Entenda por quê Bolsonaro e Felipe Neto estão entre os mais influentes da Time

Presidente é descrito como detentor de “ceticismo teimoso”. Já o youtuber é definido como possivelmente o “influenciador digital mais importante do mundo"

Por: Redação
Ouça este conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o influenciador digital Felipe Neto estão na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo da prestigiada revista Time. Os eleitos foram divulgados na edição desta nesta quarta-feira, 23.

Bolsonaro aparece na categoria “Líderes”, ao lado dos presidentes Donald Trump (EUA) e Xi Jinping (China). Já influenciador Felipe Neto foi incluído na categoria “Ícones”.

Bolsonaro e Felipe Neto
Crédito: Montagem/witterBolsonaro e Felipe Neto estão na lista da Time das 100 pessoas mais influentes do mundo

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro é fortemente criticado pela revista, descrito como detentor de “ceticismo teimoso”, o Youtuber é elogiado e definido como o “influenciador digital mais importante do Brasil, possivelmente do mundo.

No perfil dedicado a Bolsonaro, os números negativos de seu mandato ganham destaque, como os 137 mil mortos pelo novo coronavírus no Brasil, a “pior recessão em 40 anos” e os “mais de 29 mil incêndios na floresta amazônica apenas em agosto”, mas também destaca o apoio de 37% dos brasileiros ao seu governo.

“Um presidente cujo ceticismo teimoso sobre a pandemia e indiferença à espoliação ambiental elevou todos esses [dois] números. No entanto, o número que realmente importa é 37 – a porcentagem da sociedade brasileira que aprovou Jair Bolsonaro em uma pesquisa no final de agosto”, afirma Dan Stewart, editor de internacional da revista, autor do texto.

Sobre Felipe Neto, a Times destaca seus 51 milhões de seguidores nas redes sociais –39 milhões no YouTube e 12 milhões no Twitter.

O texto de apresentação conta que o influenciador, de origem humilde, começou há uma década criando conteúdo para YouTube e “rapidamente encontrou fama, um público jovem enorme e leal e patrocínios lucrativos”.

“Quando Felipe Neto fala, milhões ouvem. E sua voz agora justa e politizada ressoa poderosamente em um país cuja democracia está em perigo”, escreve o deputado federal David Miranda (PSOL-RJ), convidado pela Times para falar sobre Felipe Neto.

No ano passado, Bolsonaro foi retratado como um “personagem complexo”, defensor de um pensamento “ultraconservador homofóbico”, mas relacionado à “melhor chance em uma geração de promulgar reformas econômicas para conter o déficit crescente”.

Compartilhe: