Beneficiários de ação da prefeitura de SP recebem cestas básicas com item vencido

Cestas básicas entregues no começo de agosto tinham linguiças com validade para junho e julho

Por: Redação

Beneficiários de programa social da Prefeitura de São Paulo alegam ter recebido cestas básicas com produtos vencidos.  Os itens foram entregues na primeira semana de agosto nas escolas municipais da região de Pirituba, que fazem a distribuição dos alimentos às famílias cadastradas no Cidade Solidária.

Segundo o G1, as linguiças das cestas básicas tinham validade para junho e julho. A prefeitura abriu processo administrativo e vai retirar o alimento da cesta.

cestas básicas
Crédito: Divulgação/PMSPCestas básicas distribuídas pelo programa Cidade Solidária; ação é para ajudar famílias em situação de vulnerabilidade na capital durante a pandemia

“O pacote de linguiça veio sem vácuo e fora da validade. Ainda que tivesse com vácuo, a gente ainda podia aproveitar, mas nem isso… Tenho medo de dar para os meus filhos, são duas crianças pequenas. Eu vou dar e vai que acontece alguma coisa?”, relatou a operadora de caixa Anna Souza ao G1.

Procurada, a Secretaria Municipal de Educação informou que “abrirá processos administrativos para averiguar os procedimentos adotados pela Diretoria Regional e unidades de ensino para a distribuição das cestas básicas” e que, por prevenção, “as unidades que funcionaram como ponto de distribuição foram orientadas a retirar todas as linguiças ou qualquer alimento perecível antes de entregarem a cesta aos beneficiários”.

O programa Cidade Solidária é uma iniciativa da prefeitura em parceria com diversas entidades da sociedade civil para ajudar pessoas em situação de extrema vulnerabilidade por conta da pandemia do novo coronavírus.

A iniciativa conta com doações de ONGs, empresas e pessoas físicas, além de ajuda do governo do estado de São Paulo, por meio do projeto “Alimento Solidário”, que repassa cestas de alimentos para que as prefeituras façam a distribuição.

Leia abaixo a íntegra a nota da Secretaria Municipal de Educação:

“A Secretaria Municipal de Educação informa que abrirá processos administrativos para averiguar os procedimentos adotados pela Diretoria Regional e unidades de ensino para a distribuição das cestas básicas. Por prevenção, as unidades que funcionaram como ponto de distribuição foram orientadas a retirar todas as linguiças ou qualquer alimento perecível antes de entregarem a cesta aos beneficiários.

Em toda cidade foram distribuídas 400 mil cestas básicas, doadas pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio do Programa Cidade Solidária. É importante ressaltar que essa distribuição não faz parte do programa de assistência realizado pela Secretaria Municipal de Educação; e que com foco nos estudantes da rede municipal, foram investidos R$240 milhões na distribuição e entrega de cartões merenda para 1 milhão de estudantes.”

Compartilhe: