Após jogar ex-namorada grávida contra ônibus, homem é preso

Com informações de "O Globo".

Por: Redação
Estudante de Direito de 25 anos empurrou a ex-namorada porque ela não quis fazer um aborto

Um caso de agressão assustador contra a mulher aconteceu na última quarta-feira, 26, em Botafogo, bairro da Zona Sul do Rio de Janeiro. As informações são do jornal “O Globo“.

Um homem, identificado como Lucas Florençano de Castro Monteiro, de 25 anos, teria empurrada a ex-namorada, que está grávida de quatro meses, na frente de um ônibus no bairro.

O estudante de Direito foi preso nesta sexta-feira, 28, e, segundo a publicação, não resistiu à prisão. Imagens de segurança mostram o momento em que a moça é atirada por Lucas contra o ônibus.

Pelas imagens, exclusivas do jornal “O Globo”, é possível ver que a estudante ainda tropeça antes de ser atingida. depois, ela se levanta e começa a gritar com o rapaz, que permanece imóvel.

O motivo do crise é ainda mais assustador. Segundo a delegada, delegada Gabriela Von Beauvois, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher do Centro (DEAM/Centro), Lucas teria tentado matar a ex-namorada porque estava com viagem de intercâmbio planejada para o Canadá no próximo mês.

“Eles eram namorados há dois anos e terminaram quando ela descobriu que tava grávida. Ele estava com intercâmbio marcado para o Canadá e achou que a gravidez atrapalharia o futuro dele”, a delegada explicou ao “O Globo”. “Ele insistiu que ela abortasse mas, quando viu que ela não iria fazer isso, marcou um encontro dizendo que tinha que conversar com ela e cometeu o crime”.

A jovem ficou com as duas pernas feridas e foi socorrida por um homem que disse a Lucas que tinha visto que ele a  empurrara contra o ônibus. Apesar dos ferimentos, a jovem permanece com uma das pernas imobilizada e o bebê passa bem.

O pedido de prisão temporária de Lucas foi expedido Plantão Judiciário da Capital, na madrugada desta quinta. Ele, que não tinha passagem pela polícia, responderá pelo crime de tentativa de feminicídio.

Leia matéria completa 

  • Leia mais:
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.