Últimas notícias:

Loading...

Evento discute rede de proteção a vítimas de violência doméstica

Seminário organizado pelo mandato da deputada estadual Marina Helou busca articulação entre sociedade civil e poder público para proteção das mulheres

Por: Redação
deputada estadual Marina Helou (Rede-SP)
Crédito: Iury CarvalhoO seminário é organizado pela deputada estadual Marina Helou (Rede-SP)

Um evento organizado pelo mandato da deputada estadual Marina Helou (Rede-SP), em parceria com o Consulado do Canadá e com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, discutirá pontos necessários para a construção de uma rede integrada de proteção à mulher vítima de violência doméstica, como fruto da articulação entre sociedade civil e estado.

O seminário acontece na próxima segunda-feira, 9 de dezembro, na Assembleia Legislativa de São Paulo. O encontro terá a participação de nomes como Valéria Scarance, promotora e coordenadora do núcleo de gênero do Ministério Público do estado de São Paulo, e Mafoane Odara, coordenadora da área de enfrentamento à violência contra as mulheres do Instituto Avon.

O evento faz parte da campanha dos 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, uma iniciativa da ONU para mobilização global e que quer unir governos, sociedade civil, escolas, comunidades e pessoas no geral para refletirem e proporem ações pelo fim da violência contra todas as mulheres. Hoje, a cada 4 minutos, uma mulher é agredida no Brasil, segundo o Ministério da Saúde. Um dado grave e que mostra a urgência de ações concretas em prol das mulheres.

“Os 21 dias de ativismo são uma oportunidade de reafirmar a participação da sociedade na pauta das mulheres, sobretudo no enfrentamento às diversas formas de violência”, afirma Marina, que tem como uma de suas pautas a defesa e garantia dos direitos das mulheres.

“O objetivo é qualificar o atendimento às vítimas de violência doméstica e evitar novos traumas, tornando o processo de escuta e processamento dos casos cada vez mais efetivo”, justifica a deputada. “O aprimoramento desta rede de proteção depende de uma articulação eficiente da sociedade civil, setor público e setor privado”, completa.

O evento é gratuito e, para participar, basta se inscrever neste link.

Crédito: DivulgaçãoProgramação do evento sobre violência doméstica

Programação

Abertura:

Marina Helou – Deputada Estadual (REDE-SP)
Samira Bueno – Diretora do Fórum Brasileiro de Segurança Pública
Dina Thrascher – Representante do Consulado Geral do Canadá em São Paulo

Participantes da mesa de debate:

Valéria Scarance – Promotora e Coordenadora do Núcleo de Gênero do Ministério Público do Estado de São Paulo. Idealizou o #NamoroLegal, uma cartilha que traz dicas para reconhecer os estágios da relação abusiva, a hora de parar e de pedir socorro.

Stephanie Ashton – Policial canadense, especializada no desenvolvimento de protocolos para atendimento e encaminhamento de casos de violência doméstica.

Elza Paulina – Comandante da Guarda Civil Metropolitana (GCM) de São Paulo. É a primeira mulher a comandar a GCM paulista e uma das idealizadoras da Guardiã Maria da Penha da cidade de São Paulo.

Mafoane Odara – Psicóloga e mestre em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo. Coordena a área de enfrentamento à violência contra as mulheres do Instituto Avon e integra a Rede pela Diversidade da Avon e a diretoria do Fundo Brasil de Direitos Humanos.

Serviço

Data: segunda-feira, 9 de dezembro
Horário: das 13h às 17h
Local: Auditório Paulo Kobayashi – Avenida Pedro Álvares Cabral, 201 – Paraíso/SP – Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo


Campanha #ElaNãoPediu

Nenhuma mulher “pede” para apanhar. A culpa nunca é da vítima. A campanha #ElaNãoPediu, da Catraca Livre, tem como objetivo fortalecer o enfrentamento da violência doméstica no Brasil, por meio de conteúdos e também ao facilitar o acesso à rede de apoio existente, potencializando iniciativas reconhecidas.