Homem trans compartilha 'antes e depois' com família na praia

Informar

Anitta é ameaçada de boicote por causa de Jair Bolsonaro

Anitta entra em conflito com a comunidade LGBT

Por: Redação | Comunicar erro

As eleições entraram agora na vida de Anitta, chamada a se posicionar e ameaçada de boicote.
A comunidade LGBT ameaça boicotar a cantora caso ela não se posicione contra Jair Bolsonaro, acusado de posições homofóbicas. Estão disseminando hashtags pedindo uma definição, como #AnittaDigaNãoaoFascismo”.
Anitta é beneficiária do chamado “Pink Money”- o dinheiro obtido com a comunidade LGBT. Daí que seria, na visão dessa comunidade, errado ficar em silêncio diante de Bolsonaro.
Dois beneficiários do “Pink Money” – Pablo Vittar e Ludmilla – romperam com uma marca de sapatos, cujo dono se declarou a favor do deputado.

Depois da invasão do Grupo “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”, famosas resolveram entrar nas eleições, apoiando o #EleNão.

Bruna Marquezine Bolsonaro
Crédito: Reprodução/FotomontagemBruna Marquezine aderiu à campanha “Ele Não” contra Jair Bolsonaro

Sempre discreta quando o assunto são questões políticas, a atriz Bruna Marquezine aderiu à campanha “Ele Não” e tornou público seu voto contrário ao candidato do PSL à presidência Jair Bolsonaro.

A hashtag #EleNão, que ao longo de toda esta segunda-feira, 17, vem sendo usada por anônimos e famosos que se opõem à candidatura do deputado, também foi compartilhada pela artista, considerada uma das brasileiras mais influentes na atualidade.

Bruna Marquezine se manifestou através do stories de sua conta no Instagram. Na ocasião, a famosa compartilhou um texto da Maria Ribeiro para justificar sua posição.

bruna marquezine bolsonaro
Crédito: Reprodução/InstagramBruna Marquezine aderiu à campanha “Ele Não” contra o deputado Jair Bolsonaro

“Pra não ficar uma frase solta que está sendo repetida por geral: apesar de respeitar as eleitoras do Bolsonaro, e depois de ouvir que muitas votam nele por uma defesa da família, queria dizer que: 1 – considerar ter uma filha mulher ‘menor’ do que ter um filho homem não é família;

2 – dizer que preferiria um filho morto a um filho homossexual não é família

3 – considerar a gravidez um motivo para que as mulheres ganhem menos não é família, até porque muitos lares no Brasil são tocados sem a figura paterna.

Família é amor incondicional, galera. E nem sempre isso tem a ver com sangue”, concluiu as famosas.

Outras famosas como Bruna Linzmeyer, Sasha,Deborah Secco, Fernanda Paes Leme, Daniela Mercury, entre outras, também se posicionaram contra Jair Bolsonaro.

Milícias digitais atacam famosas que criticaram Bolsonaro.

Compartilhe: