Publicidade

Informar

Enchente: veja ferramentas de alerta e dicas para se proteger

Se você mora em áreas de risco de desastres, é importante se proteger nos dias com maior chance de chuvas

Por: Redação | Comunicar erro
...
Publicidade
Crédito: Angela Peres/Agência de Notícias do AcreSMS de alerta em caso de desastres já está disponível em vários estados do país

O Verão começou nesta quinta-feira, dia 21 de dezembro, e, com ele, o aumento de chuvas e as consequentes enchentes ou deslizamentos de terra. Se você mora em áreas de risco de desastres, é importante se proteger nos dias com maior chance de tempestades.

Por isso, o Ministério da Integração Nacional, em parceria com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e empresas de telefonia móvel, ativou em São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul o sistema gratuito de alerta de riscos de inundações, alagamentos, temporais e deslizamentos de terra via SMS.

As mensagens sobre desastres são enviadas pelo Cenad (Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres) e a Defesa Civil dos estados e municípios. A ferramenta também informa os procedimentos de segurança a serem adotados em caso de desastres.

Os interessados em receber eventuais alertas para as regiões onde vivem devem se cadastrar no sistema da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional.

Para isso, basta responder ou enviar mensagem de texto (SMS) para o número 40199, informando o CEP (Código de Endereçamento Postal) da área já coberta pelo sistema para a qual deseja receber os avisos. O serviço pode ser cancelado sem custos, bastando enviar a mensagem CANCELAR para o mesmo número.

Nos três primeiros estados onde o serviço foi implementado (Paraná, Santa Catarina e São Paulo), o total de usuários cadastrados já supera 1 milhão. Foram disparados 697 alertas, por meio de mais de 5.3 milhões de mensagens.

A intenção do ministério é que o serviço esteja disponível aos moradores de todas as regiões até março de 2018. Já em janeiro, já deve funcionar em Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.

Com informações da Agência Brasil

O que fazer em caso de enchente? 

Um site da Prefeitura de São Paulo dá dicas sobre procedimentos que podem ser tomados em dias de chuva intensa. Confira algumas sugestões abaixo e confira mais na página.

Pontos de alagamento:

  • Fique atento às orientações transmitidas pela Prefeitura nos momentos de chuva através dos meios de comunicação;
  • Evite sair quando ocorrerem chuvas fortes;
  • Se sua residência costuma inundar, prepare lugares altos ou prateleiras para guardar objetos de maior valor;
  • Mantenha telhados e calhas consertados;
  • Conserve drenagens, valas e canaletas desobstruídas;
  • Nunca jogue lixo nas ruas, em encostas, córregos, margens de rios ou áreas verdes;
  • O lixo provoca entupimentos dos bueiros e ramais de drenagem. Lugar de lixo é no lixo;
  • A remoção da camada vegetal das encostas causa deslizamantos.

Medidas simples podem amenizar os efeitos dos alagamento:

  • Evite transitar em ruas alagadas.
  • Se a chuva causou inundações, não se aventure a enfrentar correntezas. Fique em lugar seguro. Se precisar, peça ajuda;
  • Ao planejar suas viagens, há menor possibilidade de enfrentar engarrafamentos causados por ruas bloqueadas;
  • Em caso de dúvida sobre vias bloqueadas, ligue para a central de atendimento da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) através do número 1188 ou entre no site da CET para saber como está o trânsito nas principais vias.

O que fazer em caso de enchentes:

  • Procure manter-se informado sobre as áreas de risco;
  • Evite cruzar ruas alagadas;
  • Mantenha-se longe da rede elétrica;
  • Se a chuva causou rachaduras ou outro problema grave em sua casa, chame a Defesa Civil (199) ou o Corpo de Bombeiros (193);
  • Se sua casa for condenada pela Defesa Civil, saia o quanto antes.

Leia mais:

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade