Últimas notícias:

Loading...

Baixa na Educação: MEC decide tirar TV Escola do ar

O Ministério da Educação (MEC) decidiu não renovar o contrato com a TV Escola, canal educativo com 25 anos de existência dedicado à formação continuada de professores e estudantes no Brasil.

A TV, que abocanhavam 0,06% do orçamento do anual no MEC, foi considerada custosa pelo ministro Abraham Weintraub e “dinheiro jogado fora” pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

No entanto, para educadores, o fim da TV Escola simboliza mais uma grande baixa na Educação. Um retrocesso, principalmente, para as regiões mais distantes dos grandes centros, que encontravam no canal um fonte de referência sobre novas práticas, idéias e métodos de ensino.

A emissora também funcionava como  material de apoio para estudantes. O programa Hora do Enem, por exemplo,  oferecia de forma gratuita conteúdos de qualidade, produzidos por educadores com base nas competências exigidas pelo exame.

Conversamos com ex-funcionários, educadores e especialistas sobre o fim do projeto e os impactos que a decisão pode gerar em uma área tão sensível para o país.

Confira todos os detalhes na reportagem da jornalista Alessandra Petraglia para o Giro Catraca Livre.