Últimas notícias:

Loading...

Campanha denuncia machismo com desculpa do humor

#MachismoNãoÉBrincadeira questiona desculpas usadas para justificar abusos

Por: Redação

Brincadeira é quando todo mundo se diverte, certo? Parece claro, mas não é. Estimuladas pelo assédio sofrido pela figurinista Su Tonani, que denunciou o ator José Mayer, a Revista AzMina lança uma nova campanha contra o machismo para questionar qualquer violência cometida contra mulheres com a desculpa da “brincadeira” ou da “piada”.

Campanha #MachismoNãoÉBrincadeira, da Revista AzMina, lança vídeo

Pressionado, o ator fez um pedido de desculpas público onde disse: “admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas”. Mas o que ele e muita gente, anônima e famosa, chamam de piada, para a lei, é crime de assédio sexual.

A campanha #MachismoNãoÉBrincadeira, uma produção filantrópica feita fundamentalmente por mulheres, gerou um vídeo que mostra mulheres com marcas de agressão estampando frases como “mundo chato”, “julgam os homens”, “é só uma piada”, entre outras.

Assista: