Esculturas de elefantes são ‘enjauladas’ em SP por uma boa causa

O objetivo da intervenção é lutar pela preservação da espécie

Por: Redação

Desde o dia 1º de agosto, 85 esculturas de elefantes foram espalhadas por São Paulo na exposição “Elephant Parade“. Mas, nesta quarta-feira, dia 9, seis das intervenções amanheceram “enjauladas” e com mensagens sobre a caça ilegal.

O motivo? Fazer um alerta sobre o aprisionamento dos animais em condições precárias, como em circos, e lutar pela preservação da espécie.

Cada foto dos elefantes enjaulados que for publicada no Instagram com a hashtag #CoraçãodeElefante vai reverter R$ 1 para o Santuário de Elefantes Brasil, ONG responsável pelo resgate dos animais na América do Sul.

As esculturas ficarão com as jaulas até o próximo sábado, dia 12, em que ocorre o “Dia Mundial do Elefante”. As imagens publicadas até o término da “Elephant Parade”, em 31 de agosto, continuam contribuindo para as doações. Depois do fim da exposição, as obras serão leiloadas e o dinheiro arrecadado será destinado à organização.

Confira os locais onde os elefantes estão:

Coração de Marfim – Rodrigo Falco (Av. Paulista, 1294)
Elefa – Mauro Martins (Avenida Paulista, 1500)
O Jardineiro do Entardecer – Binho Ribeiro (Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2785, com a avenida Cidade Jardim)
ULA – Antonio Peticov (Rua Estados Unidos, 1595 com rua Haddock Lobo)
Sunset – Rafael Mantesso (Parque do Povo)
Branda – Gian Luca Ewbank (Avenida Brigadeiro Faria Lima com avenida Juscelino Kubitschek)

  • Leia mais:

Compartilhe: