Últimas notícias:

Loading...
EM ALTA

Avenida Paulista de ponta a ponta: atrações para todos os gostos

São muitas atividades diferentonas para curtir gratuitamente ou pagando pouco

O circuito cultural da Avenida Paulista é um dos rolês mais democráticos da cidade. A região tem uma programação praticamente inesgotável de eventos e atrações para pessoas de todos os perfis, bolsos e tribos.

Para provar que isso é verdade, a Agenda Catraca Livre preparou uma listinha com exposições e cinema para você aproveitar nos próximos dias.

Equipamentos culturais Avenida Paulista - São Paulo
Confira várias dicas de programas para fazer na avenida mais famosa da cidade

Vem saber mais:

  • Petra Belas Artes

Todos os dias

Diversos horários

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados pelo próprio organizador do evento

Um dos cinemas mais queridinhos de SP fica ali na região da Avenida Paulista. É o Petra Belas Artes, que vem resistindo bravamente ao tempo, desde 1956 – com alguns percalços no caminho! Inclusive, em 2013, o espaço teve sua fachada tombada pelo patrimônio histórico estadual.

É o lugar perfeito tanto para assistir aqueles clássicos que povoam o imaginário dos cinéfilos de plantão, como “Mephisto” (1981), de István Szabó, ou “Apocalyspe Now: Final Cut” (1979), de Francis Ford Coppola, quanto para acompanhar a produção alternativa.

Cine Petra Belas Artes
Crédito: DivulgaçãoCine Petra Belas Artes funciona com todos os protocolos de segurança das autoridades sanitárias

Esse lugarzinho especial também tem a proposta de valorizar os títulos latino-americanos, incluindo os brasileiros! Bora enaltecer essas cinematografias? É só ficar ligado(a) na programação por este link aqui.

Uma dica: o Petra Belas Artes está sempre se reinventando, então é comum acontecerem algumas atividades diferentonas. Até dia 1º de agosto, por exemplo, é possível reservar uma sala para jogar videogame para até oito pessoas. Saiba mais sobre o Cine Gamer aqui.

  • Reserva Cultural

Todos os dias

Diversos horários

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados pelo próprio organizador do evento

Outro local icônico para visitar na Avenida Paulista é o Reserva Cultural, cinema instalado no prédio da Gazeta, entre as estações Trianon-Masp e Brigadeiro, da Linha verde do Metrô.

Reserva Cultural
Crédito: DivulgaçãoReserva Cultural é um dos cinemas de rua mais tradicionais da capital

Além de ter acesso a uma programação diferente, com bastante foco nos filmes franceses, o público pode se deliciar no bistrô ou no café e ainda adquirir verdadeiras pérolas da literatura e da Sétima Arte em uma simpática livraria. Acompanhe a programação neste link aqui.

  • Japan House

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Das 11h às 17h

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados pelo próprio organizador do evento

Com o propósito de aproximar os brasileiros da cultura nipônica, a Japan House mantém uma programação bem diversificada e gratuita. Com suas exposições, palestras e seminários, o centro cultural já explorou aspectos como design, esportes, arquitetura, cotidiano, literatura e arte japonesas. A instituição até mantém um clube de leitura!

Japan House São Paulo
Crédito: Rogério Cassimiro/ Assessoria de Imprensa Suporte ComunicaçãoJaoan House promove a aproximação do público brasileiro com o Japão

“WINDOWOLOGY: Estudo de janelas no Japão”

Até dia 22 de agosto é possível mergulhar em uma pesquisa profunda sobre arquitetura na Japan House, e suas relações com outras artes e com aspectos do dia a dia no país.

Dividida em nove categorias, a exposição propõe inúmeras leituras sobre a representação da janela nos processos artesanais, em produções audiovisuais, na construção das casas de chá, nos mangás e nas suas diferentes aplicações nos ambientes japoneses e seus múltiplos formatos, que se refinaram e se adaptaram às necessidades das diferentes culturas ao longo da história.

“Lounge Esportivo: Tokyo 2020”

A exposição fica em cartaz até dia 12 de setembro e está focada nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos deste ano.  O público tem acesso a informações sobre a organização das competições no Japão e até curiosidades a respeito da inserção de novas modalidades, como surfe e skate, e a volta do beisebol e do softbol.

