Singapura)
37° – Fyn (Cidade do Cabo – África do Sul)
38° – Jordnaer (Copenhaga – Dinamarca)
39° – Sorn (Bangkok – Tailândia)
40° – Schloss Schauenstein (Fürstenau – Alemanha)
41° – La Cime (Osaka – Japão)
42° – Quique Dacosta (Dénia – Espanha)
43° – Baragó (Santiago – Chile)
44° – Le Bernardin (Nova York – Estados Unidos)
45° – Narisawa (Tóquio – Japão)
46° – Belcanto (Lisboa – Portugal)
47° – Oteque (Rio de Janeiro – Brasil)
48° – Leo (Bogotá – Colômbia)
49° – Ikoyi (Londres – Inglaterra)
50° – Single Thread (Healdsburg – Estados Unidos)
51° – Alcalde (Guadalajara – México)
52° – Sud 777 (Cidade do México – México)
53° – D.O.M. (São Paulo – Brasil)
54° Lyle’s (Londres – Inglaterra)
55° – Azurmendi (Larrabezúa – Espanha)
56° – La Colombe (Cidade do Cabo – África do Sul)
57° – Trèsind Studio (Dubai – Emirados Árabes)
58° – Alléno Paris au Pavillon Ledoyen (Paris – França)
59° – Sazenka (Tóquio – Japão)
60° – Rosetta (Cidade do México – México)
61° – La Grenouillère (La Madelaine–sous–Montreuil – França)
62° – Ernst (Berlim – Alemanha)
63° – Chef’s Table at Brooklyn Fare (Nova York – Estados Unidos)
64° – Fu He Hui (Xangai – China)
65° – Le Du (Bangkok – Tailândia)
66° – Sühring (Bangkok – Tailândia)
67° – Evvai (São Paulo – Brasil)
68° – Kjolle (Lima – Peru)
69° – Cosme (Nova York – Estados Unidos)
70° – Zén (Singapura)
71° – Mingles (Seoul – Coreia do Sul)
72° – Atelier Crenn (São Francisco – Estados Unidos)
73° – Kol (Londres – Inglaterra)
74° – Blue Hill at Stone Barns (Pocantico Hills – Estados Unidos)
75° – Samrub Samrub Thai (Bangkok – Tailândia)
76° – Neighborhood (Hong Kong – China)
77° – Table by Bruno Verjus (Paris – França)
78° – Lasai (Rio de Janeiro – Brasil)
79° – Estela (Nova York – Estados Unidos)
80° – AM par Alexandre Mazzia (Marselha – França)
81° – Brat (Londres – Inglaterra)
82° – Sézanne (Tóquio – Japão)
83° – El Chato (Bogotá – Colômbia)
84° – Gimlet at Cavendish House (Melbourne – Austrália)
85° – Raan Jay Fai (Bangkok – Tailândia)
86° – Mikla (Istanbul – Turquia)
87° – Orfali Bros Bistro (Dubai – Emirados Árabes)
88° – Mishiguene (Buenos Aires – Argentina)
89° – Máximo Bistrot (Cidade do México – México)
90° – Wolfgat (Paternoster – África do Sul)
91° – Oriole (Chicago – Estados Unidos)
92°- Indian Accent (Nova Deli – Índia)
93° – Hertog Jan at Botanic Sanctuary (Antuérpia – Bélgica)
94° – Burnt Ends (Singapura)
95° – Meta (Singapura)
96° – Maní (São Paulo – Brasil)
97° – Benu (San Francisco – Estados Unidos)
98° – Tantris (Munich – Alemanha)
99° – Flocons de Sel (Megève – França)
100° – Wing (Hong Kong – China)

?>