Dimenstein: Por que eu defendo a reforma da previdência?

A Câmara aprovou nesta quarta-feira, 10, o texto principal da reforma da Previdência. O placar foi de 379 votos a favor e 131 contra. Eram necessários pelo menos 308 votos (3/5 dos deputados) para aprovar o texto. O projeto ainda poderá ser modificado porque os deputados votarão os destaques, que são pedidos feitos por deputados para votar separadamente uma emenda ou parte do texto.

De acordo com o jornalista Gilberto Dimenstein, a aprovação da reforma está longe do ideal e de também acabar com os privilégios. “O que foi aprovado pode não ser bom, mas é melhor do que está. Porque o rombo está crescendo sem parar e vai inviabilizar as contas públicas. Vai ter menos dinheiro pra Educação, pra Saúde, pra Segurança e assim por diante.” Confira o comentário na íntegra no vídeo:

Leia mais: