Dez exposições no Rio de Janeiro para visitar sem pagar nada!


site: Cidade

Publicidade

Listão especial contempla mostras em cartaz no CCBB, MAR, Paço Imperial e outros espaços culturais

Pinturas, fotografias, desenhos, instalações e esculturas são só algumas obras presentes nas diversas exposições no Rio de Janeiro.

De olho no circuito carioca, a Catraca Livre garimpou dez mostras em cartaz que podem ser vistas sem pagar nada, em museus e espaços culturais como o CCBB (Centro Cultural do Banco do Brasil), o MAR (Museu de Arte do Rio) e o Paço Imperial. Se liga no listão e aproveita!

'Parabólica', de Gyula Kosice
Crédito: DivulgaçãoObra de Sandu-Darie é um dos 120 itens do acervo que forma a mostra ‘Construções Sensíveis’ no CCBB-Rio

A exposição “Construções Sensíveis” apresenta 120 obras da arte abstrata da América Latina no CCBB. Montada a partir da coleção Ella Fontanals-Cisneros pelos curadores Rodolfo de Athayde e Ania Rodríguez, ela reúne desenhos, pinturas, esculturas, objetos, instalações, fotografias e vídeos de 60 artistas. Junto ao importante legado do concretismo e neoconcretismo brasileiros, são apresentadas as poéticas abstratas que prosperaram em outros países a partir dos anos de 1930: Argentina, Uruguai, Cuba, Venezuela, Colômbia e México.

Quando? De quarta a segunda, das 9h às 21h | Até o dia 17 de setembro
Onde? CCBB | Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Quanto? Grátis

Obra "Infinito", de Tunga
Crédito: Tunga‘Infinito’ é uma das 200 obras de Tunga expostas no MAR dentro da mostra ‘Tunga – O Rigor da Distração’

O MAR apresenta cerca de 200 obras na exposição-homenagem “Tunga – O Rigor da Distração”. A produção em desenhos do artista é o foco da mostra, que reúne trabalhos — muitos inéditos — feitos entre 1975 e 2015. Filmes, fotografias, textos e esculturas também estão expostos, além de diversos fragmentos do seu pensamento por meio de entrevistas em vídeo e trechos de falas inscritos nas paredes.

Quando? De terça a domingo, das 10h às 17h | Até novembro de 2018
Onde? MAR | Praça Mauá, 5, Centro
Quanto? Grátis às terças

Obra 'Morro da Mangueira, Rio, 1965', de Heitor dos Prazeres, integra a mostra 'O Rio do Samba: Resistência e Reinvenção'
Crédito: Facebook/@museudeartedorioPintura de Heitor dos Prazeres faz parte do acervo da mostra ‘O Rio do Samba: Resistência e Reinvenção’
  • “O Rio do Samba: Resistência e Reinvenção” – MAR

A história do samba carioca desde o século XIX até os dias de hoje é contada na mostra de longa duração. São cerca de 800 itens que exploram os aspectos sociais, culturais e políticos. Entre eles, obras de Candido Portinari, Di Cavalcanti, Heitor dos Prazeres, Guignard, Ivan Morais, Pierre Verger e Abdias do Nascimento; fotografias de Marcel Gautherot, Walter Firmo, Evandro Teixeira, Bruno Veiga e Wilton Montenegro; gravuras de Debret e Lasar Segall; parangolés de Helio Oiticica e uma instalação de Carlos Vergara.

Quando? De terça a domingo, das 10h às 17h | Até 10 de março de 2019
Onde? MAR | Praça Mauá, 5, Centro
Quanto? Grátis às terças

Fotografia da exposição 'Celacanto'
Crédito: DivulgaçãoFotografias de Odir Almeida capturadas do mar integram a exposição ‘Celacanto’

O Rio de Janeiro pode ser visto do mar na exposição “Celacanto”, que reúne 21 fotografias, vídeos e looping de imagens. Sob o olhar de Odir Almeida, a mostra retrata essa outra Cidade Maravilhosa que surge no horizonte, capturada da linha d’água para a terra: ondas se agigantam, edifícios parecem peças de brinquedo e montanhas são parcialmente cobertas pelo movimento constante – e nunca o mesmo – das ondas do mar.

Quando? De terça-feira a domingo, das 11h às 22h | Até 5 de agosto
Onde? Centro Cultural Oi Futuro | Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo
Quanto? Grátis

Obra 'Milagres' integra a mostra 'Quarto de Hipólita'
Crédito: Diogo Calil/DivulgaçãoBarbies em situações cruéis provocam uma reflexão sobre a construção do imaginário feminino na mostra ‘Quarto de Hipólita’,
  • “Quarto de Hipólita” – Espaço Cultural Correios Niterói

Júnia Azevedo propõe uma reflexão sobre estereótipos femininos na exposição “Quarto de Hipólita”, mostrando bonecas do tipo Barbie em situações dramáticas, duras e cruéis, distantes do mundo de fantasia proposto pela indústria de consumo.

