Ex-médico Roger Abdelmassih cumprirá pena em prisão domiciliar

Por: Redação
Roger Abdelmassih foi condenado por estupro e atentado violento ao pudor contra pacientes

Condenado a 181 anos de prisão por abusar sexualmente de pacientes em sua clínica de reprodução, o ex-médico Roger Abdelmassih, 73, conquistou o direito de cumprir prisão domiciliar. As informações são da Folha.

O médico cumpria pena em presídio em Tremembé desde o fim de 2014. Há mais de um mês ele está internado no Hospital São Lucas, em Taubaté, para tratar de uma pneumonia. O médico foi internado diversas vezes desde que foi preso por causa de problemas no coração.

A doença foi justificada por sua defesa para pedir, desde o ano passado, o indulto humanitário, dado a detentos que não têm condições de serem tratados dentro da cadeia.

A decisão de dar o direito do ex-médito de cumprir prisão domiciliar é da juíza Sueli Vaik, da 1ª Vara das Execuções Criminais de Taubaté, no interior de SP.

Abdelmassih ficou conhecido como “médico das estrelas” e chegou a ser considerado um dos principais especialistas em reprodução assistida do país, antes de ser acusado por dezenas de paciente por abuso sexual.

Leia matéria completa

  • Leia mais: