‘Cão sem plumas’ mostra descaso da elite contra ribeirinhos

Espetáculo da Cia. Deborah Colker é baseado no poema homônimo de João Cabral de Melo Neto

Por: Redação Comunicar erro
Até
02
de junho 2019
Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
De quarta a sábado, às 20h
Domingo, às 17h

Para celebrar os 25 anos de sua Companhia, Deborah Colker apresenta “Cão Sem Plumas“, espetáculo de dança contemporânea baseado no poema homônimo de João Cabral de Melo Neto.

espetáculo cão sem plumas
Crédito: divulgaçãoTrês bailarinas representam a graça e a beleza que há na região

Este é seu primeiro espetáculo de temática explicitamente brasileira. A estreia aconteceu em 3 de junho de 2017, no Teatro Guararapes, em Recife. Desde então, teve apresentações em outras cidades dos EUA, França, Inglaterra, Alemanha, Argentina e Uruguai, entre outras.

Publicado em 1950, o poema acompanha o percurso do rio Capibaribe, que corta boa parte do estado de Pernambuco. Mostra a pobreza da população ribeirinha, o descaso das elites, a vida no mangue, de “força invencível e anônima”. A imagem do “cão sem plumas” serve para o rio e para as pessoas que vivem no seu entorno.

Espetáculo 'Cão Sem Plumas'
Crédito: divulgaçãoEspetáculo ‘Cão Sem Plumas’ mostra como a elite que se nutre do Capibaribe vira as costas para a pobreza

Cão Sem Plumas recebeu em 2018 um dos mais importantes prêmios da dança mundial, considerado o Oscar da dança: o “Prix Benois de la Danse”, em Moscou, na categoria coreografia.

Em São Paulo, o espetáculo acontece no Teatro Sérgio Cardoso, de 23 de maio a 2 de junho, de quarta a sábado, às 22h, e aos domingos, às 17h. Os ingressos custam até R$ 120 e podem ser comprados pela internet neste link.