Porto Maravilha: conheça vários rolés criativos pertinho da Praça Mauá

Conheça como esse lugar irado na região portuária do rio passou de cais a polo cultural

Por: Redação

Quem faz um rolé hoje pela Praça Mauá não consegue imaginar que lá era um lugar intransitável há poucos anos. Isso tem mudado graças ao projeto urbanístico Porto Maravilha, uma parceria público-privada que tem a missão de revitalizar a região portuária completamente até 2026.

Mural de graffiti no Porto Maravilha
Crédito: Bruno Bartholini /CdurpProjeto Porto Maravilha tem até 2026 para concluir as obras de reconstrução da infraestrutura urbana na região portuária do Rio

Inaugurada em 1910, a Praça Mauá era naquela época um importante ponto de recepção de navios com mercadorias e turistas na zona portuária. No entanto, graças ao abandono do poder público, a região ficou sinistra e, por volta dos anos 2000, era super perigoso caminhar à noite por lá.

Depois de uma mega reforma de quatro anos, a praça foi reinaugurada em 2015 e teve seu tamanho expandido em seis vezes (graças à derrubada do elevado da Perimetral), passando a ocupar a área da avenida Rio Branco até a beira da Baía de Guanabara.

FORTALEZA DE SÃO JOÃO: CONHEÇA A HISTÓRIA DO RIO NESTE LUGAR IRADO

Com essa mudanças, o Porto Maravilha assumiu sua vocação cultural e de polo da Economia Criativa na Cidade Maravilhosa, com direito a museus, restaurantes, espaços alternativos, graffitis e vários outros rolés maneiros.

Confira alguns desses passeios incríveis!

  • Museu do Amanhã

Dava até para começar por outro lugar, mas este espaço cultural conquista qualquer um que passe pela praça. Seja por sua arquitetura diferentona, pelas temáticas modernas e futuristas das exposições ou até mesmo para tirar uma foto do lado de fora.

Para conhecer por dentro, o primeiro conselho é PROGRAME-SE. Aos finais de semana e feriados, quando a cidade fica naturalmente mais cheia, podem rolar umas filas monstruosas. Pegue seu ingresso antecipado e se garanta.

Onde? Ali na Praça mesmo
Quando? Terça a Domingo, das 10h às 18h (com a última entrada às 17h)
Quanto? R$ 20 inteira e R$ 10 meia-entrada – grátis às terças
Confira a programação do Museu!

Museu do Amanhã
Museu do Amanhã
  • MAR – Museu de Arte do Rio

Inaugurado em 2013, o MAR é um pacotão completo: arte, educação, música e uma vista linda da Praça Mauá.

Além dos salões de exposição, sempre recheados de mostras muito legais, todo mês tem o MAR de Música, com apresentações nos pilotis, além de programas educativos e um terraço de fazer inveja.

Onde? Praça Mauá
Quando? Terça a Domingo, das 10h às 18h (com a última entrada às 17h)
Quanto? R$ 20 inteira e R$ 10 meia-entrada – grátis às terças
Confira a programação do Museu!

MAR
O MAR é esse museu lindão na Praça Mauá
  • Roda-gigante Rio Star

Parece Londres, mas não é! A cariocada e os turistas ganham uma roda-gigante de 90 metros e 54 gôndolas climatizadas, no estilo London Eye! Batizada Rio Star, ela foi construída na Orla Conde, Zona Portuária – ou Porto Maravilha, como você preferir!

Lá do alto você terá uma vista incrível da paisagem carioca, podendo contemplar pontos turísticos como o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, o Relógio da Central do Brasil, a Baia de Guanabara, a Ponte Rio-Niterói, a Cidade do Samba, o Museu do Amanhã e muito mais!

Saiba mais sobre este rolé aqui

Roda-gigante - Rio de Janeiro
Crédito: Cdurp/DivulgaçãoRio ganha uma roda-gigante para chamar de sua!

