Cidade inteligente prevê o fim dos congestionamentos

Montadora Audi utiliza recursos desenvolvidos em conjunto com instituto de tecnologia para idealizar cenário futurista

No futuro, todos vão dirigir os carros de uma montadora alemã. Não, não se trata disso, na verdade, embora o projeto futurista em questão seja encampado pela Audi. A empresa convocou seus projetistas para, em conjunto com engenheiros de tráfego do Instituto de Tecnologia de Karlsruhe, desenvolver um modelo de cidade inteligente a ser aplicado em Ingolstadt, onde fica a sua sede.

O projeto Audi 25th Hour (vigésima quinta hora) prevê o desaparecimento dos congestionamentos. Isso seria possível com o uso de carros autônomos, cujos computadores se encarregam de controlar a velocidade e a distância mantida de outros veículos para evitar engarrafamentos.

Na cidade inteligente, os carros são autônomos
Crédito: Reprodução/Audi AGNa cidade inteligente, os carros são autônomos

Em paralelo, haveria um gerenciamento inteligente do controle do fluxo dos autos nos cruzamentos. Outra proposta do 25th Hour trata de aumentar a taxa de ocupação por carro com o uso de veículos compartilhados.

Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis.

O compartilhamento de veículos é uma das propostas da cidade inteligente
Crédito: Reprodução/Audi AGO compartilhamento de veículos é uma das propostas da cidade inteligente

No projeto, obviamente estão incluídas aplicações de várias tecnologias desenvolvidas pela marca alemã, como o modelo-conceito autônomo Audi Aicon, o serviço Audi On Demand – serviço de locação de autos da montadora – e o Pop.Up Next, veículo elétrico voador conceitual criado em parceria com a Airbus.

Leia também: Carro voador escolhe se vai por terra ou ar

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, presidente da GranBio e especialista em soluções sustentáveis.

Compartilhe: