Festival fomenta renda para quem teve atividade interrompida

O VilaMundo é uma iniciativa do Instituto Acqua, em parceria com a Catraca Livre

Por: Redação

Para ajudar autônomos, profissionais liberais, informais e artistas que estão sem poder trabalhar por causa do isolamento social ocasionado pela pandemia de Covid-19, a Gooders, plataforma de marketing social, criou o Festival Digital de Conteúdo Popular . A ideia é gerar um incremento de renda, por meio de doações de voluntários, para os participantes que compartilharem seus conteúdos. Para cada R﹩1 doado, a pessoa recebe uma moeda Gooders.

Crédito: Getty Images/iStockphotoProfissionais do artesanato podem ser beneficiados com ações do festival

Como parte da premissa da Gooders, de recompensar pessoas que fazem o bem, se engajando em atividades que gerem impacto social, todos os doadores do festival serão recompensados com moedas Gooders, que podem ser trocados por cupons de descontos em produtos e experiências exclusivas, oferecidas por mais de 60 parceiros de ecommerce de âmbito nacional como Magalu, Extra.com, PontoFrio, Centauro, dentre outros.

A iniciativa aceita a inscrição de conteúdo em vídeo ou em texto, tanto informativos quanto artísticos ou de entretenimento. A ideia, explica Procópio, é que as pessoas que gostarem daquele conteúdo se engajem e gerem as doações.  Para quem quiser participar, a página do Festival dá todas as dicas de como produzir e postar conteúdo para participar. As doações podem ser feitas por meio do site da Gooders e também pelo aplicativo.