Onde? Orla Conde, Zona Portuária
Quando? todos os dias, das 10h às 18h
Quanto? R$59 (na bilheteria) e R$49 (online)

  • Angu do Gomes

Um dos restaurantes mais tradicionais da cidade honra seu nome com pratos muito saborosos e preços razoáveis.

O angu tradicional é imperdível (R$ 22,50), mas o prato também pode ser pedido na versão vegetariana, com frutos do mar, frango, calabresa ou carne moída. O angu também serve para massa do bolinho, que sai a R$ 6,30, a unidade. Se estiver cheio, sol a pino e você ansiosx, deixe para outro dia. Mas se estiver com tempo e paz no coração, pare para uma cerveja pelo menos.

Angu do Gomes
Crédito: @angudogomes/FacebookHUMMMMMMMMMM! É bem pertinho da Praça Mauá

Onde? Rua Sacadura Cabral, 75, Praça Mauá Rio de Janeiro
Quando? Segunda a quinta, das 11h às 22h | Sexta, das 11h às 23h | Sábado, domingo e feriado, das 11h às 18h

  •  Graffitis

Revitalizada, a região ganhou obras de diversos artistas que colorem o caminho pelos armazéns, saindo da Praça. Destaque para o mural “Etnias”, do paulistano Eduardo Kobra, declarado pelo Guinness Book de 2016 como o maior do mundo.

Outro campeão de cliques dos visitantes é o graffiti de Rita Wainer com os dizeres “Saudade é amor / Te sigo esperando”. Destaque ainda para o desenho da carioca Panmela Castro, artista que sempre ressalta a mulher e as questões de gênero.

mural de Eduardo Kobra na Praça Mauá
Detalhe do mutal “Etnias”, de Eduardo Kobra
  •  Casa Porto

Um dos lugares que movimenta culturalmente a região, a casa é reduto do samba e pilar da valorização cultural da Zona Portuária do Rio. Tem toda uma programação cultural com música, encontros de artistas e gastronomia. Se ligue aqui!

Casa Porto
Crédito: @casaporto.rio/FacebookCasa Porto é um rolé irado com samba e várias delícias

Onde? Largo de São Francisco da Prainha, 4, Saúde
Quando? Segunda a sexta, das 10h às 22h (Intervalo entre 12h e 13h) e sábados, das 11h às 18h

  • Orla Conde ou Boulevard Olímpico

Um passeio público lindo com 3,5km de extensão, que liga o Armazém 8 do Porto Maravilha à Praça da Misericórdia, passando por 28 pontos culturais da cidade – entre eles, os museus do Amanhã e de Arte do Rio e o Mural Etnias que citamos por aqui.

Por lá acontecem feiras culturais e é uma oportunidade para caminhar pelo centro, visitando a Praça Marechal Âncora, passando pela Igreja da Candelária, chegando à Praça Mauá e indo até a Praça Muhammad Ali.

Onde? Orla entre o Mosteiro São Bento e o AquaRio

Orla Conde
Crédito: Getty Images/iStockphotoOrla Conde, entre a Praça Mauá e a Praça XV
  • Pedra do Sal e Quilombo

Tradição e resistência. Tombada em 1984 pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural, a Pedra do Sal reúne a Comunidade Remanescentes de Quilombos da região e é um reduto da cultura negra, do samba e do choro.

Às segundas, a Pedra do Sal recebe cariocas e turistas que lotam o lugar para bebericar e ouvir boas rodas de samba. Este é o único monumento religioso que preservou a cultura afro-brasileira na região.

Onde? Rua Argemiro Bulcão – Saúde

Pedra do Sal
Crédito: Alexandre Macieira/RioturPedra do Sal tem rodas de samba às segundas-feiras
  • Jardim Suspenso do Valongo

Muito próximo à Pedra do Sal, tem um outro passeio que vale e muita gente não conhece. Na subida do Morro da Conceição tem um jardim lindo, com mirante e tudo, perfeito para tirar fotos e passear. Tem paisagismo no estilo de jardim francês e réplicas das estátuas dos Deuses Minerva, Marte, Ceres e Mercúrio.

Jardim do Valongo
Crédito: Bruno Lima - site Porto MaravilhaNo Jardim Suspenso do Valongo dá para tirar aquela selfie irada!

Onde? Rua Camerino, s/n – Centro
Quando? Terça a domingo, das 10h às 18h

  • Circuito Herança Africana

Se você curte aquele rolézinho histórico, não pode perder o passeio Circuito de Herança Africana, que visita vários pontos importantes na região portuária do Rio que nos ajudam a compreender o processo da Diáspora Africana, a formação da sociedade brasileira e dimensões da vida dos africanos e seus descendentes.

Esses lugares são: o Largo de São Francisco da Prainha, a Pedra do Sal, o Morro da Conceição, o Jardim Suspenso do Valongo, o Centro Cultural Pequena África, a Casa da Tia Ciata, o Largo do Depósito, o Armazém Docas Dom Pedro II, o Cais do Valongo, a Casa de Machado de Assis, Centro Cultural José Bonifácio,  o  Cemitério dos Pretos Novos e o Lazareto.

Cemitério dos Pretos Novos
Crédito: Site do Porto MaravilhaO Cemitério dos Pretos Novos é uma das paradas do passeio

As visitas guiadas são gratuitas, mas é preciso fazer inscrição no site do projeto, onde também é possível conhecer as próximas datas do passeio.

  • Armazém da Utopia

Administrado pela Cia. Ensaio Aberto, o Armazém da Utopia é um galpão centenário com 5 mil metros quadrados no Porto Maravilha, que costuma receber peças de teatro, shows, artes visuais, cinema e várias outras atividades.

Entre os eventos que já passaram por lá estão o Festival do Rio, o Rio H2K e o Tudo é Jazz no Porto. A arquitetura do espaço é marcada por paredes de tijolos aparentes e estrutura em aço.

Armazém da Utopia
Crédito: @CompanhiaEnsaioAberto/FacebookO Armazém da Utopia é a sede da Cia. Ensaio Aberto

Onde? Armazém 6 da Orla Conde (Boulevard Olímpico)
Confira a programação do espaço aqui

Conheça também vários museus no Centro do Rio:

1
BH: Jetiboca tem café incrível a R$ 3, pão de queijo e muito amor
Um dos lugares mais incríveis e inusitados no centro de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é o Mercado Novo. Há …
2
3 trilhas no Rio com vistas de tirar o fôlego
Esse vídeo é para os amantes de ecoturismo, ou mesmo para quem quer começar a fazer trilhas e se conectar …
3
Parque da Pedra Branca no RJ: a maior floresta urbana do país
Pega um calçado confortável, passar protetor e repelente e Colaí nessa caminhada pelas trilhas do Parque da Pedra Branca, a …
4
Roteiro zen para fugir do caos de SP
Viver em SP é estar sempre ligadão no 220. Mas é legal dar uma freada no corre corre, né não? Colaí …
5
3 rolés pra curtir no Baixo Tijuca no Rio de Janeiro
A região do Baixo Tijuca tem muito o que oferecer quando o assunto é cerveja gelada! Colaí que eu tenho as …
6
Arena Digital de Curitiba: cinema e planetário no mesmo lugar
Ver as estrelas, mergulhar no fundo do mar, conhecer de pertinho todo o sistema solar. Tudo isso é possível em …
7
Uma voltinha no Mercado Público de Porto Alegre
Mais do que um ponto turístico, o Mercado Público de Porto Alegre concentra consumo, crença, cultura e tradição no centro …
8
3 jóias gastronômicas antigas de São Paulo
Afinal, panela velha é a que faz comida boa? Se depender da Casa Mathilde, da Padaria Santa Tereza e do …