Anti-PT, deputada mora em apartamento do Minha Casa, Minha Vida

Ana Caroline Campagnolo polemizou recentemente ao propor que os alunos filmem “professores doutrinadores”

Por: Redação | Comunicar erro
A deputada estadual Ana Caroline Campagnolo (PSL)
Crédito: Divulgação/Congresso NacionalA deputada estadual Ana Caroline Campagnolo (PSL)

A deputada estadual pelo PSL de Santa Catarina, Ana Caroline Campagnolo, que polemizou recentemente ao propor que os alunos filmem “professores doutrinadores” em sala de aula, é reconhecida por seu antipetismo radical. Ironicamente, Campgnolo vive em um apartamento financiado pelo Minha Casa, Mina Vida, programa de governo criado pelo PT.

De acordo com informações da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, a deputada entrou com processo contra a cooperativa Habitacional de Chapecó alegando que o valor do financiamento que recebeu é inferior ao valor do apartamento adquirido.

A ação foi considerada improcedente pela juíza Nadia Schmidt porque o valor do financiamento não precisa ser obrigatoriamente o integral do imóvel e que era obrigação da deputada ler o contrato. Ana está recorrendo da decisão.

Perseguição

A deputada estadual Ana Caroline Campagnolo (PSL)
Crédito: Reprodução/FacebookA deputada estadual Ana Caroline Campagnolo (PSL)

Ana Caroline Campgnolo, deputada pelo PSL, estimulou a perseguição a professores um dia depois da vitória de Jair Bolsonaro.

“Segunda-feira, 29 de outubro, é o dia em que os professores doutrinadores estarão inconformados e revoltados. Muitos deles não conterão sua ira e farão da sala de aula um auditório cativo para suas queixas político-partidárias em virtude da vitória de Bolsonaro. Filme ou grave todas as manifestações político-partidárias ou ideológica” e “denuncie”, pede Campgnolo.

Após a repercussão, o Ministério Público de Santa Catarina entrou com ação contra Ana Caroline, pedindo condenação por danos morais coletivos e, ainda, que seja concedida liminar para que ela se abstenha de manter qualquer tipo de controle ideológico das atividades dos professores e alunos de escolas públicas e privadas do estado.

O MPSC diz que a ação tem como objetivo “garantir o direito dos estudantes de escolas públicas e particulares do estado e dos municípios à educação segundo os princípios constitucionais da liberdade de aprender e de ensinar e do pluralismo das ideias”.

Compartilhe:

1 / 8
1
07:26
STF e o limite da liberdade de expressão
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, anunciou em março a abertura de um inquérito para investigar casos …
2
01:03
Ex-presidente do Peru tenta suicídio após receber ordem de prisão
O ex-presidente do Peru Alan García morreu nesta quarta-feira,17, após atirar contra si mesmo em uma tentativa de suicídio em …
3
04:17
32% acreditam que câncer é causado por traumas, diz pesquisa
O jornal Folha de S. Paulo divulgou uma pesquisa feita pelo Instituto Oncoguia que revela uma situação preocupante: 32% dos …
4
04:45
Famosos fazem desabafo sobre depressão
Recentemente, o humorista Whindersson Nunes publicou uma série de posts em sua rede social desabafando sobre um sentimento profundo de …
5
01:32
Quem disse que não dá para surfar na cidade?
A Surf House Brasil é o lugar perfeito para você quer aprender a surfar ou ficou com saudade de pegar …
6
01:45
Catedral de Notre Dame: 8 séculos de história queimam em Paris
Um incêndio de grandes proporções atingiu a Catedral de Notre Dame, em Paris. O local é um dos pontos turísticos …
7
02:29
Vídeo analisa a maior irresponsabilidade na vida de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro mandou desativar os radares de rodovias federais. Será que é uma boa ideia? A Folha de São …
8
05:43
Entenda a proposta de Bolsonaro para a educação domiciliar
O presidente Jair Bolsonaro assinou o projeto de lei que pretende regulamentar a educação domiciliar no país. Se aprovada pelo …