Anitta é ameaçada de boicote por causa de Jair Bolsonaro

Anitta entra em conflito com a comunidade LGBT

Por: Redação | Comunicar erro

As eleições entraram agora na vida de Anitta, chamada a se posicionar e ameaçada de boicote.
A comunidade LGBT ameaça boicotar a cantora caso ela não se posicione contra Jair Bolsonaro, acusado de posições homofóbicas. Estão disseminando hashtags pedindo uma definição, como #AnittaDigaNãoaoFascismo”.
Anitta é beneficiária do chamado “Pink Money”- o dinheiro obtido com a comunidade LGBT. Daí que seria, na visão dessa comunidade, errado ficar em silêncio diante de Bolsonaro.
Dois beneficiários do “Pink Money” – Pablo Vittar e Ludmilla – romperam com uma marca de sapatos, cujo dono se declarou a favor do deputado.

Depois da invasão do Grupo “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”, famosas resolveram entrar nas eleições, apoiando o #EleNão.

Bruna Marquezine Bolsonaro
Crédito: Reprodução/FotomontagemBruna Marquezine aderiu à campanha “Ele Não” contra Jair Bolsonaro

Sempre discreta quando o assunto são questões políticas, a atriz Bruna Marquezine aderiu à campanha “Ele Não” e tornou público seu voto contrário ao candidato do PSL à presidência Jair Bolsonaro.

A hashtag #EleNão, que ao longo de toda esta segunda-feira, 17, vem sendo usada por anônimos e famosos que se opõem à candidatura do deputado, também foi compartilhada pela artista, considerada uma das brasileiras mais influentes na atualidade.

Bruna Marquezine se manifestou através do stories de sua conta no Instagram. Na ocasião, a famosa compartilhou um texto da Maria Ribeiro para justificar sua posição.

bruna marquezine bolsonaro
Crédito: Reprodução/InstagramBruna Marquezine aderiu à campanha “Ele Não” contra o deputado Jair Bolsonaro

“Pra não ficar uma frase solta que está sendo repetida por geral: apesar de respeitar as eleitoras do Bolsonaro, e depois de ouvir que muitas votam nele por uma defesa da família, queria dizer que: 1 – considerar ter uma filha mulher ‘menor’ do que ter um filho homem não é família;

2 – dizer que preferiria um filho morto a um filho homossexual não é família

3 – considerar a gravidez um motivo para que as mulheres ganhem menos não é família, até porque muitos lares no Brasil são tocados sem a figura paterna.

Família é amor incondicional, galera. E nem sempre isso tem a ver com sangue”, concluiu as famosas.

Outras famosas como Bruna Linzmeyer, Sasha,Deborah Secco, Fernanda Paes Leme, Daniela Mercury, entre outras, também se posicionaram contra Jair Bolsonaro.

Compartilhe: