Bolsonaro libera milhões em publicidade para Datena e Ratinho

Desde que assumiu o governo, Bolsonaro já concedeu inúmeras entrevistas exclusivas ao SBT, Record, Band e Rede TV!

Por: Redação

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) privilegiou canais de TV ligados a grupos alinhados ao governo Jair Bolsonaro na campanha publicitária da reforma da Previdência.

De acordo com reportagem publicada pela Folha nesta segunda-feira, 27, Record, Band e SBT foram contempladas com R$ 6,5 milhões, R$ 1,1 milhão e R$ 5,4 milhões, respectivamente.

Crédito: Reprodução/TV BrasilSilvio Santos (SBT) e Edir Macedo (Record) duranta a posse de Jair Bolsonaro, em janeiro de 2019

Líder de audiência no país, a TV Globo recebeu R$ 2,6 milhões.

Entre os principais beneficiados com o merchandising do governo estão os programas comandados por Datena (Band); Ana Hickman (Record); Ratinho (SBT); e Luciana Gimenez (Rede TV!).

Desde que assumiu o governo, Bolsonaro já concedeu inúmeras entrevistas exclusivas ao SBT, Record, Band e Rede TV!

Segundo a reportagem, “o plano de mídia excluiu a Globo nacional da lista de contratadas”.  Leia a reportagem na íntegra.

Fabio Wajngarten

No dia 15 de janeiro a Folha revelou que o chefe da Secom, Fabio Wajngarten, recebeu, por meio de uma empresa da qual é sócio, dinheiro de emissoras de TV e agências de publicidade que têm contrato com o governo de Bolsonaro, como a Band e a Record.

Wajngarten começou a comandar a Secom em abril de 2019 e, desde então, também passou a ser o principal sócio da FW Comunicação e Marketing. A empresa oferece estudos de mídia para TVs e agências, como mapas de anunciantes do mercado. Além disso, verifica se peças publicitárias contratadas foram veiculadas. De acordo com a Receita e da Junta Comercial de São Paulo, Fabio é dono de 95% de cotas do negócio e tem sua mãe como sócia.

A Secom é responsável por distribuir a verba de propaganda do Planalto e também por ditar as regras para as contas dos demais órgãos federais. No ano passado, gastou R$ 197 milhões em campanhas.

Questionado sobre o caso, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) encerrou uma entrevista coletiva na porta do Ministério de Minas e Energia, em Brasília. “Está encerrada essa coletiva”, disse.


Imagem Carnaval Sem Assedio
1
Bolsonaro pode sofrer impeachment por crime de responsabilidade?
O presidente Jair Bolsonaro compartilhou no whatssapp um vídeo que relembra a facada que tomou durante sua campanha presidencial e …
2
A repercussão dos ataques machistas à jornalista Patrícia Campos Mello
No final da última semana, Hans River do Rio Nascimento foi chamado para prestar depoimento na CPMI das Fake News. …
3
Governo Bolsonaro libera pesca em áreas de conservação ambiental
Uma portaria do Instituto Chico Mendes (ICMBio), órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, autorizou a pesca esportiva e amadora …
4
Chuva forte deixa São Paulo debaixo d’água
A chuva que começou ontem não deu sinal de trégua e fez São Paulo amanhecer debaixo d’água nesta segunda-feira, 10. …
5
Coronavírus: aviões da FAB vão retirar brasileiros de Wuhan, na China
Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram nesta quarta-feira, 5, em direção a Wuhan, na China, para retirar os …
6
BBB20: Mulheres decidem o destino de Pétrix Barbosa
A união das mulheres  decidiu o destino de Pétrix não apenas no Big Brother Brasil 20, mas também fora da …
7
Damares Alves: abstinência sexual, protesto e contradição?
Por que este grupo de mulheres deu as costas para a ministra Damares Alves enquanto ela defendia sua política de …
8
Bolsonaro e a demissão do secretário que viajou com jato da FAB
O presidente Jair Bolsonaro anunciou em sua conta no Twitter que vai tornar sem efeito a nomeação de José Vicente …