Claudia Ohana devolve cachorros ao abrigo após 5 meses de adoção

Atriz está sendo bastante criticada pela atitude. Os cães estão novamente disponíveis para adoção

Por: Redação

Cinco meses após adotar dois cachorros quando ainda eram bem filhotes, a atriz Claudia Ohana os devolveu ao abrigo. O motivo seria porque os animais não obedeciam ordens e destruíam as coisas.

A atitude da atriz foi bastante criticada nas redes sociais após a ONG Projeto Toca do Bicho postar as fotos do Tigrão e do Thor, pedindo ajuda para encontrar uma nova família para eles.

Sem citar o nome da atriz, o projeto ainda esclareceu ter orientado a antiga tutora sobre como agir e chegou a oferecer um adestrador para os animais.

claudia ohana abandona animais adotados
Crédito: Reprodução/InstagramClaudia Ohana adotou os animais quando tinham apenas dois meses

“Demoramos até na divulgação porque tínhamos esperança que o adotante nos procurasse, sentindo a falta deles. Mas em mais de 1 mês no abrigo, a pessoa sequer mandou um zap, ligou ou procurou saber se precisavam de algo. Isso era amor? Você agiria assim com seus filhos que dizia amar?”, questionou a publicação.

O abrigo ainda informou que os animais estão muito deprimidos depois que foram devolvidos.

Claudia Ohana ainda mantém as fotos com os cães em seu Instagram e não se pronunciou sobre o caso.

View this post on Instagram

A devolução do Thor e do Tigrão causou repercussão como todo caso de devolução de animais gera. Não somos sensacionalistas, e fazemos um trabalho sério na ONG, tanto que não citamos nome do tutor que os devolveu nas postagens. Só que todo animal que é devolvido a gente posta para que tenha nova chance de adoção. Explicamos o que aconteceu porque temos milhares de seguidores que acompanham a história de cada Toquinho e somos transparentes. Não fizemos nada demais em relatar o fato, porque visamos o bem-estar dos animais. Só para complementar, demoramos até na divulgação porque tínhamos esperança que o adotante nos procurasse, sentindo a falta deles. Mas em mais de 1 mês no abrigo, a pessoa sequer mandou um zap, ligou ou procurou saber se precisavam de algo. Isso era amor? Você agiria assim com seus filhos que dizia amar? Em tempo, a adoção aconteceu em dezembro, bem antes da pandemia. Não foi pelo isolamento social que quiseram devolver os cachorros. #projetotocadobicho #averdade #contrasensacionalismo #adotecomresponsabilidade #srds #somostodosthoretigrao

A post shared by ONG Projeto Toca Do Bicho (@projetotocadobicho) on

A ONG Projeto Toca do Bicho informa que, no momento, cuida de mais de 150 animais resgatados de situações de maus-tratos em Itaboraí, Rio de Janeiro, e pede ajuda por meio de uma vaquinha virtual. (Ajude aqui).

Adoção precisa ser consciente

Animais são seres sencientes, ou seja, sentem emoções tão complexas quanto às nossas, como, medo, depressão e angústia. O abandono é algo que pode gerar traumas futuros. Por isso, antes de adotar um animalzinho, é preciso estar seguro de suas condições emocionais e financeiras e checar se todos seus familiares estão de acordo.

O abandono é crime e está previsto no artigo 32 da lei 9.605/98. A pena é de três meses a um ano de detenção e multa. Se houver morte do animal a pena é aumentada em um sexto a um terço.

Apesar disso, vale dizer que, no caso de Claudia Ohana, não houve abandono, já que ela entregou os cães ao antigo abrigo.

Se você está pensando em adotar, leia a matéria abaixo e saiba se está preparado: