Ivaldo Bertazzo faz formação grátis para profissionais da cultura

Por: Redação | Comunicar erro

O Instituto Ivaldo Bertazzo, em São Paulo, oferece 52 vagas para a Formação Gratuita no Método Bertazzo, viabilizada por meio da Lei Rouanet e direcionada exclusivamente a profissionais do aparato cultural, como arte-educadores, músicos, artistas e seus preparadores, bailarinos, circenses etc.

Crédito: Kiko FerriteProfissionais da área cultural tem até 6 de março para concorrer às 52 vagas para a Formação no Método Bertazzo; curso é patrocinado pela Sabesp, Instituto Votorantim, Docol e Consórcio Primo Rossi.

O curso será realizado entre 1º a 10 de abril e turma 2 de 24 de junho a 3 de julho, das 8h30 às 17h30, na rua Cotoxó, 1 – Perdizes. Realize a sua inscrição aqui.

Desenvolvido por Ivaldo Bertazzo, educador e terapeuta corporal especializado em psicomotricidade, o Curso de Formação no Método Bertazzo propõe a reeducação do movimento e dos gestos para ganhos físicos, emocionais e da saúde como um todo.

Durante 9 dias, 8 horas por dia, a formação proporciona aos participantes um intenso mergulho na ciência e encantos do desenvolvimento psicomotor humano. O processo de aprendizado mescla teoria e prática e é estruturado a partir de vivências motoras com ferramentas simples, acessíveis e de fácil utilização. O curso propõe exercícios para praticar em grupos, manobras, massagens/estratégias de reeducação para atendimentos individuais, ritmo, tônus global, elasticidade e força, respiração e postura, psicomotricidade fina, impulsos e arranques para desempenho esportivo, organização para o aparelho fonador visual e auditivo.

Serão oferecidas 26 vagas para cada turma. O curso extracurricular, inteiramente gratuito, ocorre das 8h30 às 17h30 e exige 100% de frequência.

Ivaldo Bertazzo trabalha desde os anos 1970 na educação do corpo e na transformação do gesto como manifestação da própria individualidade. Bertazzo viajou o mundo incorporando movimentos e a cultura gestual de diversos lugares ao seu trabalho até criar, em 1976, a Escola de Reeducação do Movimento e o Método Bertazzo de Reeducação do Movimento.

Hoje, Ivaldo trabalha diretamente com as áreas da saúde, da educação, da arte e também do esporte com o objetivo de formar profissionais capacitados na aplicação do Método Bertazzo em suas atividades cotidianas. Em sua escola, no bairro de Perdizes, zona oeste de São Paulo, oferece aulas regulares de ginástica.

Compartilhe:

1 / 0