12 exposições no Rio de Janeiro para visitar sem pagar nada!


Listão contempla mostras em cartaz no MAR, IMS e outros espaços culturais

Pinturas, fotografias, desenhos, instalações e esculturas são só algumas obras presentes nas diversas exposições no Rio de Janeiro.

De olho no circuito carioca, a Catraca Livre garimpou 12 mostras em cartaz que podem ser vistas sem pagar nada, em museus e espaços culturais como o MAR (Museu de Arte do Rio), a CAIXA Cultural e o IMS (Instituto Moreira Salles). Se liga no listão e aproveita!

Exposição ‘Quem Não Luta Tá Morto – Arte Democracia Utopia’
Crédito: DivulgaçãoMais de 60 obras abordam temas como habitação, violência urbana e contra a mulher, racismo e gênero na mostra ‘Quem Não Luta Tá Morto’

Com curadoria de Moacir do Anjos, a exposição apresenta mais de 60 obras de diversos suportes que abordam temas como habitação, violência urbana e contra a mulher, racismo e questões de gênero. São trabalhos de artistas modernos e contemporâneos, como Cildo Meireles, Anna Maria Maiolino, Claudia Andujar, Jaime Laureano e Ayrson Heráclito.

Quando? De terça a domingo, das 10h às 17h | Até 31 de maio de 2019
Onde? MAR | Praça Mauá, 5, Centro
Quanto? Grátis às terças

Obras de Frans Krajcberg na exposição 'Respiração Krajcberg'
Crédito: Mario Grisolli/DivulgaçãoObras de Frans Krajcberg dividem espaço com o acervo permanente da Casa Museu Eva Klabin no projeto ‘Respiração’

O “Projeto Respiração” homenageia Frans Krajcberg, que foi um dos maiores nomes da arte contemporânea brasileira e ativista das causas ambientais. Lado a lado com o acervo permanente do espaço cultural, sete grandes obras, fotos e videoinstalações do artista retratam a destruição da Segunda Guerra Mundial e da natureza, dois momentos marcantes da sua vida.

Quando? De terça a domingo, das 14h às 18h | Até 17 de fevereiro de 2018
Onde? Casa Museu Eva Klabin | Avenida Epitácio Pessoa, 2.480 – Lagoa
Quanto? Grátis aos finais de semana e feriados

Obra de Rita Coppos: Série Cobogó n o 12A e 12B | acrílica sobre tela | 80x60cm | 2018
Crédito: DivulgaçãoObras de quatro visuais resgatam as memórias da Casa de Pedra na exposição ‘Uma Pedra no Meio do Caminho’
  • “Uma Pedra no Meio do Caminho” – Casa de Pedra

Cerca de 30 obras dos artistas visuais Claudio Tobinaga, Maria Amélia Raeder, Rafael Prado e Rita Coppos estão reunidas na exposição coletiva, sob com curadoria de Julie Brasil. São experimentações por meio de colagens e montagens, entre pinturas e instalações, inspiradas na história da Casa de Pedra.

Quando? De segunda a sábado, das 12h às 19h | Até 29 de setembro
Onde? Casa de Pedra | Rua Redentor, 64 – Ipanema
Quanto? Grátis

Obra "Infinito", de Tunga
Crédito: Tunga‘Infinito’ é uma das 200 obras da exposição ‘Tunga – O Rigor da Distração’

O MAR apresenta cerca de 200 obras na exposição-homenagem “Tunga – O Rigor da Distração”. A produção em desenhos do artista é o foco da mostra, que reúne trabalhos — muitos inéditos — feitos entre 1975 e 2015. Filmes, fotografias, textos e esculturas também estão expostos, além de diversos fragmentos do seu pensamento por meio de entrevistas em vídeo e trechos de falas inscritos nas paredes.

Quando? De terça a domingo, das 10h às 17h | Até novembro de 2018
Onde? MAR | Praça Mauá, 5, Centro
Quanto? Grátis às terças

Obra 'Morro da Mangueira, Rio, 1965', de Heitor dos Prazeres, integra a mostra 'O Rio do Samba: Resistência e Reinvenção'
Crédito: DivulgaçãoPintura de Heitor dos Prazeres faz parte do acervo da mostra ‘O Rio do Samba: Resistência e Reinvenção’
  • “O Rio do Samba: Resistência e Reinvenção” – MAR

A história do samba carioca desde o século XIX até os dias de hoje é contada na mostra de longa duração. São cerca de 800 itens que exploram os aspectos sociais, culturais e políticos. Entre eles, obras de Candido Portinari, Di Cavalcanti, Heitor dos Prazeres, Guignard, Ivan Morais, Pierre Verger e Abdias do Nascimento; fotografias de Marcel Gautherot, Walter Firmo, Evandro Teixeira, Bruno Veiga e Wilton Montenegro; gravuras de Debret e Lasar Segall; parangolés de Helio Oiticica e uma instalação de Carlos Vergara.

Quando? De terça a domingo, das 10h às 17h | Até 10 de março de 2019
Onde? MAR | Praça Mauá, 5, Centro
Quanto? Grátis às terças

Fotografia 'Mulher em casa' [Xique-Xique, BA, 2013], da Mostra 'O Sertão de João Machado'
Crédito: João MachadoMostra ‘O Sertão de João Machado’ reúne 40 registros do fotógrafo que resgatam memórias da sua infância

A mostra apresenta 40 registros de João Machado, um dos grandes nomes da fotografia documental, feitos na cidade de Xique-Xique, na Bahia, onde o artista nasceu e cresceu. “O Sertão de João Machado” é um recorte do trabalho desenvolvido pelo fotógrafo nos últimos 15 anos e resgata memórias da sua infância, como o céu estrelado do sertão baiano, a terra de chão batido, a poeira amarelada, os romeiros e os carroceiros.

Quando? De terça a domingo, das 10h às 21h | Até 2 de dezembro
Onde? CAIXA Cultural | Avenida Almirante Barroso, 25 – Centro
Quanto? Grátis

Obra 'Disparate Alegre' integra a exposição 'Loucuras Anunciadas - Francisco Goya'
Crédito: Divulgação ‘Loucuras Anunciadas’ apresenta as últimas obras gráficas de Goya na Caixa Cultural

A exposição reúne as últimas obras gráficas de Francisco Goya, que retratam o período mais obscuro e complexo da sua produção. São 20 gravuras do renomado pintor espanhol, que integram a coleção “Disparates” e revelam visões, violência, sexo, deboche às instituições relacionadas com o regime absolutista e crítica aos costumes e à Igreja.

Quando? De terça a domingo, das 10h às 21h | Até 7 de outubro
Onde? CAIXA Cultural | Avenida Almirante Barroso, 25 – Centro
Quanto? Grátis

Exposição 'Último Império'
Crédito: @caixaculturalriodejaneiro/FacebookFotografias de Serguei Maksimishin revelam o cotidiano da Rússia contemporânea na exposição ‘Último Império’
  • “O Último Império” – CAIXA Cultural

O fotógrafo russo Serguei Maksimishin, considerado um dos maiores nomes de sua geração em âmbito mundial, apresenta um ousado retrato da atualidade de seu país na exposição. A mostra proporciona ao público uma visita à Rússia contemporânea através de 65 fotografias que revelam o cotidiano por meio de uma testemunha sensível e objetiva. São imagens que permitem ao espectador uma imersão no complexo e profundo universo de um país de proporções continentais.

Quando? De terça a domingo, das 10h às 21h | Até 14 de outubro
Onde? CAIXA Cultural | Avenida Almirante Barroso, 25 – Centro
Quanto? Grátis

Exposição 'Asas da Imaginação'
Crédito: DivulgaçãoExposição ‘Asas da Imaginação’ reúne obras de Cida Mansur feitas com materiais que iriam para o lixo

“Asas da Imaginação” – GAU

Cida Mansur apresenta suas obras de arte feitas com materiais que poderiam estar no lixo, poluindo o meio ambiente. Peças de computadores, placas, CDs, discos de vinil, espelhos quebrados, coadores de café, sobras de tinta, tampinhas e retalhos são algumas matérias-primas usadas pela artista para criar objetos de beleza e reflexão.

Quando? De segunda a sexta, das 9h às 17h | Até 28 de setembro
Onde? Galpão das Artes Urbanas Helio G. Pellegrino (GAU/Comlurb) | Avenida Padre Leonel Franca, s/nº – Gávea
Quanto? Grátis

Mostra 'Martin Luther King - Legado & Inspiração'
Crédito: DivulgaçãoLivros e 15 painéis integram a mostra ‘Martin Luther King – Legado & Inspiração’, em cartaz na Biblioteca Parque Estadual
  • “Martin Luther King – Legado & Inspiração” – Biblioteca Parque Estadual

Livros e 15 painéis retratam a história da vida e do trabalho de Dr. Martin Luther King, um dos mais importantes ativistas dos direitos civis para os negros da História mundial, ganhador do Prêmio Nobel da Paz de 1964. A programação da mostra conta ainda com a exibição semanal dos filmes “Selma, Uma Luta Pela Igualdade”, cinebiografia de Ava Du Vernay, e “Duelo de Titãs”.

Quando? De segunda a sexta, das 9h às 17h | Até 28 de setembro
Onde? Biblioteca Parque Estadual | Avenida Presidente Vargas, 1261 – Centro
Quanto? Grátis

Sem título. Bamako, Mali, 1948-1962
Crédito: Seydou Keïta/ caac – The Pigozzi Collection, GenebraFotografias de Seydou Keïta registram as expressões e os gostos dos habitantes de Mali

O IMS (Instituito Moreira Salles) abriga exposição com 130 obras do fotógrafo maliano Seydou Keïta, considerado um dos precursores dos retratos de estúdio na África. Registradas entre 1948 e 1962, as imagens retratam as expressões e os gostos dos habitantes do Mali, e documentam ainda um período de transformação no país, que caminhava rumo à sua independência.

Quando? De terça a domingo, das 11h às 20h | Até 27 de janeiro de 2019
Onde? IMS | Rua Marquês de São Vicente, 476 – Gávea
Quanto? Grátis

Exposição 'Kilombo - A África que habita em nós'
Crédito: Maria Daniel BalcazarExposição de fotografia retrata a vida cotidiana e o sincretismo religioso das práticas e costumes culturais afro-brasileiros

Captados sob um olhar afetivo da fotógrafa boliviano-americana Maria Daniel Balcazar durante sua passagem pelo Rio de Janeiro, pela Bahia e por Minas Gerais, 32 registros resgatam a herança africana do Brasil e estão reunidos na mostra. O cotidiano, o sincretismo religioso, as práticas e os costumes culturais afro-brasileiros foram retratados em locais como favelas, quilombos, terreiros, procissões, cemitérios e a lavoura.

Quando? De terça a domingo, das 12h às 19h | Até 14 de outubro
Onde? CCJF (Centro Cultural Justiça Federal) | Avenida Rio Branco, 241 – Centro
Quanto? Grátis

Peças de teatro 0800 ou baratinhas para curtir no Rio

Compartilhe:

Autor: Por: Redação