Atirador de 17 anos é preso por matar duas pessoas em protesto nos EUA

O jovem é acusado de homicídio doloso, quando há intenção de matar

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Um jovem atirador, de 17 anos, foi preso sob suspeita de assassinar duas pessoas durante protesto antirracista na cidade de Kenosha, em Wisconsin, nos Estados Unidos, motivados por mais um caso de racismo e violência policial.

atirador protesto eua
Crédito: Reprodução/TwitterAtirador de 17 anos é preso por matar duas pessoas em protesto nos EUA

O protesto aconteceu depois que policiais abordaram um jovem negro, identificado como Jacob Blake, com sete tiros. Ele ficou paralisado após ser alvejado tantas vezes, informou o pai.

O caso revoltante despertou diversos protestos na cidade. O atirador de 17 anos foi em uma dessas manifestações.

O garoto não foi preso em flagrante. Apesar de disparar contra manifestantes, na presença de policiais, o garoto de 17 ano só foi preso depois. As autoridades emitiram um mandado de prisão, acusando-o de homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Segundo as autoridades locais, o atirador conseguiu fugir e então foi preso em sua cidade natal, Antioch.

“O suspeito neste incidente, um residente de Antioch de 17 anos, está atualmente sob a custódia do sistema judicial do condado de Lake, enquanto aguarda uma audiência de extradição para transferir a custódia de Illinois para Wisconsin”, afirmou a polícia.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, Kyle Rittenhouse anda pelas ruas com um rifle nas mãos e atira em duas pessoas que tentam confrontá-lo. Uma das vítimas foi baleada na cabeça e outra no peito. Uma terceira pessoa ficou ferida.