Bailarino Lourenço Homem celebra a diversidade na dança ‘QU4TRO’

Com trilha sonora de André Abujamra, Zé Ed, DJ Raian e da banda alemã 2raumwhonung, espetáculo tem duas apresentações no Centro Cultural Olido

Nos dias

01/09 - 02/09

2020

No sábado, às 20h; e no domingo, às 18h. Ingressos são distribuídos uma hora antes da apresentação.

Grátis

O dançarino e coreógrafo Lourenço Homem celebra as diversidades cultural/étnica e de gênero no espetáculo de dança “QU4TRO”, que tem duas apresentações gratuitas no Centro Cultural Olido, nos dias 1º e 2 de setembro. As sessões acontecem no sábado, às 20h, e no domingo, às 19h, com distribuição de ingressos uma hora antes.

O solo de dança é a sequência do bem-sucedido “Me Leva”, que foi indicado ao Prêmio Bravo de Cultura 2018. A ideia é atualizar questões que envolvem o corpo do bailarino a partir do cruzamento entre suas experiências de vida e questões que precisam ser discutidas no contexto sociopolítico brasileiro atual.

O espetáculo faz referência à diversidade étnica representada pelo encontro de línguas, hábitos e culturas que transformam um corpo; aos elementos simbólicos e rituais necessários à dança; ao pajubá (uma linguagem popular que associa expressões de línguas africanas a expressões do universo LGBT+), como marca da discussão sobre a homossexualidade e a diversidade de gênero; e às figuras das pessoas em situação de rua e dos refugiados, como símbolos de sobrevivência.

A trilha sonora da coreografia tem composições dos brasileiros André Abujamra, Zé Ed e DJ Raian e da banda alemã 2raumwhonung.

Conhecido tanto no Brasil como na Europa, Lourenço Homem começou seus estudos na escola de ballet Ismael Guiser, com Patty Brown, na década de 1980. Em São Paulo, trabalhou com as companhias Cia. Casa Forte, Cisne Negro, Grupo Boi Voador e Teatro Oficina Uzyna Uzona.

Ele se mudou para a Alemanha nos anos de 1990 e teve a oportunidade de trabalhar com importantes grupos e artistas como o Deutsches National Theater, Key Sawao, Ana Mondini, Márcia Haydée, Koffi Koko, Umberto da Silva e Yoshi Oida. Lá também criou a Cia. Lourenço Homem, pela qual produziu os espetáculos “Over Seas”, “Turbo” e “Benefitz”.

Lourenço voltou ao Brasil em 2008 e, desde então, dá continuidade ao trabalho com sua companhia e ministra aulas sobre a técnica que desenvolveu, chamada “ballet release”.

Agência Fática

Em parceria com Agência Fática

A Fática é uma agência de comunicação especializada em produzir conteúdos sobre cultura em suas diferentes linguagens.

Compartilhe: