Imagem do Topo

Estátuas de elefantes colorem o Rio e alertam para maus tratos

Elephant Parade traz 66 obras customizadas por artistas brasileiros como Ziraldo em pontos turísticos e outros locais

Por: Redação | Comunicar erro
Até
29
de novembro 2018
Diversos horários

Anda esbarrando por estátuas de elefantes pelo Rio? É a Elephant Parade, exposição de 66 estátuas customizadas por artistas brasileiros, que estão espalhadas em pontos turísticos e outros locais de movimento da Cidade Maravilhosa. As obras, que imitam o tamanho real de um bebê elefante, chamam a atenção para os maus tratos sofridos pelos animais e podem ser vistas no Cristo Redentor, nas orlas de Copacabana, Ipanema e Leblon, além de outros bairros como Centro, Barra da Tijuca e Lagoa.

Entre o Morro da Urca e o Pão de Açúcar, por exemplo, estão a Elefante Brenda, assinada pelo artista plástico Luca Ewbank, o Elefante Morro de Amor Pelo Rio, criado por Ziraldo e pintado por Levi Cintra, e o Elefante in Wonderland, do artista Rogério Fernandes.

Elephant Parade
Crédito: DivulgaçãoEstátuas de elefantes customizadas por artistas como Ziraldo colorem pontos turísticos do Rio na exposição Elephant Parade
exposição Elephant Parade
Crédito: Bruno Contrino/DivulgaçãoPúblico pode conferir 66 obras em vários bairros da Cidade Maravilhosa
exposição Elephant Parade
Crédito: Bruno Contrino/DivulgaçãoGaleria a céu aberto já passou por diversos países, chamando a atenção para os maus tratos sofridos pelos animais
exposição Elephant Parade
Crédito: Bruno Contrino/DivulgaçãoEstátuas serão leiloadas, e parte da arrecadação vai para projetos sociais locais e de preservação dos elefantes

A Elephant Parade é uma das maiores exposições de arte do mundo e já passou por diversos países. Foi criada em 2006 por dois holandeses, Marc e Mike Spits, depois que pai e filho conheceram na Tailândia um bebê elefante, chamado Mosha, que tinha perdido sua perna depois de pisar numa mina terrestre. Tocados, os dois se inspiraram e fizeram a primeira mostra em Roterdã, na Holanda, em 2007. Desde então, o evento apoia 11 projetos em oito países, através de recursos financeiros, materiais e assistência técnica.

Aqui no Rio, as estátuas serão leiloadas depois da exposição, e parte da verba será revertida para a filantropia local, projetos de preservação dos elefantes e artistas participantes. Encontre a estátuas de elefantes pela cidade!