Quando?  De segunda a sábado, das 11h às 18h | Até 8 de setembro
Onde?  Espaço Cultural Correios Niterói | Avenida Visconde do Rio Branco, 481- Centro
Quanto? Grátis

Crédito: Gabi Carrera/DivulgaçãoPinturas tratam do cromatismo, da propagação de luz e remetem à ideia de infinito e continuidade na mostra de Suzana Queiroga
  • “Suzana Queiroga” – Cassia Bomeny Galeria

Suzana Queiroga apresenta quinze trabalhos inéditos em exposição individual totalmente dedicada à pintura. Com curadoria de Fernando Cocchiarale, a mostra reúne obras com cores que passam pelo azul, verde e violeta, tratando do cromatismo, da propagação de luz e remetendo à ideia de infinito e continuidade.

Quando? De segunda a sexta, das 10h às 19h | Sábado, das 10h às 15h | Até 15 de agosto
Onde? Cassia Bomeny Galeria | Rua Garcia D´Avila, 196 – Ipanema
Quanto? Grátis

Pintura de Delson Uchôa, que integra a mostra 'Autofagia — Eu Devoro Meu Próprio Tempo'
Crédito: Divulgação‘Autofagia — Eu Devoro Meu Próprio Tempo’ reúne pinturas multicoloridas de Delson Uchôa, criadas a partir de obras passadas
  • “Autofagia — Eu Devoro Meu Próprio Tempo” – Anita Schwartz Galeria de Arte

Seis trabalhos inéditos em grande formato de Delson Uchôa formam a mostra “Autofagia — Eu Devoro Meu Próprio Tempo”. O artista é reconhecido por sua pintura multicolorida, em que alia elementos da cultura popular e erudita. Uma característica desta produção é o que ele chama de “autofagia”: frequentemente, Uchôa volta a um trabalho antigo e o amplia, enxertando outras pinturas ou pedaços às sucessivas camadas de pintura sobre resina retiradas do chão.

Quando? De segunda a sexta, das 10h às 20h Z Sábado, das 12h às 18h | Até 18 de agosto
Onde? Anita Schwartz Galeria de Arte | Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea
Quanto? Grátis

Fotografia da exposição 'Morada do Caboclo'
Crédito: Felipe FittipaldiFotografias da exposição ‘Morada do Caboclo’ mostram o impacto da modernização e do êxodo juvenil no sertão da Bahia

Imagens do sertão baiano diante dos impactos do êxodo juvenil e da modernização foram captadas pelo fotógrafo Felipe Fittipaldi e podem ser vistas agora em “Morada do Caboclo”. Com curadoria de Marco Antonio Portela, a exposição reúne 20 fotografias e um filme.

Quando? De terça a domingo, das 12h às 19h | Até 5 de agosto
Onde? CCJF | Av. Rio Branco, 241 – Centro
Quanto? Grátis

Obra 'Barriga Laranja Tratada', da exposição 'Corpos Estranhos'
Crédito: Divulgação‘Corpos Estranhos’ apresenta cerca de 15 esculturas em cerâmica, assinadas pela artista visual Ana Kesselring
  • “Corpos Estranhos” – Paço Imperial

Inédita, a mostra “Corpos Estranhos” exibe cerca de 15 esculturas em cerâmica, produzidas por Ana Kesselring entre 2016 e 2018, entre São Paulo e Lisboa. Há uma relação entre as formas e diversos corpos (humano, animal, vegetal, mineral), já que as obras são produzidas, em grande parte, a partir de moldes que a artista faz de legumes, frutas, pedras, conchas, ossos e outros elementos da natureza.

Quando? De terça a sexta, das 12h às 19h | Sábados e domingos, das 12h às 18h | Até 26 de agosto
Onde? Paço Imperial | Praça XV, 48 – Centro
Quanto? Grátis

Obra 'Disparate Alegre' integra a exposição 'Loucuras Anunciadas - Francisco Goya'
Crédito: Divulgação ‘Loucuras Anunciadas’ apresenta as últimas obras gráficas de Goya na Caixa Cultural

A exposição reúne as últimas obras gráficas de Francisco Goya, que retratam o período mais obscuro e complexo da sua produção. São 20 gravuras do renomado pintor espanhol, que integram a coleção “Disparates” e revelam visões, violência, sexo, deboche às instituições relacionadas com o regime absolutista e crítica aos costumes e à Igreja.

Quando? De terça a domingo, das 10h às 21h | Até 7 de outubro
Onde? CAIXA Cultural | Avenida Almirante Barroso, 25 – Centro
Quanto? Grátis

Publicidade

Compartilhe:

Autor: Por: Redação
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade