Avenida Paulista de ponta a ponta: atrações para todos os gostos


Até
30
de setembro 2018
Segunda - Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
diversos horários
array(3) { ["address"]=> string(22) "São Paulo, SP, Brasil" ["lat"]=> string(11) "-23.5505199" ["lng"]=> string(18) "-46.63330940000003" }

Diversos locais em São Paulo

São Paulo, SP, Brasil

Cidade

O circuito cultural da avenida Paulista é um dos locais mais democráticos na cidade. A região tem uma programação praticamente inesgotável de eventos e atrações para pessoas de todos os perfis, bolsos e tribos.

Para provar que isso é verdade, a Catraca Livre preparou uma listinha com exposições, cinema, música, teatro e muito mais para você aproveitar nos próximos dias.

Equipamentos culturais Avenida Paulista - São Paulo
Confira várias dicas de programas para fazer na avenida mais famosa da cidade

Confira nossas dicas!

  • 1. Exposição no IMS: Irving Penn - Centenário

    Crédito: Rochas Mermaid Dress (Lisa Fonssagrives-Penn), Paris, 1950. Foto de Irving Penn. The Metropolitan Museum of Art, New York. Promised Gift of The Irving Penn Foundation © Condé NastLegenda: Para comemorar os 100 anos de nascimento do fotógrafo Irving Penn, a mostra reúne mais de 230 fotografias

    Exposição Irving Penn: Centenário
    de 21 de agosto a 18 de novembro
    Visitação: de terça a domingo, das 10h às 20h, e quintas, das 10h às 22h.
    IMS Paulista: Avenida Paulista, 2424, Bela Vista
    Grátis

    Organizada pelo Metropolitan Museum of Art, nos Estados Unidos, a mostra apresenta 230 imagens do fotógrafo norte-americano Irving Penn, feitas ao longo dos seus quase 70 anos de carreira. Alguns destaques são fotografias de alta-costura, trabalhos iniciais em Nova York, América do Sul e México, retratos de povos indígenas de Cuzco, no Peru, e retratos de figuras como Truman Capote, Picasso e Joan Didion.

    Irving Penn (1917–2009) estudou no Philadelphia Museum School of Industrial Art e é considerado um dos mais influentes fotógrafos de moda dos anos 1950 e 1960. Ele mantinha o próprio estúdio fotográfico em Nova York, onde retratava personalidades dos mundos do cinema, da música e da arte.

     

  • 2. Teatro no Conjunto Nacional: Carne de Mulher

    Crédito: Lenise PinheiroLegenda: Idealizado pela atriz Paula Cohen, "Carne de Mulher" adapta “Monólogo da Puta no Manicômio”, de Dario Fo e Franca Rame

    Monólogo “Carne de Mulher”, com direção de Georgette Fadel e atuação de Paula Cohen
    De 18 de agosto a 8 de dezembro, aos sábados, às 18h
    Tetro Eva Herz – na Livraria Cultura do Conjunto Nacional – Avenida Paulista, 2073, Belas Vista
    Ingressos: R$50 (inteira) e R$25 (meia-entrada)
    Classificação: 14 anos | Duração: 60 minutos

    Concebida e interpretada por Paula Cohen, a protagonista da peça realiza um manifesto artístico e feminista tomando como base o texto “Monólogo da Puta no Manicômio”, escrito por Dario Fo e Franca Rame em 1977. A obra conta a história de uma mulher que sofreu uma série de abusos ao longo de sua vida e, de repente, decide por em prática, como com a força de um grito, o seu ato de libertação em relação a seus opressores.

  • 3. Teatro no Conjunto Nacional: Memórias Póstumas de Brás Cubas

    Crédito: Alex Silva Jr.Legenda: Com direção de Regina Galdino, espetáculo transforma clássico de Machado de Assis em uma comédia musical

    “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, com direção de Regina Galdino, a partir da obra homônima de Machado de Assis
    Até 6 de dezembro, às quintas, às 21h.
    Tetro Eva Herz – na Livraria Cultura do Conjunto Nacional – Avenida Paulista, 2073, Belas Vista
    Ingressos: R$50 (inteira) e R$25 (meia-entrada)
    Classificação: 14 anos | Duração: 85 minutos

    Indicado aos prêmios APCA e Aplauso Brasil em 2017, o monólogo musical bem-humorado apresenta o icônico personagem machadiano Brás Cubas, interpretado por Marcos Damigo, que, depois de sua morte, revela episódios de sua vida medíocre burguesa e seus casos amoroso. O “defunto autor” fez parte de uma aristocracia amoral, que se divide entre o desejo liberal e a prática escravocrata.

    A ideia da encenação de Regina Galdino é trazer uma visão moderna para o romance de Machado de Assis, destacando seu aspecto cômico-fantástico. O espetáculo mistura as linguagens do teatro, da literatura, da dança e da música.

  • 4. Exposição no Itaú Cultural: German Lorca - Mosaico do Tempo

    Crédito: German LorcaLegenda: Um dos mais importantes fotógrafos brasileiros, German Lorca retratou a modernização de São Paulo

    Exposição “German Lorca: Mosaico do Tempo, 70 anos de fotografia”
    De 25 de agosto a 4 de novembro
    Visitação: de terça a sexta, das 9h às 20h, e aos sábados e domingos, das 11h às 20h
    Itaú Cultural: Avenida Paulista, 149, Bela Vista
    Grátis

    Com curadoria de Rubens Fernandes Jr., a mostra “German Lorca: Mosaico do Tempo, 70 Anos de Fotografia”, revela aspectos da vida e da obra de um dos mais importantes fotógrafos brasileiros, que ainda está em atividade aos 96 anos. Lorca atuou em vários campos da fotografia, tendo registrado, por exemplo, o processo de modernização de São Paulo.

    Dividida em dois andares, a exposição aborda as fotografias mais icônicas do artista, suas diferentes facetas de atuação e sua história no Foto Cine Clube Bandeirante. Além das imagens, a coleção traz certificados, troféus, medalhas e homenagens.

     

  • 5. Exposição no MASP: Histórias Afro-Atlanticas

    Crédito: Mariano Hernandez - divulgaçãoLegenda: "Merengue" (1973), de Jaime Colson, é destaque da exposição no MASP

    Masp e Instituto Tomie Ohtake recebem exposição ‘Histórias Afro-Atlânticas’
    Até 21 de outubro, com visitação de terça a domingo, das 10h às 18h, e às quintas, das 10h às 20h
    Masp – Avenida Paulista, 1578, Bela Vista
    Ingressos: R$35 (inteira) e R$ 17 (meia-entrada), exceto às terças, quando a entrada é gratuita

    O Masp – Museu de Arte de São Paulo e o Instituto Tomie Ohtake uniram-se para realizar a megaexposição “Histórias Afro-Atlânticas”, que exibe nas duas instituições mais de 400 obras, de 210 artistas nacionais e internacionais, sobre os “fluxos e refluxos” da escravidão dos povos atlânticos – termo derivado do fotógrafo Pierre Verger.

    Com curadoria de Adriano Pedrosa, Lilia Schwarcz, Ayrson Heráclito, Hélio Menezes e Tomás Toledo (curador assistente), a exposição cobre cinco séculos de história da arte africana, europeia, latino-americana, norte-americana e caribenha, com artistas de diferentes estéticas e escolas. As obras incluem pinturas, desenhos, esculturas, filmes, vídeos, instalações, fotografias, documentos e publicações de arte.

    Alguns artistas em destaques são Emiliano Di Cavalcanti, Cândido Portinari, Paul Cézanne, Arthur Bispo do Rosário, Pierre Verger, Abdias do Nascimento, Cícero Dias, Jacob Lawrence, Jaime Lauriano, Jean-Baptiste Debret e Andy Warhol.

    Saiba mais sobre a mostra “Histórias Afro-Atlânticas”.

  • 6. Teatro no MASP: Meu Filho Vai Casar

    Crédito: Priscila PradeLegenda: Comédia "Meu Filho Vai Casar" satiriza a importância que as famílias tradicionais falidas dão para seu sobrenome

    “Meu Filho Vai Casar”, com texto de Ed Júlio e direção de Alexandre Reinecke
    Até 7 de outubro, às sextas e aos sábados, às 21h; e aos domingos, às 20h
    MASP Auditório: Avenida Paulista, 1578, Bela Vista
    Ingressos: sextas e domingos – R$50 (inteira) e R$25 (meia entrada)
    sábados –  R$60 (inteira) e R$30 (meia-entrada)
    Classificação: 12 anos | Duração: 90 minutos

    A comédia se passa na década de 1980, quando os falidos Herculano e Adalgiza Barroso Pimenta Leão vivem um casamento de aparências e não se suportam mais. Quando o filho Norberto anuncia o casamento com Serena Urime Constantino Aribello Colonna Mannucci, os pais do rapaz enxergam a chance de sair do lamaceiro, pois deduzem que a menina tem uma situação abastada, já que possui cinco sobrenomes.

    O casal apaixonado pede aos pais do noivo para organizar um jantar para Loretta e Eliseu, os pais da noiva, para oficializar o noivado. Correndo contra o tempo, Adalgiza precisa encontrar uma pobre coitada disposta a assumir a identidade de uma refinada empregada europeia, capaz de preparar uma recepção refinada aos ilustres convidados. Nesse hilário encontro, em que manter as aparências é a única coisa que importa, segredos de família são revelados.

    O elenco é formado por Suzy Rêgo, Anderson Müller, Clara Carvalho, Blota Filho, Martha Meola, Daniel Tavares e Rita Batata.

     

  • 7. Teatro no SESI-SP: Os 3 Mundos

    Crédito: Ligia JardimLegenda: "Os 3 Mundos" é a primeira peça escrita pelos quadrinistas Fábio Moon e Gabriel Bá

    “Os 3 Mundos”, de Fábio Moon e Gabriel Bá
    De 26 de agosto a 9 de dezembro, de quinta a sábado, às 20h, e aos domingos, às 19h.
    Teatro do SESI-SP: Avenida Paulista, 1313, Bela Vista
    Grátis, mas para garantir entrada é preciso fazer reserva online
    Classificação: 14 anos | Duração: 80 minutos

    Imagine um mundo devastado por guerras e habitado por dois grupos antagônicos. Um prega a paz e pratica kung fu e outro age por meio da brutalidade e do medo. Este é o ponto de partida de “Os 3 Mundos”, espetáculo dirigido por Nelson Baskerville, escrito pelos premiados gêmeos quadrinistas Fábio Moon e Gabriel Bá e idealizado pela atriz Paula Picarelli.

    Para criar um ambiente futurista, o cenário é totalmente digital e a construção cênica mescla teatro, cinema, quadrinhos e kung fu. Com exceção de alguns acessórios carregados pelos personagens e uma plataforma, os elementos cênicos são projetados em duas telas dispostas no palco, transformando o espetáculo em uma espécie de animação em 3D.

    Saiba mais sobre a peça “Os 3 Mundos”

  • 8. Exposição na Japan House: Aromas e Sabores

    Crédito: divulgaçãoLegenda: Visitantes podem fazer degustação às cegas de balas gelatinosas

    Exposição “Aromas e Sabores”
    Até 30 de setembro, com visitação de terça a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, das 10h às 18h
    Japan House – Avenida Paulista, 52, Bela Vista
    Entrada: Grátis

    Com curadoria do gastrólogo Felipe Ribenboim, a mostra oferece ao público uma imersão na cultura japonesa por meio do paladar e do olfato. A ideia é que os visitantes descubram as respostas para questões como: quais os sabores básicos (doce, amargo, azedo, salgado e umami) da culinária nipônica e como o corpo humano os identifica? De onde vem o sabor dos alimentos?

     

  • 9. Teatro no Sesc Avenida Paulista: Pontos de Vista de um Palhaço

    Crédito: Facebook (@pontosdevistadeumpalhaco)Legenda: O monólogo "Pontos de Vista de um Palhaço" tem sessões entre 31 de agosto e 2 de setembro

    Espetáculo “Pontos de Vista de Um Palhaço”, concebido por Daniel Warren e Maristela Chelala
    De 31 de agosto a 2 de setembro, na sexta e no sábado, às 21h, e no domingo, às 18h.
    Sesc Avenida Paulista: Avenida Paulista, 119, Bela Vista
    Ingressos: R$20 (inteira), R$10 (meia-entrada) e R$6 (credencial plena)
    Classificação: 16 anos | Duração: 75 minutos

    Inspirado no romance homônimo do  alemão Heinrich Böll (1917-1985), que venceu o Prêmio Nobel de Literatura em 1972, o monólogo “Pontos de Vista de um Palhaço” foi indicado ao Prêmio Shell 2017. Na trama, um  palhaço em crise busca ajuda em uma sessão de terapia em grupo. O protagonista é interpretado por Daniel Warren, que recentemente viveu o personagem conselheiro Orlando na novela “Deus Salve o Rei”,

  • 10. Exposição no Sesc Avenida Paulista: Bill Viola – Visões do Tempo

    Legenda: Exposição sobre o artista artista contemporâneo pioneiro em videoarte e imagem em movimento fica em cartaz até setembro
    Videoarte “Bill Viola – Visões do Tempo”
    Até 9 de setembro, com visitação de terça a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 10h às 19h

    Sesc Avenida Paulista – Avenida Paulista, 119, Paraíso
    Entrada Grátis

    Bill Viola é um artista contemporâneo pioneiro em videoarte e imagem em movimento. A exposição apresenta obras das duas últimas décadas, como as séries de vídeo em tela plana “Martyrs” (2014) e “Transfigurations” (2007/2008) e a a instalação “Inverted Birth” (2014), além de outros trabalhos.

  • 11. Direção de fotografia feminina no Sesc Avenida Paulista

    Crédito: ReproduçãoLegenda: Filme "Corpo Elétrico" será exibido gratuitamente no Sesc Avenida Paulista

    Imagens, olhares e outras narrativas – Direção de fotografia para audiovisual
    De 9 a 30 de setembro – exibição gratuita de filmes sempre aos somingos, às 14h30
    Sesc Avenida Paulista – Avenida Paulista, 119 – Bela Vista

    Para fortalecer a presença feminina na direção de fotografia, o Sesc Avenida Paulista recebe o projeto Imagens, olhares e outras narrativas – Direção de fotografia para audiovisual. Além dos laboratórios e da aula magna com Hélène Louvart, todos os domingos, entre 9 e 30 de setembro, às 14h30, têm exibições gratuitas de filmes e vídeos brasileiros fotografados por mulheres, seguidos por debates com as diretoras de fotografia, uma membra doDAFB – Coletivo das Diretoras de Fotografia do Brasil e uma convidada.

    Confira a programação completa.

  • 12. Indie Festival no CineSesc

    Crédito: ReproduçãoLegenda: "La Flor" é um dos filmes da 12ª edição do Indie Festival

    12ª edição do Indie Festival
    De 12 a 19 de setembro
    CineSesc – Rua Augusta, 2075 – Cerqueira César
    Ingressos: R$ 12 (inteira), R$6 (meia entrada) e R$3,50 (credencial plena)

    Quem curte filmes autorais com propostas experimentais e radicais não pode perder a 12ª edição do Indie Festival. O evento apresenta produções independentes de treze países. Este ano, a ideia é mostrar as transformações do cinema. Muitos deles revelam diferentes relações com o tempo.

    Um dos destaques é o argentino “La Flor”, de Mariano Llinás. Na história, quatro atrizes – Pilar Gamboa, Elisa Carricajo, Laura Paredes e Valeria Correa – interpretam vários personagens, em diferentes histórias e gêneros. Realizado ao longo de 9 anos, o filme tem 14 horas de duração e é exibido em três partes no festival. Para o diretor, a obra deve mostrar a passagem do tempo, o aprendizado e o processo na vida de quatro pessoas.

Bixiga de Adoniran Barbosa tem passeios para todos os gostos

Compartilhe:

Autor: Agência Fática

A Fática é uma agência de comunicação especializada em cultura em suas várias linguagens.