CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Colégio é criticado por incluir ‘kit de cozinha’ para meninas em lista de material

Após a repercussão do caso, internautas escreveram mensagens de repúdio ao colégio

Por: Redação

A lista de materiais para o ano letivo do colégio O Bom Pastor, em São Luís (MA), recebeu inúmeras críticas de pais e internautas ao solicitar, entre outros itens, um kit de cozinha ou cabeleireiro (para as meninas) e um kit de ferramentas (para os meninos).

No informe enviado pela escola, além dos materiais tradicionais, há uma seção com o pedido de apoio pedagógico, que traz jogo da memória, bambolê e dominó. No entanto, em certo trecho, o colégio pede itens diferenciados de acordo com o gênero das crianças.

A foto da lista de materiais foi compartilhada no Facebook

Após o comunicado repercutir pelas redes sociais, a reação de muitas pessoas foi de repúdio. “Absurdo! Meu sobrinho de 3 anos estuda lá e já está cheio dessas ideias ‘boneca é de menino, boneco é de menino. Mulher não joga bola’. E eu tentando mudar esse forma dele de pensar, dizendo que não é assim e explicando, mas parece que eles incrustam essas ideias na criança!”, escreveu a tia de um aluno de 3 anos do colégio.

Além da crítica em relação ao caráter misógino da lista de materiais, internautas ainda alertaram para uma infração cometida pela escola, de acordo com a regulamentação do Procon que inibe listas de material didático para uso coletivo. Veja abaixo:

Regulamento do Procon

O Coletivo Fridas, que defende a causa feminista no Maranhão, também divulgou uma nota com críticas à postura da instituição de ensino. Confira abaixo:

NOTA DE REPÚDIO AO COLÉGIO O BOM PASTOR – São Luís (MA)Em tempos de ‘primavera das mulheres’, ainda existem instituiçõ…

Publicado por Coletivo Fridas em Segunda, 11 de janeiro de 2016

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.