‘Cartas para Helena’: mãe emociona escrevendo cartas para a filha

A adolescência é um período complicado, turbulento. Cheio de dúvidas, incertezas, altos e baixos, descobertas. Quando, em meio a tudo isso, surge uma gravidez, o desafio é ainda maior. Foi o caso de Paola Rodrigues que, aos 15 anos, descobriu que esperava um filho do primeiro namorado.

Vivendo numa cidade do interior de São Paulo, a jovem enfrentou situações de bullying e machismo, além de uma série de medos e angústias. Mesmo diante de tantas emoções diversas, levou a gestação adiante e foi novamente surpreendida: a filha, Laura, faleceu pouco depois do nascimento.

Muito nova, então, Paola descobriu que a vida pode ser muito difícil, e enfrentou grandes dificuldades. Sem perspectivas, seguiu seu rumo, foi trabalhar como atendente em um shopping e então descobriu que novamente estava grávida.

Resolveu fazer diferente e deu um novo rumo à sua vida. Foi aí que a jovem decidiu canalizar todas as vivências e sofrimentos na escrita. Por meio de cartas à filha, ela passou a partilhar de suas experiências com outras mulheres, no blog que nomeou Cartas para Helena.

Paola Rodrigues é autora dos blogs Cartas para Helena e Não Pule da Janela, além de um canal no YouTube – os três abordam a maternidade e tem por objetivo partilhar experiências e ajudar outras mães.

Com uma mão no teclado e outra segurando a bebê recém-nascida, Paola passou também a escrever para alguns sites sobre música, cinema, literatura e games – a escrita virou profissão. Havia descoberto seu caminho: escrever e, por meio disso, ajudar as pessoas.

Foi assim, com relatos sinceros, que muitas outras jovens mães foram se identificando, e hoje o blog conta com cerca de 15 mil visitantes por mês. A previsão é de que, ainda neste ano, seja lançado um livro inspirado na trajetória da escritora.

O segundo blog, Não Pule da Janela, surgiu quando a escritora tomou coragem de escrever mais sobre os medos e descobertas da maternidade. Em dois anos de existência, o blog teve cinco milhões de visualizações e uma das colunas já alcançou mais de 21 milhões de pessoas pelo Facebook.

O objetivo dos blogs é mostrar que essas mães não estão sozinhas, nem desamparadas. É uma espécie de rede de apoio. É transmitir a mensagem de que, por mais difícil que seja, a maternidade é partilha, descoberta e união.

“Quando dividimos vivências estamos dizendo: Ei, eu passei por isso, te entendo e vai dar tudo certo!”, afirma Paola, que recentemente estreou também um canal no Youtube. Lá ela trata de temas ligados à maternidade e juventude de maneira despojada, como em uma conversa entre amigas.

Leia mais:

Compartilhe:

1 / 8
1
03:46
‘Pretendo beneficiar um filho meu, sim’ diz Bolsonaro sobre embaixada
Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a nomeação de seu filho, …
2
03:15
Num ato de coragem, MBL pede desculpas publicamente
O jornalista Gilberto Dimenstein e a Catraca Livre já foram diversas vezes vítimas das milícias digitais do MBL com as …
3
03:04
O real motivo do ataque de Bolsonaro ao filme de Bruna Surfistinha
Jair Bolsonaro decidiu atacar o filme realizado por Deborah Secco sobre a ex-prostituta Bruna Surfistinha. Motivo oficial: o filme, usando …
4
02:13
Entenda os desdobramentos do caso Tabata Amaral no PDT
O PDT suspendeu a deputada federal Tabata Amaral e outros sete parlamentares que votaram a favor da reforma da Previdência, …
5
02:03
Incêndio em estúdio de animação em Japão deixa dezenas de mortos
Dezenas de pessoas morreram durante um incêndio criminoso que tomou conta do estúdio de animação da Kyoto Animation, na cidade …
6
02:19
Barragem abandonada corre risco de rompimento no interior de SP
Uma matéria publicada pelo G1 alerta para o risco de rompimento da barragem de água em Iaras, no interior de …
7
02:30
O que significa a gargalhada de Caetano Veloso?
Um vídeo do cantor Caetano Veloso gargalhando está viralizando nas redes sociais. O motivo da piada é a entrevista que …
8
01:51
Site ‘Não me Perturbe’ permite bloquear ligações de telemarketing
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou o Não me Perturbe, site que permite bloquear ligações de telemarketing. O sistema …