Prêmio Cidadão SP homenageia quem reinventa São Paulo

Por: Redação | Comunicar erro

Entrando em sua quinta edição, o Prêmio Cidadão São Paulo – promovido pelo Catraca Livre – vai homenagear personalidades que transformam a cidade de São Paulo em um espaço mais acolhedor, democrático e criativo.

Esse ano, a Categoria de Homenageado Especial condecora o diretor do Sesc, Danilo Miranda, reconhecendo a instituição como fundamental para o acesso democrático da população a atividades culturais, esportivas e educativas. Categoria que já agraciou anteriormente nomes como André Sturm – por voltar a dar luz ao Cine Belas Artes e todas as suas ativações culturais na cidade de São Paulo – e Antônio Nóbrega – por sua contribuição com trabalhos de cultura educação no Instituto Brincante.

As outras categorias 2016 são:

MOBILIDADE – Jairo Marques, jornalista da Folha de S. Paulo
DIREITOS HUMANOS – Djamila Ribeiro, secretária-adjunta da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo
SAÚDE – Antonio Sérgio Petrilli, superintendente médico do Graacc (Grupo de Apoio ao Adolescente e a Criança com Câncer)
MEIO AMBIENTE – Paulo Saldiva, médico patologista e professor da USP
EDUCAÇÃO – Antônio Roberto Ramos, diretor da Escola Estadual Carlos Maximiliano Pereira dos Santos
MOBILIZAÇÃO – Anna Lívia Arida, diretora executiva da Minha Sampa

Premiação

A Praça Roosevelt será o palco para a entrega do Prêmio Cidadão São Paulo. Símbolo da cultura e da recuperação de um espaço público, a Roosevelt passou de lugar abandonado para local de efervescência artística, abrigando os teatros Parlapatões, Satyros e a Escola SP de Teatro. A cerimônia de premiação está marcada para fevereiro de 2017.

Jairo Marques, Antonio Sérgio Petrilli, Paulo Saldiva, Danilo Miranda, Djamila Ribeiro e Anna Lívia Arida
Jairo Marques, Antonio Sérgio Petrilli, Paulo Saldiva, Danilo Miranda, Djamila Ribeiro e Anna Lívia Arida

Compartilhe:

1 / 0