CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Consciência Negra: SP tem ‘Virada da Consciência’ durante novembro

Contação de histórias afro-brasileiras, bate-papo sobre Jorge Ben Jor e oficina de turbantes são alguns destaques

Por: Redação

Até 21 de novembro de 2019

Segunda - Terça - Quarta - Quinta - Domingo

Confira os horários na programação abaixo

Diversos valores

A Virada da Consciência vai transformar a cidade de São Paulo na própria capital da Consciência Negra com uma super programação de atividades culturais gratuitas e a preços acessíveis!

A programação oficial vai rolar entre os dias 17 e 21 de novembro (alguns rolês acontecem em outras datas, fica de olho na programação) com eventos pra lá de incríveis, para celebrar a cultura afro-brasileira.

ilu oba de min no carnaval 2019
Crédito: Beto AssemIlú Obá de Min é o destaque da Virada da Consciência

O destaque da programação é o Bloco Afro Ilú Oba de Min, que vai tomar conta do Sesc Santana com sua intervenção cultural baseada na preservação do patrimônio imaterial, no dia 20 de novembro, às 18h.

Também cantam na Virada da Consciência Rashid, no Sesc Guarulhos, às 18h, do dia 20; e a cantora Josyara, no Sesc Itaquera, no dia 17, às 15h30. O show do rapper custa R$ 30 e da compositora tem entrada gratuita.

rashid cantando no lollapalooza
Show do Rashid do Sesc Guarulhos tem ingressos até R$ 30Camila Cara
josyara tocando guitara
Josyara também faz show gratuito na Virada da ConsciênciaDivulgação

No dia 22, às 10h, o “Curta com Bate-Papo: Wilson Simonal” exibe o trailer do filme “Simonal”, dirigido por Leonardo Domingues e convida o público para uma roda de conversa sobre a vida do artista, trazendo também como referência o livro “A Vida e o Veneno de Wilson Simonal”, de Ricardo Alexandre. Isso tudo na Fábrica de Cultura Sapopemba.

A Biblioteca de São Paulo promove muitas brincadeiras voltadas para os pequenos, na ação “Brincando e Aprendendo”, que reúne jogos teatrais, atividades rítmicas e brincadeiras educativas a partir do livro “Kakopi, Kakopi”, de Rogério Andrade Barbosa. Entre os jogos, estão o Nngapi, popular da Tanzânia, e o Kakopi, Kakopi, tradicional de Uganda.

A Virada da Consciência também conta com um festival gastronômico todinho pra chamar de seu! O Festival Mesa Afro Brasil é o primeiro festival de gastronomia voltado para conscientizar e engajar a sociedade em prol da igualdade étnico racial.

Diversos estabelecimentos vão oferecer cardápios exclusivos para o público a fim de arrecadar fundos para bolsas de formação acadêmica para negros e população de baixa renda na Faculdade Zumbi dos Palmares, entre os dias 1º e 30 de novembro. Legal, né?

A programação completinha da Virada da Consciência pode ser conferida no site oficial do festival.

Mais cultura afro-brasileira