Marcelo D2, Afrojazz e mais atrações animam a Madrugada no Centro

4ª edição da Bienal do Graffiti reúne artistas do mundo inteiro

Memorial da América Latina recebe a 4ª edição da Bienal do Graffiti
Até
28
de outubro 2018
Segunda - Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
Das 9h às 18h

Dezenas de murais pintados por cerca de 80 artistas de todo o planeta ocupam o Memorial da América Latina

O Memorial da América Latina se transformou em um importante reduto de arte urbana até o dia 28 de outubro. Cerca de 80 artistas do mundo inteiro apresentam seus trabalhos na 4ª edição da Bienal do Graffiti. E o melhor: a entrada é gratuita.

Memorial da América Latina
Crédito: Agência BrasilMemorial da América Latina recebe a 4ª edição da Bienal do Graffiti

Além de formarem uma galeria a céu aberto, os murais ocupam a Galeria Marta Traba e parte da biblioteca da instituição. Priorizando diferentes estilos e técnicas, o evento aposta em mega formatos. Os maiores murais têm até quatro metros de largura por três de altura.

vem aí!!!

pre lançamento da 4º Bienal GFA realizado em dezembro de 2017

O encantamento com as obras é parte do evento. Até o dia 28, os visitantes também podem aproveitar outras atividades de entretenimento, como um lounge, um pátio de multifuncional, uma mostra de vídeos educativos, mesas de diálogo, oficinas e performances.

Com curadoria de Binho Ribeiro, um dos precursores da street art no Brasil e idealizador do MAAU – Museu Aberto de Arte Urbana, a edição deste ano bateu o recorde na participação de mulheres: foram 20 ao todo. Alguns destaques ficam para as obras de Ananda Nahu (Bahia), Grazie Gra (São Paulo) e Antisa (Chile).

Uma novidade da 4ª edição da Bienal do Graffiti é a tecnologia. Pela primeira vez o evento fornece QR codes com o perfil do Instagram de cada artista, permitindo uma aproximação com o público.

Acompanhe as novidades pelo Instagram.

Arte na cidade: confira várias exposições em São Paulo

Compartilhe:

Autor: Por: Redação