Últimas notícias:
Loading...

Centro Cultural Afrika traz para SP a diversidade do continente

Programação conta com exposições, música, gastronomia típica, oficinas e acolhimento à cultura e diversidade do continente africano. Saiba tudo:

Quarta - Quinta - Sexta - Sábado

Quarta e quinta, das 18h30 à 01h
Sexta e sábado, das 18h30 às 02h

R$ 15

Imagine um lugar que abrace a cultura e a pluralidade do continente africano e de imigrantes? Essa é a proposta do Centro Cultural Afrika!

O espaço, criado pelo músico e produtor congolês Yannick Delass, promove um intercâmbio cultural entre africanos, afro-brasileiros e o público engajado em conhecer mais a respeito da cultura e das tradições contidas nos países do continente.

O objetivo central é produzir e difundir a arte e os conhecimentos provindos de artistas africanos, oferecendo também, ao público, a oportunidade de conhecer novos talentos, linguagens e produções artísticas de diferentes partes do mundo.

O Centro Cultural Afrika conta com uma intensa programação cultural de quarta a sábado composta por shows, oficinas, bailes e palestras – tido isso com ingressos a R$ 15.

Nas quartas-feiras, há o projeto fixo Quartas de Cumbia, que promove a diversidade intercultural ao trazer ritmos que mostram o potencial da imigração na cidade de São Paulo. Já nas quintas-feiras tem Quinta de Coco e Forró, que reúne atrações que contemplam esses dois gêneros musicais.

E às sextas-feiras, acontece o Afrika Baile. Com uma proposta musical envolvente e dançante, o baile traz ritmos representativos de gêneros musicais africanos distintos, como Aguaya, Decha, Bulawê, Rumba Congolesa, Sebene, Semba, O’Semba e Makossa, além de canções do povo bantu.

O espaço também oferece aulas gratuitas de canto ancestral, lingala (idioma bantu), dança, guitarra congolesa, contrabaixo e culinária Panc (Plantas alimentícias não convencionais). Demais, né?!

Para se inscrever, basta acionar a equipe do Centro Cultural Afrika pelo direct no Instagram. Por lá, você também acompanha a programação completa do espaço.

Ah, mais um detalhe: o centro cultural oferece almoço que fica disponível no cardápio aos sábados, das 11h30 às 16h30. Nos demais dias e horários, há bebidas típicas e porções.

Sobre Yannick Delaas

Yannick Delass é cantor, compositor e guitarrista congolês. Começou sua carreira com sete anos em um coral religioso na República Democrática do Congo, onde se formou em canto e harmonia musical no “Centro Reveil Du Salut”. Ele integrou bandas que contribuíram em sua evolução musical, como FTR Music, no Congo, e Banda da Ilha, em São Tomé e Príncipe.

Cantor, compositor e guitarrista congolês e fundador do Centro Cultural Afrika
Créditos: Instagram @josedeholanda_
Cantor, compositor e guitarrista congolês e fundador do Centro Cultural Afrika

Com 20 anos, deixou a República Democrática do Congo para conhecer o mundo e viver de sua música engajada. Esteve no Gabão, na África do Sul, na Indonésia, em São Tomé e Príncipe, em Cabo Verde e no Brasil, onde se estabeleceu definitivamente em 2016.

O artista já se apresentou em diversos festivais aqui e ao redor do mundo, além de ter subido no palco ao lado de músicos, como Chico César, Luedji Luna, Bira Reis, Léo Bazico, Gerônimo (Brasil), Lokua Kanza (Congo), João Seria (São Tomé e Príncipe) e Nicolas (Chile).

Em carreira solo, produziu três álbuns: “Stop” (2013), “Outros Rios” (2015) e seu último disco, “Espoir (esperança)”, projeto de composições autorais lançado em 2017, tratando de temas como igualdade racial, justiça social, imperialismo, imigração e lutas, no qual composições e arranjos africanos são executados por músicos brasileiros. Ouça a faixa-título do álbum, uma linda canção sobre ter esperança!

Outros espaços culturais em SP? Veja aqui!