Últimas notícias:

Loading...

6 motivos pelos quais zoar Fabio Assunção nos torna menos humanos

O ator foi mais uma vez vítima de vazamento de vídeos íntimos e muitos fizeram chacota na web

Por: Redação

O ator Fabio Assunção foi mais uma vez vítima de vazamento de vídeos íntimos. Na noite desta quarta-feira, 26, as redes sociais viralizaram imagens, que não publicaremos, em que o ator aparece visivelmente alterado, de cueca e cercado por várias mulheres.

Namorada sai em defesa de Fabio Assunção: “Não merece ter paz?”

Junto aos compartilhamentos, mais uma vez, diversas piadas agrediam o ator. Por isso, listamos 8 motivos pelos quais zoar Fabio Assunção nos torna menos humanos.

Filho do Fabio Assunção quebra o silêncio e faz depoimento emocionante

Crédito: Reprodução/TVGlobo6 motivos pelos quais zoar Fabio Assunção nos torna menos humanos

1 – Dependência Química

A dependência química é uma doença crônica caracterizada pelo conjunto de fenômenos comportamentais, cognitivos e filosóficos que se desenvolvem após o uso repetido de determinada substância. As informações são do ‘Minha Vida’. Diversos fatores contribuem para o desenvolvimento da doença, incluindo a quantidade e frequência de uso da substância, a condição de saúde do indivíduo e os fatores genéticos, psicossociais e ambientais.

Mariana Lima defende Fabio Assunção e cita governo Bolsonaro

Legal seria não precisar dizer o quanto é desumano fazer chacota de uma pessoa doente. Entender que por mais que situações lhe pareçam engraçadas, no fundo elas revelam uma pessoa ainda refém da doença e isso jamais deveria ser motivo de piada.

VEJA O QUE ESPECIALISTAS DIZEM SOBRE RECUPERAÇÃO E TRATAMENTO DE DEPENDENTES QUÍMICOS

2- Abstinência

Uma pessoa que luta contra a dependência química, como é o caso de Fábio Assunção, passa por momentos de abstinência. A Abstinência ocorre quando a pessoa que consome drogas de forma habitual e/ou intensa, suspende o uso de forma abrupta ou o consumo reduz drasticamente. Ela acontece independentemente do sexo, idade, classe social ou raça do indivíduo.

Os sintomas são: insônia, náusea, vômitos, muita inquietação, aumento da frequência respiratória, pulsação acelerada, aumento da profundidade da respiração, aumento da pressão arterial, febre e dor abdominal intensa, diarreia, ejaculação e orgasmo espontâneo, perda de peso, desidratação clínica, distúrbios do metabolismo, ansiedade, procura por algum tipo de droga ou algo que substitua a sensação que ela proporciona ao indivíduo, suor excessivo, fraqueza geral, dilatação das pupilas, tremores musculares, arrepios e dores no corpo.

Obviamente que zombar de uma pessoa que passa por tudo isso, ou quase tudo isso, na luta para largar as drogas é bastante insensível, desumano e cruel.

Quem nós queremos ser? Aqueles que ajudam as pessoas a sair dessa, que incentivam a não se drogar ou aquelas que fazem piadas maldosas quem contribuem para o desequilíbrio emocional de quem já está passando por muitos problemas? Vamos colocar a mão na consciência!

EX-USUÁRIOS USAM FOTOS DE ‘ANTES E DEPOIS’ NA LUTA CONTRA DROGAS

3- Recaída

Quem é dependente químico pode passar por recaídas, as vezes derivadas da abstinência, mas nem sempre. Pessoas com a doença, livres das drogas há anos também são vítimas de recaídas. Por problemas pessoais, por fraqueza, depressão, muitos fatores são gatilhos.

Junto com a recaída vem o sentimento de culpa, de fracasso, de impotência perante a droga. A partir daí vem a reconstrução do trabalho, parar de usar novamente, poder ter crises de abstinência de novo. Não é fácil.

Só a possibilidade de alguém ter uma recaída já deve te fazer pensar 10x se uma piadinha vale a pena mesmo.

CONHEÇA OS SINTOMAS DA DEPENDÊNCIA QUÍMICA

4- Vida profissional

O trabalho e a família de um dependente são muito afetados. Se você parar pra pensar que suas piadas contribuem para acabar com a carreira profissional de alguém, será que vale a pena?

Tudo bem, muitos podem dizer que ele é ator, é rico, famoso, que se nunca mais arrumar um emprego na vida, ainda terá como viver. Mas veja bem, não é possível ter certeza disso.

Além do mais, o principal da vida é o que deixamos, o nosso legado, fruto do nosso trabalho. Sejamos aqueles que contribuíram para uma pessoa superar as adversidades que a vida impôs – afinal dependência química não é escolha – e não para afundá-la ainda mais.

5-  Família

Já se imaginou sendo um dos filhos, ou mãe, ou outro parente de um dependente? Já se imaginou sendo um parente de um dependente químico famoso que teve sua recaída compartilhada aos milhões nas redes sociais sem qualquer pudor? Não é possível que você ache tranquilo.

Imaginem os jovens filhos do ator indo para a escola depois de toda essa exposição. Eles, que não usaram droga alguma, podem ser ‘zuados’ da mesma forma. Não é razoável contribuir com isso.

A vida de outras pessoas que diretamente não são as usuárias de drogas são atingidas de forma hostil, vexatória e desumana contra a vontade delas, e sem que elas possam fazer nada para evitar.

E-BOOK GRATUITO AJUDA FAMÍLIAS A LIDAR COM DEPENDENTES QUÍMICOS

6- Gatilho

Por último e não menos importante, o gatilho.

Todos nós temos gatilhos emocionais. Você com certeza sabe como é quando alguém faz um comentário em tom de “brincadeira”, que pode não significar nada para outras pessoas, mas te deixa totalmente desestabilizado pelo o resto do dia

As piadas, a hostilidade, a chacota podem ainda servir de gatilho para outras pessoas em tratamento. Gatilho para ter uma recaída, ou até mesmo deprimir e isso levar a consequências mais graves.

Compartilhe: