Como os grupos de WhatsApp exaltam o nazismo no Brasil?

Canal Reload mostra conteúdos compartilhados por grupos brasileiros de extrema direita no WhatsApp

Ouça este conteúdo

Estamos em 2020, décadas depois do fim da Segunda Guerra Mundial. Mas, ainda existem pessoas no Brasil que exaltam ideologias nazistas, fascistas e integralistas. Onde elas estão? No WhatsApp. Lá, estas “viúvas do nazismo” compartilham suásticas, piadas homofóbicas, conteúdos machistas, falas racistas ou chacotas com a morte da vereadora carioca Marielle Franco, por exemplo.

Como a apresentadora Mia Fidelis, do Canal Reload, explica no vídeo de hoje, baseado em matéria da Ponte Jornalismo, compartilhar e fazer apologia a esses assuntos é crime.

Em parceria com Reload.news

Uma das iniciativas ganhadoras do Google News Innovation Challenge em 2019, o Canal Reload nasce do questionamento de 10 startups de jornalismo se juntaram para descobrir: como os jovens consomem notícias?Quem faz o Reload: ((o))eco, Agência Lupa, Agência Pública, Amazônia Real, Congresso em Foco, Énois, Marco Zero Conteúdo, Ponte Jornalismo, Projeto #Colabora e Repórter Brasil.