Ex-coroinha acusa padre de estuprá-lo no Guarujá (SP)

Jovem afirma que mesmo após relatar o ocorrido, religioso permaneceu exercendo normalmente suas funções na Paróquia Senhor Bom Jesus

Por: Redação

Um jovem de 22 anos acusa um padre da igreja que frequentava quando era adolescente no Guarujá, no litoral de São Paulo, de estuprá-lo.

Em entrevista ao G1, o estudante Lucas Grudzien afirmou que os abusos sexuais ocorreram quando ele era coroinha na Paróquia Senhor Bom Jesus, na Vila Zilda. Na ocasião ele tinha 15 anos.

Crédito: Arquivo pessoalJovem diz que padre se aproximou quando ele atuava como coroinha na igreja em Guarujá

O jovem conta que sonhava em ser padre e que frequentava a igreja desde pequeno. “Fui batizado ainda bebê, com nove anos fiz a primeira comunhão e aos 12 anos comecei a fazer o curso para ser coroinha. Essa foi a época em que o padre Felipe [Edson Felipe Monteiro Gonzalez] se formou e passou a atuar na paróquia que eu frequentava”, diz.

O jovem relatou que foi ensinado a jamais contrariar o padre. “Sempre tinha que chamar de senhor, mesmo quando o ato acontecia”, diz. “Nesse (primeiro) dia ele colocou um filme. Pediu para eu sentar no sofá com ele e deitar a cabeça no colo dele. Levantou minha blusa e começou a passar a mão”.

De acordo com o estudante, após esse dia, a situação passou a se repetir e o padre chegou a estuprá-lo diversas vezes, de agosto de 2012, até dezembro de 2013. “Eu estava muito perdido, eu vinha para casa e quando tomava banho, via que minha cueca estava suja de sangue. Queria poder apagar tudo isso. Me sentia um lixo. É horrível”, desabafa.

Outro lado

A defesa do padre Edson Felipe Monteiro Gonzalez nega as acusações.

Em nota, a Diocese de Santos, responsável pelas paróquias da região, diz que o “padre foi afastado cautelarmente do exercício do ministério sacerdotal e que toda a documentação relativa à investigação prévia foi enviada à Congregação para a Doutrina da Fé, em Roma, no dia 1º de novembro de 2016”.

Crédito: Arquivo pessoalSegundo Lucas, padre mantinha conversas com ele via WhatsApp — Foto: Segundo Lucas, padre mantinha conversas com ele via WhatsApp

A nota diz ainda que a “Congregação para a Doutrina da Fé decidiu dar sequência, com um processo penal administrativo, e encarregou ao bispo diocesano o ofício de instaurá-lo, conforme as normas do Direito Canônico (Cânon 1720). A conclusão do Processo Administrativo resultou na penalidade canônica de afastamento do exercício público do ministério sagrado por cinco anos (conforme Cân. 1336 § 1 n.2), quando, então, a Congregação para a Doutrina da Fé decidirá sobre os encaminhamentos seguintes e qual será a decisão final.

O inquérito policial instaurado pelo Ministério Público foi arquivado, sem oferecimento de denúncia. (…) Durante todo o tempo, desde a investigação prévia, o bispo diocesano esteve à disposição da família e de suas advogadas para esclarecer quaisquer eventuais dúvidas.

Atualmente, pe. Edson Felipe Monteiro Gonzalez realiza trabalhos técnicos, junto ao Depim (Departamento do Patrimônio Imobiliário da Diocese). O trabalho que realiza é pertinente com sua formação de arquiteto.”

1
Visibilidade trans: a história de Thais de Azevedo
O que é violência para você? Para Thais de Azevedo essa pergunta resume uma trajetória de vida. Como mulher trans, …
2
Qual o impacto do feminismo na periferia ? Luana Hansen dá a letra
Dj, MC e produtora musical, Luana Hansen fez e faz história no movimento hip hop há, pelo menos, duas décadas. …
3
Brumadinho: relatos lembram a maior tragédia socioambiental do Brasil
Há um ano, a cidade de Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte (MG) viveria um pesadelo difícil de ser esquecido. Era …
4
Denúncia contra Glenn Greenwald é um ataque à liberdade de imprensa?
Uma denúncia realizada pelo Ministério Público Federal foi vista como um ataque direto à liberdade de imprensa no Brasil. O …
5
9 pontos polêmicos que Sergio Moro se esquivou no Roda Viva
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, foi o primeiro entrevistado da nova temporada do programa Roda Viva, …
6
‘Noivado’ de Regina Duarte com Bolsonaro divide opiniões
“Nós vamos noivar, vou ficar noiva, vou lá conhecer onde eu vou habitar, com quem que eu vou conviver, quais …
7
A queda: entenda a polêmica que custou o cargo de Roberto Alvim
Após praticamente reproduzir um discurso do ministro nazista Joseph Goebbels, o ex-secretário de Cultura, Roberto Alvim, protagonizou uma polêmica que …
8
Impunidade de Victor não é caso isolado no Brasil de Bolsonaro
Victor Chavez, cantor sertanejo da extinta dupla Victor e Léo, foi condenado por agredir a esposa grávida de quatro meses …