Chuva que deve continuar até amanhã trava SP; evite sair de casa

Rios Tietê e Pinheiros transbordaram; rodízio está supenso

Por: Redação

A forte chuva que atingiu São Paulo na madrugada desta segunda-feira, 10, causou enchentes, deslizamentos de terra e alagou vias importantes como as marginais Tietê e Pinheiros, travando o trânsito na cidade, que está em estado de alerta. A previsão é de que as chuvas podem variar de intensidade entre moderada e forte até a manhã desta terça-feira, 11, e só deve parar na quarta.

A zona oeste foi a mais afetada, atingindo a Ceagesp, que ficou totalmente alagada. A recomendação dos bombeiros é que as pessoas evitem sair de casa nesta segunda-feira.

Crédito: Reprodução/TV GloboTrecho da Marginal Tietê intransitável por conta do temporal que atingiu São Paulo nesta madrugada

O Corpo de Bombeiros registrou 80 chamados de desabamentos, 192 enchentes e 113 quedas de árvores. São 85 pontos de alagamento, sendo que 66 deles estão intransitáveis, segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências).

Houve transbordamento do Rio Tietê na altura da Ponte do Piqueri no sentido Castelo Branco e Ayrton Sena, o que não acontecia desde 2005. Os córregos Perus, na altura da Praça Inácio Dias, Ipiranga na Avenida Professor Abraão de Morais, Pirajuçara, próximo ao Hipermercado Extra, Morro do S, na rua Joaquim Nunes Teixeira, e Zavuvus, na Praça Tuney Arantes, também transbordaram.

O corpo de um homem de 33 anos foi encontrado nesta manhã no piscinão de São Bernardo, segundo o Corpo de Bombeiros. Ele estava desaparecido desde sábado (8). Inicialmente, a reportagem afirmou erroneamente que homem desapareceu no domingo (9), quando a chuva começou.

Rodízio suspenso

O temporal levou a prefeitura a suspender o rodízio municipal de veículos nesta segunda-feira. A Zona Azul, no entanto, continua valendo.

As linhas 8 Diamante e 9 Esmeralda, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), operam parcialmente devido ao alagamento nos trilhos.

Compartilhe: