Uma viagem ao Japão inspirada nos filmes de Akira Kurosawa

Uma viagem ao Japão deve ser como um filme de Akira Kurosawa. Longa, sem pressa e voltada para dentro.

Neste post, você conhece alguns dos endereços do Japão que serviram de cenário para a filmografia do cineasta, considerado um dos profissionais mais influentes do cinema mundial.

O castelo de Himeji serviu como uma das locações do filme ‘Ran’, de 1985, um dos clássicos de Akira Kurosawa
Crédito: Wei-Te Wong/Flickr-Creative CommonsO castelo de Himeji serviu como uma das locações do filme ‘Ran’, de 1985, um dos clássicos de Akira Kurosawa

Morto há 20 anos, em setembro de 1998, seus filmes eram viagens visuais não só pela mente humana mas também por cenários impressionantes do Japão. Para a sorte de cinéfilos sua carreira de pintor não deu certo, nos anos 30, e logo o cineasta estrearia na indústria do cinema japonês.

Foram-se os pinceis, mas ficaram os matizes que deram novas cores ao cinema mundial.

Epicentro da bomba atômica, no final da 2ª Guerra Mundial, Nagasaki é outro destino japonês onde Kurosawa filmou ‘Rapsódia em Agosto’. Esse filme de 1991 tem Richard Gere no elenco e a própria bomba de Nagasaki como eixo da história
Crédito: Peter Enyeart/Flickr-Creative CommonsEpicentro da bomba atômica, no final da 2ª Guerra Mundial, Nagasaki é outro destino japonês onde Kurosawa filmou ‘Rapsódia em Agosto’. Esse filme de 1991 tem Richard Gere no elenco e a própria bomba de Nagasaki como eixo da história

Sua estreia como diretor foi em 1943, com o filme ‘A Saga do Judô’. Ao longo da carreira de mais de 50 anos, Akira Kurosawa dirigiu 30 filmes, entres eles, clássicos como ‘Sonhos’ e ‘Ran’. Seu último trabalho foi ‘Depois da Chuva’, com roteiro de Kurosawa.

Para viajar nos filmes de Kurosawa, literalmente, o Viagem em Pauta selecionou alguns dos cenários presentes na obra do cineasta (e que podem ser inspiração para uma viagem ao Japão).

Kurosawa com música ao vivo

Para homenagear o aniversário de duas décadas de morte do cineasta, o Estúdio Mawaca, em São Paulo, será palco da exibição do filme “Sonhos” com trilha sonora executada ao vivo pelo YUME PROJECT, na experiência cinematográfica “LIVE DREAMS – Sonhos com trilha sonora ao vivo”.

Estúdio Mawaca, em São Paulo, será palco da exibição do filme “Sonhos” com trilha sonora executada ao vivo pelo YUME PROJECT
Crédito: DivulgaçãoEstúdio Mawaca, em São Paulo, será palco da exibição do filme “Sonhos” com trilha sonora executada ao vivo pelo YUME PROJECT

Composta por Anselmo Mancini e grupo, a performance acontece em São Paulo, em agosto, e terá participação do próprio compositor no piano e samples; Kooi Kawazoe (shamisen e koto); Moisés Pantolfi (vibrafone e percussão); e Silnei Döomaci (flauta transversal e piccolo).

Segundo a produção do evento, “o processo de criação musical respeitou a estética proposta por Kurosawa em sua versão original, mantendo-se assim, ora sonoridades particulares do Japão, ora do ocidente”. Durante a apresentação, os diálogos da obra estarão presentes em sua forma original.

Em parceria com Viagem em Pauta

O Viagem em Pauta é o projeto pessoal do jornalista Eduardo Vessoni, profissional que atua com turismo desde 2008 e já colocou os pés em todos os continentes.

Compartilhe:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário viagemempauta

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.