Aluna da escola em Suzano lutou contra atirador e salvou vidas

Rhyllary Barbosa dos Santos, 15 anos, atribui sua coragem ao jiu-jitsu

Por: Redação
A estudante de 15 anos Rhyllary Barbosa
Crédito: Reprodução/arquivo pessoalA estudante de 15 anos Rhyllary Barbosa dos Santos escapou de um dos assassinos e ainda abriu a porta para que outros alunos da escola pudessem fugir

Rhyllary Barbosa dos Santos, 15 anos, é uma das sobreviventes ao ataque de Suzano e considerada uma heroína. Após a tragédia, a estudante já deu entrevistas para a TV e diversos veículos de comunicação para relatar os momentos de pânico vividos no dia 13 de março e como conseguiu lutar contra um dos assassinos e a salvar outras vidas.

A jovem também tem recebido homenagens nas redes sociais e mensagens de agradecimento por sua atitude. A atriz e cantora Cleo foi uma das personalidades que fez questão de cumprimentá-la.

A atriz e cantora Cleo enviou mensagem pessoal à estudante Rhyllary Barbosa
Crédito: Reprodução/@rhyllarybarbosaA atriz e cantora Cleo enviou mensagem pessoal à estudante Rhyllary Barbosa

Segundo Rhyllary, que treina jiu-jitsu há 3 anos, no Projeto Social Bonsai – Construindo o Futuro, ter conhecimento da arte marcial foi fundamental para sobreviver ao ataque. Ela teve seus cabelos agarrados por Luiz Henrique de Castro, o mais velho dos assassinos, de 25 anos, e conseguiu escapar.

“Eu acredito que o jiu-jitsu ajudou muito. Se tivesse outra pessoa despreparada no momento em que o Luiz puxou o cabelo, ela podia estar muito vulnerável, perder a estabilidade do corpo e cair com a rasteira que ele deu. Se eu caísse naquele momento, ele ia me matar. Era o plano dele.  Talvez eu poderia não ter saído”, contou em entrevista ao site da ESPN.

View this post on Instagram

Somos mulheres, meninas e crianças. Somos femininas, vaidosas e delicadas. Somos mães, filhas e amigas. Somos guerreias, lutadoras e fortes. . Temos maquiagens, perfumes e roupas da moda. Temos calos nos dedos, roxos nas pernas e cabelo desarrumado. Temos garra, força de vontade e confiança. . Treinamos por amor ao esporte, a nossas vidas e corpos. Treinamos para competir, por hobbie e para nos defender. . Toda mulher deve aprender a se defender. Usar sua voz para denúnciar e combater toda a violência e injustiça, e usar seu corpo para ter a chance de escolha a vida. Toda e qualquer arte maricial é valida. A base do jiu-jitsu é a defesa pessoal e suas técnicas foram feitas para o menor se sobressair do maior, mas que também é adaptada para todo o tipo de corpo e força. . O que é uma unha quebrada para sua vida? Como diria o ditado: A mulher só não dominou o mundo ainda, por que não escolheu a roupa! Nós já escolhemos a nossa, e você?! . . . ? Equipe @bonsaijj . ???? Apoio: @sempremaisviagens | @sayuriroupas | @taissosuplementos | @pzadoorigem | @caleffotraining | @drika_soliveira . ???? Preparação Física: @eguchi_dan . ? Marketing: @pant.arte . #bonsaijj #construindoofuturo #projetosocial #suzano #sp #prefeituradesuzano #bjjgirls #bjjwomen #luta #sparring #defesapessoal #jiujitsuparamulheres #bjjkids #oss #brazilianjiujitsu #fpjj #cbjj #ibjjf #martialarts #apoieumatleta #patrocinio #apoio

A post shared by PSB CONSTRUINDO FUTURO (@projetobonsaijj) on

Após escapar de Luiz, ela abriu a porta de entrada da escola para que outros estudantes pudessem fugir. “Eu fiquei com muito medo porque não sabia que tinha um segundo assassino, mas a minha intuição era abrir a porta e ajudar os outros alunos a saírem dali”, relatou ao portal G1.

Na hora do ataque, a jovem estava em frente à cantina da escola conversando com uma amiga e com a inspetora Eliana Regina, uma das vítimas fatais do ocorrido. Assim que ouviu o primeiro disparo, se voltou em direção ao estampido e logo viu Luiz, que continuava a disparar. Segundo ela, foi tudo muito rápido e, quando notou, já estava enfrentando o atirador.

1
Chuva forte deixa São Paulo debaixo d’água
A chuva que começou ontem não deu sinal de trégua e fez São Paulo amanhecer debaixo d’água nesta segunda-feira, 10. …
2
Coronavírus: aviões da FAB vão retirar brasileiros de Wuhan, na China
Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram nesta quarta-feira, 5, em direção a Wuhan, na China, para retirar os …
3
BBB20: Mulheres decidem o destino de Pétrix Barbosa
A união das mulheres  decidiu o destino de Pétrix não apenas no Big Brother Brasil 20, mas também fora da …
4
Damares Alves: abstinência sexual, protesto e contradição?
Por que este grupo de mulheres deu as costas para a ministra Damares Alves enquanto ela defendia sua política de …
5
Bolsonaro e a demissão do secretário que viajou com jato da FAB
O presidente Jair Bolsonaro anunciou em sua conta no Twitter que vai tornar sem efeito a nomeação de José Vicente …
6
Visibilidade trans: a história de Thais de Azevedo
O que é violência para você? Para Thais de Azevedo essa pergunta resume uma trajetória de vida. Como mulher trans, …
7
Qual o impacto do feminismo na periferia ? Luana Hansen dá a letra
Dj, MC e produtora musical, Luana Hansen fez e faz história no movimento hip hop há, pelo menos, duas décadas. …
8
Brumadinho: relatos lembram a maior tragédia socioambiental do Brasil
Há um ano, a cidade de Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte (MG) viveria um pesadelo difícil de ser esquecido.Era …