Campanha mostra como lidar com novos desafios da maternidade

Isabela Alimentos lança websérie de 5 episódios em que a jornalista Ana Cardoso dá dicas sobre como educar as crianças nos dias de hoje

Por: Redação

Lembra o tempo em que os adultos diziam para as crianças não brincarem com a comida? Pois, agora, há mais com o que se preocupar. O convívio nas refeições constitui um dos desafios da maternidade e da paternidade nos dias de hoje.

Catraca Livre criou o projeto Causando, apoiado pelo Carrefour, para mostrar como as marcas desenvolvem e assumem causas.

Dilemas como esse pautam a nova campanha de posicionamento da marca Isabela Alimentos. Ela foi produzida pela agência DPZ&T.

E inclui uma websérie de cinco episódios no YouTube, conduzidos pela jornalista Ana Cardoso.

Nos vídeos, a comunicadora aborda os novos desafios da maternidade.

O primeiro episódio já foi ao ar. E trata de fazer as crianças entenderem a importância de se conectar com a família – e não com o celular – durante as refeições.

A jornalista Ana Cardoso dá dicas sobre como lidar com os novos desafios da maternidade
Crédito: Divulgação/DPZ&TA jornalista Ana Cardoso dá dicas sobre como lidar com os novos desafios da maternidade

Aliás, Ana Cardoso desenvolveu uma estratégia para envolver a filha mais velha, Anita, no processo que inclui não só o desfrute mas também o preparo dos alimentos.

Flores para os desafios da maternidade

Como a garota “não gosta muito de comer”, a jornalista, para incentivá-la a se alimentar melhor, pede para que a pequena arrume a mesa. Principalmente quando tem visita.

“Ela adora”, conta Ana. “Coloca flores e sempre quer comprar guardanapos. E realmente faz mesas superlindas.”

Para a jornalista, há diversas formas de as crianças entenderem que comida não é brincadeira. Mas que comer pode ser também algo bem divertido.

Terapia em família

Ainda em outubro, um spin-off do conteúdo irá ao ar. O projeto, que ganhou o nome de “Mãeterapia”, vai unir mães e filhos.

Auxiliadas por Ana Cardoso, as crianças entrevistam suas mães, como se estivessem em uma sessão de terapia. E, segundo a marca, vão ter como resposta desabafos, confissões e emoções.

Leia também: Esculturas de sacos de lixo alertam para abandono de cães

Compartilhe: