3 milhões marcam presença na 23ª Parada LGBT, diz organização

Participantes lembraram da luta pelos direitos LGBTs e citaram a palavra 'resistência' em seus discursos

Por: Redação | Comunicar erro

A 23ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo foi mais uma vez grandiosa: reuniu 3 milhões de pessoas, segundo os organizadores, e 19 trios elétricos, que celebraram a luta de cada uma das letras que compõem o nome do evento por cerca de sete horas.

Crédito: Catraca LivrePúblico compareceu em peso à 23ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo

A concentração começou às 10h, no Masp, e de lá os trios seguiram pela rua da Consolação até o Vale do Anhangabaú, no centro.

A principal atração da Parada deste ano, Mel C, ex-Spyce Girls, sucesso dos anos 90, cantou trecho do hit “Wannabe” e disse que estava feliz por estar de volta à cidade, “que sempre foi generosa comigo”. Participaram também muitos outros artistas, como  Iza, Mc Pocahontas, Luísa Sonza, Fantine, Lexa, a drag queen Gloria Groove e Karol Conka.

Crédito: Catraca LivreO símbolo do orgulho LGBT é estendido em frente ao Masp durante a concentração

A madrinha do evento, a apresentadora Fernanda Lima, lembrou que o sentido da celebração é também a luta: “É uma luta que não tem fim, é uma luta por respeito e dignidade”.

Crédito: Catraca LivreFaixas políticas deram o tom no evento

O público, além de fantasias e adereços na cores do arco-íris, também investiu em faixas, camisetas e pinturas políticas e gritos contra o presidente Jair Bolsonaro e a favor do STF, que criminalizou a homofobia. “Resistência”, segundo informações do “Estadão“, foi a palavra mais repetida por quem assumia os microfones.

A importância da luta LGBT para os grupos que compõem a sigla

Parada LGBT é espaço para diversão e luta, ressalta organizadora

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, ressaltou, em entrevista coletiva, a importância de a cidade ser palco de manifestações como a Marcha de Jesus e a Parada do Orgulho LGBT no mesmo feriado. Covas afirmou que São Paulo “celebra a diversidade e que pretende ser referência mundial em termos de direitos humanos”.

1 / 8
1
03:46
‘Pretendo beneficiar um filho meu, sim’ diz Bolsonaro sobre embaixada
Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a nomeação de seu filho, …
2
03:15
Num ato de coragem, MBL pede desculpas publicamente
O jornalista Gilberto Dimenstein e a Catraca Livre já foram diversas vezes vítimas das milícias digitais do MBL com as …
3
03:04
O real motivo do ataque de Bolsonaro ao filme de Bruna Surfistinha
Jair Bolsonaro decidiu atacar o filme realizado por Deborah Secco sobre a ex-prostituta Bruna Surfistinha. Motivo oficial: o filme, usando …
4
02:13
Entenda os desdobramentos do caso Tabata Amaral no PDT
O PDT suspendeu a deputada federal Tabata Amaral e outros sete parlamentares que votaram a favor da reforma da Previdência, …
5
02:03
Incêndio em estúdio de animação em Japão deixa dezenas de mortos
Dezenas de pessoas morreram durante um incêndio criminoso que tomou conta do estúdio de animação da Kyoto Animation, na cidade …
6
02:19
Barragem abandonada corre risco de rompimento no interior de SP
Uma matéria publicada pelo G1 alerta para o risco de rompimento da barragem de água em Iaras, no interior de …
7
02:30
O que significa a gargalhada de Caetano Veloso?
Um vídeo do cantor Caetano Veloso gargalhando está viralizando nas redes sociais. O motivo da piada é a entrevista que …
8
01:51
Site ‘Não me Perturbe’ permite bloquear ligações de telemarketing
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou o Não me Perturbe, site que permite bloquear ligações de telemarketing. O sistema …