Olimpíadas Japan House, Lounge Esportivo: Tokyo 2020
Crédito: Divulgação/ Assessoria de Imprensa Suporte ComunicaçãoLounge Esportivo está cheio de curiosidades sobre a participação do Japão nos Jogos Olímpicos

Além disso, os visitantes descobrem de que maneira o país foi pioneiro ao adotar o design como uma importante ferramenta de comunicação ao sediar as Olimpíadas em 1964. E tem muito mais! Basta reservar seu ingresso online neste link aqui e aproveitar.

  • MASP

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

De terça, quarta, sábado e domingo, das 10h às 18h | De quinta e sexta, das 12h às 18h

Site: masp.org.br

Telefone: (11) 3149-5959

Fundado em 1947 pelo empresário e mecenas Assis Chateaubriand (1892-1968), o MASP foi o primeiro museu moderno brasileiro. Com mostras permanentes e de longa duração, a instituição se define como diversa, inclusiva e plural, cuja missão é estabelecer, de maneira crítica e criativa, diálogos entre passado e presente, culturas e territórios, a partir das artes visuais.

Desde 2017, o MASP tem se destacado por explorar múltiplas narrativas, fora do eixo tradicional. Temas como “histórias da sexualidade” (2017), “histórias afroatlânticas” (2018) e “histórias feministas/histórias das mulheres” (2019) nortearam as exposições de cada ano. O museu foi o primeiro do país a ter uma curadora indígena. Desde 2020, a arte-educadora e artesã Sandra Benites, da etnia Guarani Nhandeva, assume o posto de curadora adjunta de arte brasileira.

“Degas”

Até dia 1º de agosto, é possível apreciar o artista Degas (1834-1917) de uma maneira única. Estão expostas 76 obras dele, todas pertencentes ao acervo da instituição e adquiridas na década de 1950. Esses trabalhos não eram exibidos dessa maneira há 14 anos!

Mostra de Degas no MASP
Crédito: @maspmuseu/ FacebookObserve a obra de Degas de uma forma diferente

Para tornar a experiência ainda mais marcante, a exposição também é composta por fotos em preto e branco das esculturas de bronze do artista, clicadas por Sofia Borges. A fotógrafa fez seus registros em 2020, transformando a obra de Degas de forma inovadora e radical.

“Acervo em Transformação”

Anualmente, o MASP reorganiza suas obras. Isso quer dizer que, até o dia 31 dezembro, o público tem acesso ao que foi pensado para a instituição em 2021. Um dos destaques é a aquisição dos trabalhos do costa-riquenho Federico Herrero, com suas pinturas retratando vivências da paisagem da cultura latino-americana. Sem contar os clássicos de Monet, Manet, Portinari, Di Cavalcanti e outros mestres.

A visita fica ainda mais especial porque tudo fica exposto nos famosos cavaletes de vidro de Lina Bo Bardi, que permitem outra relação com cada obra.

cavaletes da Lina Bo Bardi
Crédito: Eduardo Ortega/ divulgaçãoObras parecem flutuar com os cavaletes projetados por Lina Bo Bardi

“Conceição dos Bugres: tudo é da natureza do mundo”

Como 2021 marca o início de um novo ciclo temático para o MASP, dessa vez pensado para durar dois anos, é a exposição da Conceição dos Bugres que inaugura as “histórias brasileiras” – e fica em cartaz até 30 de janeiro de 2022. E já tem muita coisa boa planejada para celebrar os(as) artistas brasucas!

Conceição dos Bugres, MASP
Crédito: MASP/ divulgaçãoOs bugres em madeira parecidos e diferentes ao mesmo tempo

Conceição ficou conhecida pela produção dos “bugres”, imagens geralmente esculpidas em madeira e cobertas por cera de abelha ou parafina e tinta. Elas também podem ser feitas de pedra sabão e arenito. À primeira vista, os bugres da artista podem parecer todos iguais, até repetidos, mas possuem diferenças sutis em suas expressões. Seu trabalho é um extraordinário ponto fora da curva na escultura brasileira.

  • Itaú Cultural

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Das 12h às 18h | Reserve seu ingresso online

Desde 1987, o Itaú Cultural realiza ações para democratizar o acesso à cultura. A programação desse centro cultural envolve exposições, teatro, cinema, debates e música – e tudo gratuito. E, claro, bem na Avenida Paulista!

Além disso, o espaço dedica-se à pesquisa e produção de conteúdo para o mapeamento, o incentivo e a difusão de manifestações artístico-intelectuais. É um lugar indispensável para saber o que se tem produzido de arte brasileira.

“Espaço Olavo Setubal”

Dois andares do Itaú Cultural preservam uma exposição permanente. Nos pisos 4 e 5 estão representados cinco séculos de história do Brasil, com obras pertencentes a duas coleções específicas do maior acervo de arte de uma companhia privada da América Latina: Brasiliana Itaú e Itaú Numismática.

Itaú Cultural, Espaço Olavo Setúbal
Crédito: DivulgaçãoEspaço Olavo Setúbal reúne acervo permanente

Os visitantes encontram pinturas, desenhos, aquarelas e têmperas, gravuras, mapas, manuscritos de literatura, documentos, periódicos, livros, caricaturas, moedas, medalhas, condecorações, objetos, barras de outro e muitos outros itens que marcaram o cotidiano do país ao longo desse tempo.

Está tudo separado em nove módulos: “O Brasil Desconhecido”, “O Brasil Holandês”, “O Brasil Secreto”, “O Brasil dos Naturalistas”, “O Brasil da Capital”, “O Brasil das Províncias”, “O Brasil do Império”, “O Brasil da Escravidão” e “O Brasil dos Brasileiros”.

  • Sesc Avenida Paulista

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

De terça a Sexta, das 7h às 21h | Aos sábados, das 10h às 18h | É obrigatório agendar a visita online

Site: sescsp.org.br

Telefone: (11) 3170-0800

Outro lugarzinho para ter acesso a uma programação diversificada e acessível é o Sesc Avenida Paulista. Vale muito a pena ficar atento(a) ao site da instituição, sempre atualizado com as novidades. No espaço costumam acontecer exposições, espetáculos de teatro e dança, shows, atividades esportivas e muito mais.

Sesc Avenida Paulista
Crédito: Roberto Assem - Divulgação Sesc Avenida Paulista

Biblioteca

No momento, por conta da pandemia de Covid-19, a maioria das atrações têm acontecido no ambiente virtual. No entanto, com horário marcado por este link aqui, é possível visitar a biblioteca. Por enquanto, o tempo de permanência é restrito há 30 minutos. Mas cada pessoa pode retirar até cinco livros, pelo período de 14 dias, com direito a três renovações. No entanto, é preciso ter a Credencial Plena para usufruir dessa maravilha. Não deixe de levar um documento com foto.

  • Centro Cultural FIESP

Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

De quarta a domingo, das 13h às 20h

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados pelo próprio organizador do evento

Outro lugar incrível para se jogar na Avenida Paulista é o Centro Cultural FIESP. Espere por exposições, peças de teatro e shows gratuitos. Apenas lembre-se de reservar seu ingresso online neste link aqui, pois as atrações são bem concorridas.

“João Carlos Martins: 80 Anos de Música”

Você tem até o dia 26 de setembro para desfrutar dessa exposição inédita sobre um dos grandes maestros e pianistas brasileiros. Há uma série de informações interessantes e curiosidades sobre a carreia de João Carlos Martins. Inclusive, sabia que ele é considerado um dos maiores intérpretes de Bach do século 20 pela crítica internacional?

João Carlos Martins, Avenida Paulista
Crédito: Karim Kahn /Assessoria Sesi-SP e Centro Cultural FiespMaestro e pianista João Carlos Martins é considerado um dos maiores intérpretes de Bach do século 20

Entre as atividades especiais propostas pela mostra, uma das mais divertidas é a possibilidade de comandar uma orquestra, por meio da tecnologia.

“Darwin: Origens & Evolução”

Que tal saber tudo sobre o biólogo Charles Darwin (1809-1882)? Essa exposição especial fica em cartaz até 30 de dezembro!

Quem percorre o espaço fica imerso em elementos de uma das mais importantes teorias do pensamento moderno. Nessa experiência, o público entra em contato com arte, ciência, conhecimento e biodiversidade.

Darwin, Origens & Evolução, Avenida Paulista
Crédito: Museu do Meio Ambiente, Jardim Botânico, Rio de Janeiro. Mapa Fotografia/Rogério von Krüger/ marmiroli ComunicaçãoIlustrações científicas de diversas espécies de pássaros

A mostra está dividida em quatro núcleos: “A ciência antes de Darwin”, “Um novo tempo”, “A jornada do Beagle” e “A origem das espécies”. “Darwin: Origens & Evolução” conta com curadoria da especialista em história da ciência, Magali Romero Sá. Reserve o ingresso e divirta-se!

  • IMS Paulista

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

De terça a domingo, das 12h às 18h | É obrigatório reservar o ingresso online

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados pelo próprio organizador do evento

Site: ims.com.br

Telefone: (11) 2842-9120

Cineteatro, biblioteca, gastronomia, livraria e muitas exposições. Você encontra tudo isso no IMS Paulista, espaço em funcionamento desde 2017. É um reduto perfeito para os amantes de fotografia e cinema. Só não esqueça de garantir seu ingresso online!

Sem contar que o edifício é lindíssimo! São nove andares, todos com pé-direito duplo e tudo realizado a partir de conceitos sustentáveis. O projeto até ganhou o prêmio de melhor obra de arquitetura em São Paulo, concedido pela APCA.

“Palavras cruzadas, sonhadas, rasgadas, roubadas, usadas, sangradas”

Considerado um dos mais importantes fotógrafos brasileiros contemporâneos, Miguel Rio Branco ganhou uma impactante mostra na instituição, em cartaz até dia 22 de agosto. Ele teve o desafio de revisitar toda a sua obra, estabelecendo novas conexões.

Miguel Rio Branco, Avenida Paulista
Crédito: Miguel Rio Branco/ site IMS PaulistaSérie “Billy’s Triptych”, de 1984

Como resultado, o público conhece diversas facetas de sua obra, desde imagens raras em preto e branco, capturadas em Nova York nos anos 1970, até seus trabalhos mais recentes, com características mais experimentais.

“As Metamorfoses”

Para celebrar o centenário de nascimento da fotógrafa Madalena Schwartz (1921-1993), o IMS Paulista montou uma exposição maravilhosa. Ela retratou, como ninguém, os artistas trans, travestis e transformistas que frequentavam a cena cultural alternativa de SP nos anos 70.

exposição Madalena Schawartz no IMS Paulista, Avenida Paulista
Crédito: Dzi Croquettes: Claudio Tovar, Cláudio Gaya, Roberto de Rodrigues (ao fundo) e Paulette, c. 1974. Foto de Madalena Schwartz / Acervo IMSO ensaio retrata artistas transformistas e travestis nos anos 70, em plena ditadura militar

Com curadoria de Gonzalo Aguilar e Samuel Titan Jr., a mostra conta com 112 fotografias dessa maga das imagens, além de mais de 70 itens, como periódicos, documentos, filmes e imagens produzidas por outros fotógrafos.

Cuide-se!

Nesta fase verde da quarentena, todos os museus, cinemas e centros culturais mencionados nesta lista da Avenida Paulista funcionam com capacidade reduzida e seguem protocolos de segurança sanitária que devem ser respeitados por todos os visitantes. Seguem algumas orientações que, de modo geral, servem para a visita a todas as instituições:

O uso de máscara de proteção é obrigatório para todes, e, antes de entrar nesses espaços, você terá a temperatura medida. Respeite a distância entre 1,5 e 2 metros entre as pessoas indicada pela sinalização no chão. Além disso, os museus colocam tapetes sanitizantes e secantes logo na entrada e disponibiliza álcool em gel 70% em vários espaços.

Os serviços de limpeza e higienização foram intensificados nesses locais. Não é permitido o consumo de alimentos ou bebidas dentro das instituições. Antes de decidir visitar as exposições, verifique se é preciso fazer algum tipo de agendamento ou comprar antecipadamente os ingressos.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado? ❤


E tem mais programinhas imperdíveis acontecendo em SP. Veja: